Concurso Educação de Belo Horizonte-MG tem três bancas na disputa

A licitação para escolha da banca organizadora do concurso Educação de BH tem três bancas na disputa: Cebraspe, Consulplan e Instituto AOCP

21/11/2019 10:05 | Atualizado: 21/11/2019 13:08

21/11/2019 10:05 | Atualizado: 21/11/2019 13:08

A escolha da banca organizadora do novo concurso com 213 vagas para Secretaria de Educação de Belo Horizonte, na capital de Minas Gerais, já está em andamento. De acordo com ata divulgada no Diário Oficial do Município desta quinta-feira , 21, três bancas estão na disputa: Cebraspe, Consulplan e Instituto AOCP.

Elas tiveram sua documentação habilitada por cumprirem todas as exigências previstas no edital. Por outro lado, o RBO Serviços Públicos e Projetos Municipais foi julgado inabilitado. O motivo foi o não atendimento a um subitem do projeto básico.

A documentação apresentada por essa banca não informou a quantidade de candidatos com títulos avaliados. Tampouco foram juntados documentos que comprovassem o número mínimo exigido no edital.

Diante disso, o setor de licitações dispõe um prazo para recursos. Se não houver contestações, o processo de escolha da organizadora terá continuidade. Em geral, as instituições apresentam seus preços para ficar à frente do concurso.

Prefeitura de Belo Horizonte-MG prepara novo concurso com mais de
200 vagas para Educação (Foto: Divulgação)

 

A que propõe o melhor preço e atende aos requisitos é contratada. Com isso, ganha o direito de receber as inscrições e aplicar as etapas, como provas objetivas. O concurso Educação de Belo Horizonte-MG terá 213 vagas.

Desse total, 140 serão para professor de Educação Infantil, 54 para professor do primeiro e segundo ciclos do Ensino Fundamental e 19 para bibliotecário escolar.

Os dados estão no  projeto básico do concurso , ao qual FOLHA DIRIGIDA teve acesso. Também conhecido como termo de referência, esse documento funciona como um espelho para o edital.

Ele integra a escolha da banca organizadora e apresenta informações importantes, como vagas, cargos, escolaridades e estrutura de provas.

+ Assine a Folha Dirigida e aumente suas chances de aprovação
+ Concurso Belo Horizonte-MG: contratação da banca está em planejamento

Concurso Educação de BH será para cargos de nível superior

De acordo com o projeto básico, o cargo de professor terá como pré-requisito o ensino superior completo que o habilite para o exercício no segmento. Ou seja, Educação Infantil ou Ensino Fundamental. Os vencimentos serão de R$1.898,10 e R$2.307,15, respectivamente.

Por outro lado, para bibliotecário escolar a exigência será ter nível superior em Biblioteconomia e registro no Conselho Regional. Os ganhos serão de R$2.573,03.

Os envelopes com as propostas das bancas organizadoras foram abertos para apreciação, no dia 5 de novembro. O aviso de licitação, na modalidade concorrência, foi publicado no  Diário Oficial do Município de 19 de setembro. 

Desde janeiro, a seleção tem comissão organizadora formada. O grupo composto por nove servidores é responsável por elaborar o edital, planejar, acompanhar e fiscalizar os documentos do processo.

concurso Educação de BH tem a meta de recompor o quadro de pessoal da Secretaria de Educação, enquanto estiver válido. Além das vagas imediatas, formará um cadastro de reserva.

Os aprovados nessa condição poderão ser convocados a depender da necessidade da pasta e do orçamento disponível.

+ Concurso Belo Horizonte-MG será aberto na área da Educação

Novo concurso Educação de Belo Horizonte terá três etapas 

Os participantes do concurso Educação de BH, segundo o projeto básico, serão avaliados por até três etapas: provas objetivas, provas discursivas e provas de títulos. Na primeira fase, os exames serão compostos por 40 questões de múltipla escolha, sendo dez de Conhecimentos político-pedagógicos e 30 de Conhecimentos Específicos.

Já na prova discursiva, os concorrentes terão que responder a duas questões sobre temáticas especificadas no edital. Os habilitados ainda terão seus títulos avaliados. Serão validados os documentos que comprovem especialização acadêmica, mestrado ou doutorado.

Conforme o projeto básico , as avaliações objetivas serão realizadas em até 30 dias depois do encerramento das inscrições. Os concursos em Minas Gerais também passam por análise do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que demora cerca de 60 dias entre a publicação do edital e o início da inscrição.

Questionada por FOLHA DIRIGIDA sobre um prazo para publicação do edital, a Assessoria de Imprensa da Secretaria de Educação de BH destacou que a data só será fechada após a contratação da banca.

Em 2018, a prefeitura chegou a formar comissão e abrir uma licitação para escolha da banca de concurso para professor de Educação Infantil. Tais preparativos foram revogados em decorrência da mudança no nível de escolaridade do cargo. 

O último concurso para professor de Educação Infantil de Belo Horizonte ocorreu já seis anos. A banca organizadora foi a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep). 

Os candidatos foram submetidos a três fases: prova objetiva (conhecimentos didáticos pedagógicos e específicos); redação; e avaliação de títulos. Para concorrer, foi necessário comprovar nível médio, na modalidade Normal.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Sobre o concurso

Previsto

Belo Horizonte-MG - 2021 - professor e bibliotecário

MG
Não informado
Fund...
Não informado

Carregando...

Preparação