Concurso Polícia Penal MG: projeto básico revela etapas e disciplinas

Projeto básico do concurso Polícia Penal MG é divulgado e traz dados sobre vagas, etapas e disciplinas de prova. Confira!

13/05/2021 16:37 | Atualizado: 08/06/2021 17:11

13/05/2021 16:37 | Atualizado: 08/06/2021 17:11

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais prepara novo concurso com 2.420 vagas para policiais penais (agentes penitenciários). Nesta quinta-feira, 13, foi divulgado o projeto básico da seleção, ao qual Folha Dirigida teve acesso.

O documento traz informações sobre as etapas de seleção e as disciplinas que serão cobradas nas provas. O projeto básico ainda especifica a distribuição das oportunidades.

Das 2.420 chances previstas, 242 serão para pessoas com deficiência. Haverá ainda uma divisão entre homens e mulheres. 

O concurso Polícia Penal MG será geral, ou seja, as oportunidades serão distribuídas exclusivamente por quadro setorial e as nomeações ocorrerão à critério da Administração Pública, podendo o aprovado ser nomeado para qualquer uma das unidades prisionais do estado.

A estimativa é que o processo seletivo atraia mais de 65 mil inscritos. A carreira policial penal/agente de segurança penitenciário exige apenas o ensino médio completo e idade mínima de 18 anos.

Concurso terá mais de 2 mil vagas para policial penal em Minas
Gerais (Foto: Segurança MG)

Os salários iniciais são de R$4.631,25 para jornada de trabalho de 40 horas por semana. Esse período poderá ser cumprido em escala de plantão, de acordo com a necessidade do trabalho.

Concurso PP MG: provas terão 60 questões objetivas

Os candidatos serão avaliados, primeiro, por provas objetivas e de redação, com duração de cinco horas. Os exames serão compostos por 60 questões, distribuídas da seguinte forma:

  • Língua Portuguesa – 10 questões;
  • Informática Base – 5 questões;
  • Noções de Direito – 10 questões;
  • Direitos Humanos – 10 questões;
  • Legislação Especial – 20 questões;
  • Raciocínio Lógico – 5 questões.

Será classificado quem conseguir o mínimo de 60% do total de pontos atribuídos na prova objetiva e mínimo de 40% em cada disciplina. Já a redação será sobre tema fornecido no momento da aplicação, com 20 a 30 linhas.

Conforme o projeto básico, serão corrigidas as redações dos candidatos que alcançarem a pontuação mínima e que estejam dentro do limite equivalente a cinco vezes o número de vagas do concurso. 

Os exames serão aplicados nas cidades de: Belo Horizonte, Contagem, Vespasiano, Juiz de Fora, Uberaba, Lavras, Divinópolis, Governador Valadares, Uberlândia, Patos de Minas, Montes Claros, Ipatinga, Barbacena, Curvelo, Teófilo Otoni, Unaí, Pouso Alegre, Poços de Caldas, Sete Lagos.

O candidato poderá escolher o local de aplicação dos exames no ato da inscrição.  

Outras etapas serão cobradas no concurso Polícia Penal MG

O concurso Polícia Penal MG ainda será composto pelas fases de: prova de aptidão psicológica e psicotécnica; exames médicos; prova de condicionamento físico; comprovação de idoneidade e conduta ilibada (investigação social); curso de formação técnico-profissional.

A prova de aptidão física exigirá os exercícios a seguir:

  • Teste de flexão em barra fixa;
  • Teste de flexão abdominal;
  • Teste de impulsão horizontal;
  • Teste de flexão de braços no solo;
  • Teste de corrida de 12 minutos.

Por último, os classificados em todas as etapas serão convocados para o curso de formação. A previsão é que ocorram duas chamadas para o curso. A primeira contará com os classificados entre a 1ª e a 1.249ª posição. Já a segunda turma será composta pelos aprovados na 1.250ª a 2.497ª colocação.

Você sabia que a Folha Dirigida também tem cursos preparatórios? A Folha Cursos traz videoaulas exclusivas, apostilas e questões comentadas para te ajudar no caminho até a aprovação. 

Conheça os cursos e comece já seus estudos!

Concurso Polícia Penal MG: escolha da banca será dia 25

No próximo dia 25 de maio, às 10h, será iniciada a escolha da banca organizadora do novo concurso Polícia Penal MG com 2.420 vagas. A data foi anunciada em publicação no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais desta quinta-feira, 13.

A definição da banca será realizada por meio de pregão eletrônico. Dois processos serão realizados: um para escolher a instituição responsável pelas cinco primeiras etapas do concurso e outro para aplicação do curso de formação.

Após a contratação da banca, a instituição terá até 20 dias corridos para elaborar o edital e validar junto à Secretaria de Justiça e Segurança Pública.

No mês de março, o titular da Secretaria de Segurança de Minas Gerais, Rogério Greco, revelou que os trâmites avançam para que o edital seja publicado o mais rápido possível.

“Desde que eu cheguei a gente tem uma previsão de (contratar), pelo menos, 2.400 policiais penais.(...) A gente já está agilizando ao máximo para que esse concurso aconteça o mais rápido possível. É interesse nosso, é interesse da Administração que esse concurso aconteça logo”, disse Greco em entrevista ao jornal Hoje em Dia.

O secretário de Segurança ainda explicou que a máquina administrativa exige uma série de trâmites para que o concurso seja aberto com segurança e dentro da lei. Por esse motivo, levam alguns meses até a efetiva divulgação do edital.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...