100 vagas para auditor e analista este ano

De acordo com o secretário de Fazenda do Piauí, Silvano Alencar, o governo do estado planeja realizar ainda este ano concurso para os cargos de auditor fiscal e analista do tesouro estadual. "Nós temos uma previsão de realização de concurso para as duas carreiras, analista estadual e auditor fiscal. Os dois concursos estão previstos para o segundo semestre, dependendo das condições do estado", enfatizou o secretário.  

30/01/2012 22:00 | Atualizado: 02/10/2017 02:30

30/01/2012 22:00 | Atualizado: 02/10/2017 02:30
De acordo com o secretário de Fazenda do Piauí (Sefaz-PI), Silvano Alencar, o governo do estado planeja realizar ainda este ano concurso para os cargos de auditor fiscal e analista do tesouro estadual. "Nós temos uma previsão de realização de concurso para as duas carreiras, analista estadual e auditor fiscal. Os dois concursos estão previstos para o segundo semestre, dependendo das condições do estado", enfatizou o secretário.

A expectativa é de que as contratações ocorram até o fim do ano ou no ínicio de 2013. Ao todo, serão oferecidas 100 vagas, sendo 50 para o cargo de analista e 50 para auditor, ambos de nível superior. Ainda não foram definidos os salários, porém segundo a Assessoria da pasta, os valores seguirão o Plano de Cargos e Salários atual, que para o cargo de auditor pode chegar a R$20 mil, incluindo os benefícios.
 
De acordo Silvano Alencar, a decisão de realização do cocnurso depende de como estará a situação financeira, tanto do Governo Federal como do Estadual. "Não podemos definir o aumento de cargos sem uma definição do que pode acontecer no cenário mundial, no estado e no Brasil como um todo", explicou.
 
Para o secretário, os cargos disponibilizados têm grande importância para a secretaria, já que os analistas cuidam do controle das despesas do estado e propõem os documentos relativos à gestão do dinheiro público. Os auditores implementam as receitas da pasta, sendo necessário um efetivo de auditores compatível com o volume de negócios do estado. "Esses cargos são importantes para uma boa gestão e para a estabilidade dos recursos públicos do estado", finalizou Alencar.

Último concurso - Aconteceu em 2007 e teve como organizador o Nucepe, Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe), da Uespi. Na época, foram oferecidas dez vagas para analista do tesouro estadual, destinadas a quem tinha nível superior completo em qualquer área. O prazo de validade foi de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois. A remuneração dos analistas era de R$3.419 mensais.
 

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...