Concurso PRF 2021: lotado no RJ, policial fala da evolução no CFP

Vai prestar o concurso da PRF? Então confira um panorama de como o policial sai preparado do curso direto para a sua rotina de policial.

14/04/2021 11:17 | Atualizado: 14/04/2021 12:55

14/04/2021 11:17 | Atualizado: 14/04/2021 12:55

A Polícia Rodoviária Federal está prestes a aplicar as etapas de um novo concurso PRF. Uma delas será o curso de formação profissional, o CFP. Mas, como será que o aluno sai da universidade para o campo de atuação?

Vale ressaltar queo curso de formação é a última etapa do concurso e, como todas as outras, pode eliminar se não houver bom rendimento.

Por isso mesmo, os candidatos lutam muito para chegar no curso e cumprem à risca todas as regras e atividades. Afinal, ninguém quer nadar e morrer na praia.

Novo diretor da PRF, Vasques já foi superintendente e secretário

E o curso de formação da PRF está cada vez mais qualificado, inovador e especializado. Tudo isso para fazer com que o aluno saia de lá pronto para exercer as suas atividades. 

Mas, como garantir essas informações? Como funciona o processo? A Folha Dirigida conversou com um representante da corporação que deu mais detalhes desse processo inovador. Entenda a seguir!

(Foto: Divulgação)
Concurso da PRF tem curso de formação voltado à especialização
(Foto: Divulgação)

Superintendente da PRF explica que CFP tem caráter de especialização

Em live realizada pelo Instagram da Folha Dirigida , o professor e Especialista Alexandre Prado conversou com alguns professores e representantes da corporação. Entre eles, André Luiz Azevedo.

Azevedo é chefe do núcleo de apoio técnico da superintendência regional da PRF no Rio de Janeiro.

Prado questionou Azevedo sobre o curso de formação e se o policial sai preparado para exercer qualquer atividade. A resposta foi satisfatória.

"O próximo curso de formação eu posso garantir que ele terá uma sintonia fina e bem mais apurada do que os anteriores, porque vai haver uma adequação do conteúdo teórico para que esse policial ele saia da academia em condições de atuar em qualquer frente que ele se encontrar na condição de policial rodoviário federal - seja na rodovia federal ou seja em uma ação de área de interesse da União", disse.

O representante da PRF também pontua que o objetivo do curso de formação é sempre capacitar e especializar o aluno para que ele já possa atuar no primeiro dia de trabalho.

"Nesse próximo curso, um dos pontos de convergência da formação é preparar o policial para o primeiro dia de trabalho dele. Trabalho esse de rotina. E a gente tem que arranjar uma forma de passar conteúdo para esse agente, conteúdos teóricos e sobretudo também conteúdos práticos, para que a gente possa aproveitar o conhecimento que ele já traz - já que o nível dos candidatos tem sido muito alto."

Representante da PRF destaca nível de excelência da UniPRF

Recentemente, a Polícia Rodoviária Federal teve mudanças na estrutura do seu local de formação. A antiga academia se tornou universidade, onde o ensino é em Florianópolis.

Segundo Azevedo, o nível de excelência que a academia alcançou é muito alto. Ele destaca, ainda, que a formação do candidato se assemelha muito a uma especialização, pois é uma formação prática porém com um viés científico.

"Essa transformação de uma academia para universidade foi sensacional e fundamental. Foi completamente estratégica e pensando na melhor e mais avançada formação do aluno."

Azevedo pontuou que a PRF já está se preparando para o próximo curso de formação, mesmo as etapas estando no início. O representante da PRF enfatiza o dinamismo da corporação.

"Nós temos discutido muito porque o ensino na polícia, o ensino de alunos para a formação policial, ele é muito dinâmico. Até porque o nosso sistema normativo varia muito. Um exemplo disso é a modificação do CTB - praticamente uma reforma do código. Esse dinamismo obriga a gente a toda vez que encerra um curso de formação é preciso saber tudo aquilo que a gente passou para o formando, para o aluno, avaliar aquele primeiro ano dele na atividade e a gente vai aperfeiçoando algumas coisas", explica André.

O que é preciso para ser um PRF?

A carreira é destinada aos candidatos com nível superior em qualquer área. É preciso, ainda, ter carteira nacional de habilitação (CNH) na categoria B ou superior.

A PRF exige que o candidato tenha, na data da matrícula no Curso de Formação Profissional, idade mínima de 18 anos e máxima de 65 anos. Além disso, podem concorrer candidatos de ambos os sexos.

A PRF proporciona remuneração de R$10.357,88, já somada com o auxílio-alimentação de R$458. A carga de trabalho é de 40 horas semanais.

CONCURSO PRF 2021

CARGOVAGAS REMUNERAÇÃO REQUISITOS
Policial rodoviário federal1.500R$10.357,88Nível superior em qualquer área, de 18 a 65 anos e CNH 


A Polícia Rodoviária Federal contrata pelo regime estatutário, que garante a estabilidade empregatícia. De acordo com o edital de abertura, as 1.500 vagas estão distribuídas em:

  • 1.175 para ampla concorrência;
  • 300 para negros; e
  • 75 para pessoas com deficiência (PcD).

Folha Cursos traz preparação para o concurso PRF

Você está pronto para ser aprovado no concurso da Polícia Rodoviária Federal? Então fique ligado nessa novidade:

A Folha Dirigida agora também é Folha Cursos! Por isso, você não tem mais desculpa para reclamar de falta de ajuda e adiar o seu sonho de ser aprovado.

Folha Cursos traz videoaulas, material escrito e questões relacionadas comentadas.

Aqui você encontra todos os cursos e materiais específicos para os concursos PRF e PF 2021!

Curso Intensivo Direto ao Ponto PRF

folha cursos

Por cargo

Por carreira

Gostou da novidade? Clica lá em cima no botão das redes sociais e compartilha essa super oportunidade com os seus amigos. 

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Sobre o concurso

Inscrições Encerradas

PRF - 2021 - Policial Rodoviário

Nacional
Até R$10357,88
Fund...
1500 vagas

Carregando...