Concurso Sefaz AM: banca é contratada e edital pode sair
Previsto para este mês, o concurso Sefaz AM pode ter seu edital publicado a qualquer momento, considerando que a banca está contratada.
19/01/2022 07:46 | Atualizado: 24/01/2022 11:44
19/01/2022 07:46 | Atualizado: 24/01/2022 11:44

O edital do concurso Sefaz AM pode ser publicado a qualquer momento. O último trâmite antes da abertura da seleção foi concluído com a publicação do extrato de contrato entre a pasta e a Fundação Getulio Vargas (FGV), organizadora. 

Com isso, o edital da Secretaria de Fazenda do Amazonas já pode ser publicado. A previsão é para que isso ocorra ainda este mês, com os candidatos sendo avaliados já em março. 

Ao todo, serão oferecidas 210 vagas imediatas mais formação de cadastro de reserva, para os seguintes cargos e níveis de escolaridade:

Nível médio

  • assistente administrativo da fazenda estadual (50 vagas).

Nível superior

  • auditor fiscal de tributos estaduais (60);
  • analista do tesouro estadual (25);
  • analista de tecnologia da informação da fazenda estadual (15);
  • técnico de arrecadação de tributos estaduais (25); e
  • técnico da fazenda estadual (35).
Concurso Sefaz AM terá oferta para cargos dos níveis médio e superior (Foto: Divulgação)
Concurso Sefaz AM pode ter edital este mês
(Foto: Divulgação)

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Secretaria de Fazenda do Amazonas
  • Cargos: auditor fiscal de tributos, analista técnico e assistente
  • Vagas: 210
  • Requisitos: níveis médio e superior
  • Remuneração: a definir
  • Banca: FGV
  • Edital: 2022

Conheça a Folha Cursos e comece já sua preparação!

Último concurso Sefaz AM tem 17 anos

Este será o segundo concurso público que a Sefaz AM realiza em 17 anos! Em 2014 o órgão chegou a confirmar um novo edital e informou que estava realizando o estudo dos quadros para definir o número vagas.

No entanto, o concurso ficou só na promessa. Agora, com as expectativas do órgão, espera-se que a seleção efetivamente aconteça.

O concurso anterior, realizado em 2005, reuniu cerca de 25.566 candidatos e contou com 390 vagas, em cargos dos níveis médio e superior. 

Das oportunidades, 15 foram para analista de tecnologia da informação, 25 para analista do tesouro estadual, 100 para auditor fiscal de tributos estaduais, 50 para técnico da fazenda estadual, 20 para técnico de arrecadação de tributos estaduais e 180 para assistente administrativo.

A remuneração era de R$8 mil, valor que atualmente deve ser corrigido. A seleção foi composta por prova objetiva, com questões de Português e Inglês para todos os candidatos, Conhecimentos Específicos, além de curso de formação específico para cada cargo.

Quer receber novidades sobre concursos?
Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!
Newsletter
Carregando...