Concurso Polícia Penal MG marca escolha da banca; 2.420 vagas

Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais marca escolha da banca do concurso Polícia Penal MG para o dia 25 de maio. Veja!

13/05/2021 07:35 | Atualizado: 13/05/2021 09:25

13/05/2021 07:35 | Atualizado: 13/05/2021 09:25

No próximo dia 25 de maio, às 10h, será iniciada a escolha da banca organizadora do novo concurso Polícia Penal MG com 2.420 vagas. A data foi divulgada em publicação no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais desta quinta-feira, 13.

A definição da banca será realizada por meio de pregão eletrônico. A organizadora ficará responsável pelos serviços de planejamento, formulação de questões, operacionalização, logística e execução de concurso.

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais abrirá 2.420 vagas de policiais penais (agentes penitenciários). A carreira exige apenas o ensino médio completo.

A remuneração inicial é de R$4.631.24 para jornada de trabalho de 40 horas por semana. 

Agentes penitenciários em Minas Gerais
Concurso Polícia Penal MG terá mais de 2 mil vagas
(Foto: Divulgação)

Os aprovados também terão direito benefícios previstos em lei, como alimentação no local de trabalho, auxílio fardamento, ADE (Adicional de Desempenho) etc. 

No mês de março, o titular da Secretaria de Segurança de Minas Gerais, Rogério Greco, revelou que os trâmites avançam para que o edital seja publicado o mais rápido possível.

“Desde que eu cheguei a gente tem uma previsão de (contratar), pelo menos, 2.400 policiais penais.(...) A gente já está agilizando ao máximo para que esse concurso aconteça o mais rápido possível. É interesse nosso, é interesse da Administração que esse concurso aconteça logo”, disse Greco em entrevista ao jornal Hoje em Dia.

O secretário de Segurança ainda explicou que a máquina administrativa exige uma série de trâmites para que o concurso seja aberto com segurança e dentro da lei. Por esse motivo, levam alguns meses até a efetiva divulgação do edital.

Deputados cobram prazo para o concurso Polícia Penal MG

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (AL MG) aprovou, no dia 4 de maio, o requerimento nº 6.385/2020, que solicita informações sobre a previsão do novo concurso Polícia Penal MG (antigo cargo de agente penitenciário).

O Estado tinha o prazo até 5 de fevereiro para substituir os atuais agentes temporários por efetivos, por meio de concurso público. Porém, isso ainda não foi feito.

O requerimento, aprovado pelos deputados, propõe que seja enviado ao secretário de Estado de Planejamento de Gestão e ao secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública pedido sobre atualizações a respeito do próximo concurso.

Vale destacar que alguns dos passos mais importantes rumo ao concurso Polícia Penal MG já foram dados: a autorização, que confirma a realização do processo seletivo, e formação da comissão, que é responsável por todos os preparativos.

Agora, a seleção está na etapa de escolha da banca organizadora. 

Além da Polícia Penal, a Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais prepara outros concursos para ingresso nos cargos de auxiliar educacional e agente socioeducativo. O edital para auxiliar educacional já foi publicado. Veja os detalhes!

Com a proximidade do novo concurso, os interessados devem começar a preparação o quanto antes. Isso porque os estudos antecipados podem representar um diferencial diante da concorrência. 

Você sabia que a Folha Dirigida também tem cursos preparatórios? A Folha Cursos traz videoaulas exclusivas, apostilas e questões comentadas para te ajudar no caminho até a aprovação. 

Conheça os cursos e comece já seus estudos!

Último concurso para a carreira foi realizado em 2018

O último edital para agentes penitenciários de Minas Gerais (atuais policiais penais) foi divulgado em 2018. A oferta foi de 4 mil vagas temporárias.

Já para ingresso de efetivos, o último concurso ocorreu em 2013. Ambos os processos foram organizados pelo IBFC – Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação.

As fases de seleção foram praticamente as mesmas, com exceção da redação, do teste físico e dos exames médicos, que foram etapas apenas do processo para efetivos. 

No concurso para temporários os candidatos foram avaliados pelas seguintes fases:

1ª etapa: Prova Objetiva e Análise de Títulos;
2ª etapa: Avaliação Psicológica;
3ª etapa: Comprovação de Idoneidade e Conduta Ilibada (Investigação Social);
4ª etapa: Curso Introdutório.

Já no concurso para efetivos, em 2013, foram seis etapas no total:

1ª etapa: Prova Objetiva e redação;
2ª etapa: Prova de Condicionamento Físico por Testes Específicos;
3ª etapa: Avaliação Psicológica;
4ª etapa: Comprovação de Idoneidade e Conduta Ilibada (Investigação Social);
5ª etapa: Exames Médicos;
6ª etapas: Curso Introdutório.

Uma novidade na avaliação do próximo concurso Polícia Penal MG é que o curso de formação, a última etapa, será realizado pelo próprio Estado e não pela banca organizadora contratada, como no edital anterior. 

O treinamento dos candidatos será responsabilidade da nova Academia da Polícia Penal (APP). A informação foi anunciada pela própria Secretaria de Segurança do Estado.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...