Concurso Receita Federal tem prova discursiva? Descubra!

Quer saber se o concurso Receita Federa tem prova discursiva? Veja nesta matéria a resposta e entenda quais etapas são cobradas nos cargos!

27/10/2021 14:30

27/10/2021 14:30

Você vai prestar o próximo concurso Receita Federal e ainda tem dúvidas sobre as etapas de seleção? Por exemplo, é apenas objetiva ou tem prova discursiva? Neste artigo você confere a resposta e ainda informações relevantes.

Sem muita enrolação, a resposta é SIM. Para você ingressar na Receita Federal vai sera avaliado através de prova discursiva.

Essa etapa foi cobrada de forma obrigatória nos últimos concursos para os dois cargos, seja o analista-tributário ou o auditor-fiscal. Em ambos os casos, o caráter é eliminatório e/ou classificatório.

No entanto, ainda não é possível afirmar qual será o tipo de prova discursiva a ser cobrada no próximo concurso. Por exemplo, poderá ser tanto a resolução de questões de acordo com as disciplinas do edital ou o desenvolvimento de uma redação dissertativa.

A confirmação virá apenas no próximo edital, haja vista que o último já tem anos e a banca foi a extinta Esaf. A próxima banca deve definir o método de avaliação da prova discursiva.

Todos têm a prova discursiva corrigida?

A resposta para essa pergunta é não. E isso não é só no concurso da Receita Federal.

Vale destacar que a aplicação da prova discursiva costuma acontecer na mesma data da objetiva, podendo, inclusive, ser em turnos distintos - ou no mesmo.

Sobre a correção, geralmente apenas os aprovados na objetiva têm esse direito. E não são todos. Geralmente o edital de abertura estabelece um limite para isso.

No concurso passado para auditor, foram corrigidas as provas discursivas de candidatos aprovados na objetiva e classificados até três vezes o número de vagas.

Quais são as disciplinas do concurso Receita?

É provável que as disciplinas cobradas no edital interfiram na realização das provas discursivas. Em alguns casos, elas são a base para a elaboração de questões para serem respondidas.

Por isso, é importante ter o domínio delas não somente para a realização da provas objetiva - que geralmente é composta por Conhecimentos Geral e Conhecimentos Específicos.

-> Veja as disciplinas do auditor


-> Veja as disciplinas do analista

Seja aprovado no concurso Receita Federal!

Quer ter o seu nome carimbado no Diário Oficial da União e ser um dos próximos convocados? Então antecipe-se e comece já a se preparar! Por isso, não espere o edital do concurso Receita Federal sair e venha agora mesmo para a Folha Cursos!

acesse curso para o concurso Receita

Aqui, você encontra:

► Questões comentadas das principais disciplinas;
► Acelerador de vídeos;;
► Chance de enviar mensagem ao professor;
► Videoaula com professores especializados;

Comece agora mesmo a estudar e garanta uma vaga para analista ou auditor da Receita Federal!

Fachada da Receita Federal
Concurso Receita Federal tem edital previsto para auditor e analista
(Foto: Senado)

O que é preciso para ser aprovado no concurso?

Vale ressaltar que não é só de provas objetiva e discursiva que o concurso Receita é formado. Há uma próxima fase.

A segunda etapa do concurso é composta pela Sindicância de Vida Pregressa, que é de caráter eliminatória. Também é uma fase realizada pela banca organizadora, a ser escolhida posteriormente.

O que é preciso para ser aprovado?

E o que é preciso para ser aprovado nas etapas do concurso Receita Federal? Segundo os editais anteriores, somente são habilitados os candidatos que:

  • tiverem obtido, no mínimo, 40% (quarenta por cento) dos pontos ponderados em cada uma das disciplinas que integram as provas objetivas 1 e 2;
  • tiverem obtido, no mínimo, 60% (sessenta por cento) do somatório dos pontos ponderados do conjunto das provas objetivas 1 e 2;
  • tiverem obtido, no mínimo, 60% (sessenta por cento) dos pontos totais correspondentes à prova discursiva;
  • tiverem sido classificados, em decorrência do somatório dos pontos ponderados obtidos nas provas objetivas e discursiva até o número máximo estabelecido no Anexo II do Decreto nº 6.944/2009, observado o §3º do art. 16 do mesmo Decreto.

Em caso de empates, o primeiro a ter preferência no critério de desempate é o o candidato com idade igual ou superior a 60 anos.

Quanto às provas discursivas, somente serão corrigidas a dos candidatos aprovados nas provas objetivas e classificados até três vezes o número de vagas indicado no edital para ampla concorrência e até três vezes para candidatos com deficiência.

Quanto ganha um fiscal da Receita Federal?

Entre os atrativos do concurso da Receita Federal estão a remuneração e benefícios. Isso é um forte fator daqueles que demonstram interesse em se tornar fiscal da Receita Federal. 

A remuneração atual é de R$21.487,09 já somada com o auxílio-alimentação de R$458.

Agora imagine só: você acabou de se formar, estuda para o concurso, passa para ser fiscal da Receita Federal e no auge da sua carreira já vai estar recebendo mais de R$20 mil. É ou não é muito boa essa oportunidade?

Receita Federal espera aval para 699 vagas

O ofício que pede um novo concurso Receita Federal foi confirmado em abril e visa prover 699 vagas nas carreiras de auditor e analista, sendo: 

  • 230 vagas para auditor-fiscal; e
  • 469 vagas para analista-tributário

O órgão do fisco federal readequou o pedido após ter solicitado mais de 3 mil vagas em 2020, sem sucesso. A demanda anterior foi para vários cargas de níveis médio e superior.

Os últimos concursos de auditor e analista da Receita Federal aconteceram em 2014 e 2012, respectivamente, sob organização da Esaf.

Prepare-se para o concurso Receita Federal

acesse curso para o concurso Receita

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...