PRF diz que não renovou o pedido de concurso da área administrativa

A Polícia Rodoviária Federal confirmou à Folha Dirigida que não renovou o pedido de concurso PRF para o cargo de agente de nível médio.

14/05/2021 12:02

14/05/2021 12:02

Ao que tudo indica, a realização de um novo concurso PRF para o cargo de agente administrativo não está nos planos da Polícia Rodoviária Federal. A corporação confirmou à Folha Dirigida que não renovou o pedido.

A reportagem questinou à PRF se ela já tinha renovado o pedido enviado em 2020 que está no Ministério da Economia. O órgão policial negou ter feito a solicitação à pasta, como também não disse se pretende fazer.

O prazo que os órgãos federais têm é até o dia 31 de maio. Sem um novo pedido enviado, as chances de autorização para o concurso de nível médio na PRF podem diminuir, já a solicitação anterior pode ser arquivada.

O que joga a favor da corporação é o fato do presidente da República, Jair Bolsonaro, já ter dito diversas vezes que defende convocações para a área da Segurança. Entretanto, a corporação realizou concurso para policiais - que está em andamento.

A Folha Dirigida também entrou em contato com o Ministério da Justiça e da Segurança Pública, que jogou a responsabilidade do envio do pedido para a PRF.

(Foto: Divulgação/PRF)
Concurso da PRF de nível médio depende de aval do Governo
(Foto: Divulgação/PRF)

PRF pedio concurso de nível médio em 2020. Veja!

Embora não tenha renovado, o pedido de concurso de 2020 segue tramitando no Ministério da Economia. Na época, tanto a PRF quanto o Ministério da Justiça e da Segurança Pública confirmaram as informações.

A corporação solicitou aval para preencher 138 vagas no cargo de nível médio

Os interessados no concurso PRF agente administrativo deverão ter apenas o nível médio como requisito de escolaridade para participar da seleção. Além disso, um atrativo é a remuneração. A carreira proporciona um salário atrativo de R$4.022,77, já somado o benefício do auxílio-alimentação de R$458.

A PRF chegou a solicitar concurso para o cargo de nível médio em 2019, também. Na época, foram pedidas 75 vagas. No entanto, a solicitação foi negada pelo Ministério da Economia.

Quand foi o último concurso PRF nível médio?

O último edital de agente administrativo da PRF foi divulgado em 2015. Na época, a organização ficou por conta da Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab).

Os candidatos foram submetidos a duas etapas de avaliação: 

  1. Prova Objetiva;
  2. Investigação Social.

A prova objetiva teve caráter eliminatório e classificatório, com até três horas e meia para responder a 60 questões de múltipla escolha divididas em duas partes:

  • 24 de Conhecimentos Básicos:

Língua Portuguesa (12)
Ética e Conduta Pública (6)
Raciocínio Lógico (6)

  • 36 de Conhecimentos Específicos:

Noções de Direito Constitucional (6)
Noções de Direito Administrativo (6)
Noções de Administração (6)
Noções de Arquivologia (6)
Noções de Informática (6)
Legislação Relativa à PRF (6)

Em 2014, cada questão da parte Específica valia 1,5 ponto, enquanto que na parte de Básica, os itens de Língua Portuguesa contabilizavam 2 pontos e os das demais disciplinas, 1 ponto.

Diretor da PRF falou sobre edital de nível médio

Em 2020, o diretor da Polícia Rodoviária Federal, José Lopes Hott, comentou sobre o edital de nível médio para o agente administrativo. Pelas redes sociais, após diversas perguntas, ele disse que a PRF não trabalha com essa prioridade.

Segundo o diretor, é "mais provável o remanejamento de servidores de carreiras administrativas para atuar na PRF."

A reportagem da FOLHA DIRIGIDA realizou uma entrevista exclusiva com a presidente do Sindicato Nacional dos Servidores Administrativos, Rejane Maria da Rosa.

Segundo a representante da categoria, o pedido realizado com apenas 138 vagas não motiva o sindicato. Segundo ela, é insuficiente perto do que a corporação necessita.

A presidente comentou que atualmente a carência ultrapassa mais de 3 mil servidores, sendo estes ocupados por policiais rodoviários, em desvio de função. Eles realizam atividades administrativas por falta de pessoal.

Rejane Maria disse que, atualmente, o quadro de pessoal da área administrativa é composto por apenas 600 servidores. Este número é assustador, pois reflete uma conta cinco vezes inferior ao quantitativo de servidores em desvio de função.

“Seria mais fácil se a PRF realizasse um concurso para 2 mil vagas de servidores administrativos dos níveis médio e superior, e disponibiliza-se esse mesmo quantitativo de policiais que está em desvio de função para realizar as atividades para as quais foram contratados.”

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...