Concurso Politec-MT: O que é mais relevante para a prova objetiva
Faltam apenas 10 dias para a aplicação das provas do concurso Politec-MT. É importante o estudo da disciplina de Língua Portuguesa, recorrente em concursos públicos. O professor Hélio Taques, da Fato Educacional, dá dicas preciosas.
11/05/2017 13:17 | Atualizado: 02/10/2017 02:30
11/05/2017 13:17 | Atualizado: 02/10/2017 02:30
Ansiedade a mil, expectativa constante e nervos à flor da pele. Esses são os sintomas descritos por muitas pessoas antes de pularem de paraquedas. Mas na verdade esses são apenas sentimentos de quem vai fazer as provas da Politec, no Mato Grosso, no dia 21 de maio. Os candidatos não tem mais que 10 dias para estarem preparados de vez para este concorrido concurso. 
 
A competição não está fácil. São aproximadamente 13.700 inscritos para apenas 568 vagas para cadastrode reserva, sendo 168 para técnico em necropsia e 400 para papiloscopista. Isso dá uma média de 24 inscritos por vaga. Darwin já avisava, os mais adaptados sobrevivem. Por isso, é importante que os candidatos já tenham estudado bastante e abdicado de seu tempo para os livros e exercícios. 
 

O concurso Politec-MT, da Perícia Oficial e Identificação Técnica do Estado do Mato Grosso (Poltiec-MT) terá prova objetiva, avaliação psicológica, avaliação de títulos e investigação social. A primeira, e mais esperada, etapa, será realizada no dia 21 de maio, na parte da tarde, das 14h às 18h. Para saber qual o seu local de prova, é necessário aguardar até a próxima sexta-feira, dia 12 de maio, e verificar o site da UFMT Concursos, organizadora. 
 
Para as avaliações escritas, o participante precisa estar preparado para resolver 70 questões sobre Conhecimentos Básicos, que envolve Língua Portuguesa (10) e Raciocínio Lógico (cinco), Conhecimento Gerais, com questões sobre História e Geografia do Mato Grosso e Atualidades (cinco), Legislação, Ética e Filosofia (sete) e Noções de Informática (três) e por fim, Conhecimentos Específicos (40).
 
Leia mais
 
Conhecer as especificidades do cargo para o qual disputa é de suma importância, mas conhecer a Língua Portuguesa é vital. Não existe prova de concurso público atualmente sem a cobrança dessa disciplina. Portanto, para um bom concurseiro, essa disciplina deve ser aquela com o maior índice de acertos não só pela quantidade, pois representa quase 10% da prova, mas também porque, geralmente, é fator classificatório no caso de empate. O professor de Português Hélio Taques, da Fato Educacional, especializadada em concursos, dá as principais dicas para essa disciplina no concurso Politec-MT

Pratique com exercícios exclusivos de Português para o concurso Politec-MT

 

Quer receber novidades sobre concursos?
Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!
Newsletter
Carregando...