Concurso PRF: conheça a Academia onde acontece o curso de formação

O concurso PRF terá diversas etapas, sendo a última o Curso de Formação. Conheça a Academia onde os aprovados são alocados.

27/09/2018 13:59 | Atualizado: 16/10/2018 17:11

27/09/2018 13:59 | Atualizado: 16/10/2018 17:11

Das várias etapas de seleção do próximo concurso PRF, o curso de formação será a última. Os aprovados em todas as etapas, dentro das vagas previstas, são convocados por turma para o curso, que possui caráter eliminatório e classificatório. Você já conhece a Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal (ANPRF)?

É na Academia Nacional da PRF que os candidatos são encaminhados para cumprir a carga-horária estipulada, que costuma ser de 760 horas presenciais, em tempo integral, com atividades que podem ser desenvolvidas durante o dia ou a noite, incluindo sábados, domingos e feriados.

A Academia está localizada em Florianópolis, mais precisamente na Rodovia José Carlos Daux, SC 401, Km 19, Canasvieiras. O candidato deve ficar atento ao edital de convocação para o curso de formação, pois será eliminado se não efetuar a matrícula no período certo. Outro requisito para eliminação é se não obtiver a nota mínima necessária.

O próximo edital do concurso PRF deverá seguir os mesmos padrões do último. Sendo assim, os candidatos deverão fazer jus a auxílio financeiro de 50% da remuneração inicial do cargo de policial rodoviário federal. A matrícula no curso deverá ser realizada pela internet e todas as orientações estarão no edital de convocação.

O candidato deverá ter frequência e aproveitamento mínimo para ser considerado aprovado na última etapa, que antecede a posse no cargo. As pontuações e comparecimento mínimo serão informados em edital. As convocações das turmas e resultados dos cursos são publicados no Diário Oficial da União.

curso para a PRF

Conhecendo a Academia Nacional da PRF

Excelência na formação, treinamento e capacitação. São esses os três pilares que classificam a atuação da Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal. Segundo o portal da ANPRF, essas são as prioridades na organização do curso, que serve de referência para outros órgãos da segurança pública.

Outro ponto que serve de parâmetro é a qualidade pedagógica da Instituição. Com o surgimento da Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal, a PRF colabora para a modernização e difusão do conhecimento de técnicas policiais.

Segundo informações do site da Academia, antes do seu surgimento, a corporação utilizava unidades de treinamento que estavam descentralizadas em diversas regiões do território nacional. O atual local do curso é um inovador complexo de ensino.

A estrutura da Academia

Localizada em Florianópolis, no norte da capital catarinense, a Academia conta com uma unidade única no Brasil. Esta região, segundo informações da Academia, costuma receber muitos turistas durante o verão.

A Academia Nacional da PRF possui uma área de cerca de 80.000 m², com mais de 10.000 m² de área construída. A capacidade da Academia é para comportar cerca de 800 alunos, com uma avançada infraestrutura. O prédio principal é composto por quatro blocos, que é estruturado em dois pavimentos.

Curso de Formação é realizado na Academia em Florianópolis (Foto: Divulgação/PRF)
Academia de fformação da PRF está localizada em Florianópolis/SC
(Foto: Divulgação/PRF)

A estrutura da Academia comporta 31 salas de aula completamente climatizadas, que alocam 40 alunos em cada uma. Além disso, há uma sala de gerenciamento de crises, contendo sistema de video wall, com recursos de videomonitoramento.

O local conta ainda com um ginásio poliesportivo, com área total de 800 m² e um suporte para receber atividades esportivas, como futsal, vôlei e basquete. As comodidades da Academia ainda possuem campo de futebol gramado, duas quadras de areia e pista de corrida.

Os vestiários estão localizados ao lado do complexo esportivo, com 500 m² divididos em masculino e feminino. Os alunos contarão com uma área de treinamento para a prática da disciplina de Armamento, Munição e Tiro (AMT). Este espaço possui cerca de 3.000 m² e tem 100 atiradores.

O ambiente de capacitação dos alunos matriculados no curso é dividido em 10 baias. Além disso, a Academia disponibiliza o espaço para o manejo do armamento e munição. A Academia conta ainda com heliponto e hangar próprio, com capacidade para abrigar duas aeronaves simultaneamente.

Concurso PRF será para 500 vagas de policial

A portaria autorizativa do concurso da Polícia Rodoviária Federal foi publicada no dia 27 de julho, após longa espera, no Diário Oficial da União. O ministro da segurança pública, Raul Jungmann, já havia autorizado extraoficialmente, mas a corporação dependia do aval oficial para dar prosseguimento com os preparativos.

De acordo com a portaria, o prazo para publicação do edital é de até seis meses, contados a partir de sua publicação. Isso indica que o documento com as regras deverá ser publicado até 27 de janeiro, mas isso deve acontecer bem antes tendo em vista a urgência e o déficit da PRF.

O último concurso da Polícia Rodoviária Federal foi realizado em 2013 e teve o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) como organizador. Eram oferecidas mil vagas para o cargo de policial rodoviário federal. A banca organizadora da próxima seleção já foi definida, mas a corporação espera por um parecer da AGU para divulgá-la oficialmente.

O que precisa ter para concorrer?

Requisitos ⇒ o candidato precisará ter de 18 a 65 anos de idade (o limite máximo de idade não constou no último edital, mas consta na lei de criação do cargo). Podem concorrer homens e mulheres e a escolaridade exigida é o ensino superior completo, em qualquer área de formação. A PRF exige ainda que o candidato tenha carteira de habilitação, na categoria B ou superior.

Remuneração ⇒ a remuneração inicial do cargo de policial rodoviário federal é de R$9.931,57 em 2018 e passará para R$10.357,88 em 2019. Os valores já incluem o auxílio-alimentação, que atualmente é de R$458.

O órgão conta com as seguintes lotações:

  Sede, em Brasília
  27 superintendências regionais
  150 delegacias
  413 unidades operacionais
  Total de mais de 550 unidades em todo o país

Conheça o cargo

O cargo de policial rodoviário federal foi criado em 23 de julho de 1935, sob o nome de inspetores de tráfego. Por esse motivo, na data é celebrado o dia do policial rodoviário federal.

Estão entre as atribuições dos policiais rodoviários federais as seguintes atividades:

  • Preservar a ordem, a segurança pública e o patrimônio da União, por meio do patrulhamento ostensivo das rodovias federais;

  • Atuar na prevenção de acidentes e realizar o atendimento a vítimas nas rodovias federais;

  • Realizar o policiamento, a fiscalização e a inspeção do trânsito e do transporte de bens e pessoas;

  • Exercer os poderes de autoridade de trânsito, autuando infratores, cobrando e arrecadando multas;

  • Assegurar a livre circulação das vias, especialmente em casos de acidentes de trânsito, manifestações sociais e calamidades públicas;

  • Realizar a escolta de autoridades nacionais e internacionais, quando solicitado. 

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!