Não houve aprovados no exame médico do concurso PRF 2018? Entenda

Confira como foram as etapas de avaliação do concurso PRF, realizado em 2018.

17/09/2020 18:29 | Atualizado: 18/09/2020 15:53

Por: Natalia Fuly

17/09/2020 18:29 | Atualizado: 18/09/2020 15:53 - Por: Natalia Fuly

Não houve candidato considerado apto. Esta foi a frase que causou burburinho entre os concorrentes do concurso PRF 2018, quando a banca organizadora, Cebraspe, publicou o resultado provisório da avaliação de saúde complementar. 

O exame foi aplicado durante o Curso de Formação Profissional (CFP), da terceira turma da seleção para o cargo de policial rodoviário. A etapa foi uma das sete fases de todo o processo seletivo. 

Mas como é possível que nenhum candidato de uma turma inteira tenha sido aprovado em uma inspeção de saúde? Folha Dirigida questionou a Polícia Rodoviária Federal sobre o recente resultado publicado no edital 81, para acabar com as dúvidas.

O órgão esclareceu com exclusividade que os exames médicos complementares estão previstos no edital de abertura e que foram pedidos pela PRF para apenas três alunos. Entretanto, esses três alunos foram examinados e considerados inaptos.

A PRF ressaltou que a decisão é provisória, e que a etapa ainda está em fase de recurso. O prazo para contestação é de dez dias. Esse período tem início a partir das 10 horas do dia 19 de setembro e vai até às 18 horas do dia 20 de setembro de 2020. 

A instituição salientou ainda que o Curso de Formação Profissional 2020 ainda é uma etapa do concurso publico. E de acordo com o edital de abertura, a fase tem também caráter eliminatório. 
 

Concurso PRF 2018 não teve aprovados no exame médico complementar (Foto: Divulgação)
Concurso PRF 2018 não teve aprovados no exame
médico complementar (Foto: Divulgação)


Confira como foram as etapas de avaliação do concurso PRF

Ao todo, os candidatos do concurso PFR 2018 passaram por sete etapas: provas objetivas; exame de capacidade física; avaliação de saúde; avaliação psicológica; avaliação de títulos; investigação social; e curso de formação.

Nos exames objetivos foram cobradas 120 questões no estilo Certo ou Errado, com diversas disciplinas de Conhecimentos Básicos e Específicos. O exame foi dividido em três blocos: o primeiro bloco com 50 questões, o segundo 40 e o terceiro 30. 

resultado da avaliação psicológica, que também foi aplicada durante o curso de formação, foi publicado há pouco tempo, no  site do Cebraspe . E conforme o edital nº 83, também "não houve candidato considerado apto". 

Os candidatos poderão conferir as respostas aos recursos interpostos contra o resultado provisório da primeira avaliação psicológica complementar no site da banca organizadora, a partir da data provável de 17 de setembro. 
 


Concurso oferece 500 vagas com ganhos iniciais de R$ 9,9 mil

 O concurso PRF 2018, realizado pela Polícia Rodoviária Federal, ofereceu 500 oportunidades para a carreira de policial rodoviário federal. As chances foram para homens e mulheres, com nível superior em qualquer área.

Outras exigências para participar foram: possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria B ou superior e ter idade entre 18 a 65 anos. O edital não tratou sobre limite de altura.

A remuneração inicial ofertada pela PRF em 2018 foi de R$9.931,57 (salário básico de R$9.473,57 + alimentação), passando para R$10.357,88 em 2019. Ambos os valores incluem o auxílio-alimentação de R$458.

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!