Concurso Polícia Penal MG: veja 21 perguntas e respostas

Folha Dirigida traz as respostas para as 21 principais dúvidas sobre o novo concurso Polícia Penal MG. Veja a seguir!

21/10/2021 06:14

21/10/2021 06:14

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais abriu um novo concurso para a Polícia Penal com 2.420 vagas. Folha Dirigida reuniu as principais dúvidas sobre a seleção. Confira as respostas a seguir:

Qual a distribuição das vagas?

Todas as 2.420 vagas do concurso são para policial penal (antigo agente penitenciário). Ao todo, são 1.944 chances para o sexo masculino e 476 para o sexo feminino.

Há reserva para pessoas com deficiência. Veja a distribuição:

Sexo masculino1.944 vagas1.750 vagas para ampla concorrência
194 vagas para pessoas com deficiência
Sexo feminino476 vagas428 vagas para ampla concorrência
48 vagas para pessoas com deficiência

Qual o prazo de inscrição do concurso Polícia Penal MG?

As inscrições serão abertas no dia 22 de outubro, pelo  site do Instituto Selecon , organizador da seleção. Os interessados poderão concluir o processo até o dia 21 de novembro. 

Qual a taxa de inscrição do concurso?

A taxa de inscrição será de R$49,16. O pagamento poderá ser efetuado até 22 de novembro.

Haverá possibilidade de isenção da taxa?

Sim. Poderão solicitar a isenção da taxa: membros de família de baixa renda, inscritos no programa CadÚnico. Quem se enquadrar em uma dessas condições deverá completar requerimento específico até 21 de outubro, pelo portal do Instituto Selecon. 

Além de enviar os documentos comprobatórios das condições. A banca organizadora do concurso analisará as documentações e divulgará, no dia 3 de novembro, o resultado preliminar dos pedidos de isenção.

Quais são os requisitos para ser um policial penal?

A carreira de policial penal tem como requisitos: o nível médio completo e idade mínima de 18 anos na data da posse. 

Concurso tem limite de idade e altura mínima?

Não há limite de idade máxima e altura. O exigido é ter, pelo menos, 18 anos.

O cargo exige Carteira de Habilitação?

Não. A carreira não tem exigência de Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Quanto ganha um policial penal de Minas Gerais?

As remunerações, em início de carreira, são de R$4.631,25, para jornada de trabalho de 40 horas por semana. O período poderá ser cumprido em escala de plantão, conforme a necessidade do trabalho.

Policiais Penais em formação
Policiais penais de Minas Gerais recebem inicialmente
R$4,6 mil por mês (Foto: Divulgação)

Quem é de outro estado pode se inscrever?

Sim. Pessoas que não moram no estado de Minas Gerais podem se inscrever no concurso. No entanto, os custos para deslocamento e hospedagem para as provas serão do próprio candidato.

Quais serão as etapas do concurso?

O concurso Polícia Penal MG será composto por seis etapas: provas objetivas e de redação; avaliações de aptidão psicológica e psicotécnica; exames médicos; prova de condicionamento físico; comprovação de idoneidade e conduta ilibada (investigação social); curso de formação técnico-profissional.

Quando serão as provas objetivas e de redação?

As provas objetivas e de redação serão realizadas no mesmo dia: 16 de janeiro de 2022.

Quais serão os locais de prova do concurso Polícia Penal MG?

No ato da inscrição será preciso optar pelo local de realização das provas objetivas e de redação nos seguintes municípios: Barbacena, Belo Horizonte, Curvelo, Divinópolis, Ipatinga, Governador Valadares, Juiz de Fora, Lavras, Montes Claros, Patos de Minas, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Teófilo Otoni, Uberaba, Uberlândia e Unaí.

O que será cobrado nas avaliações objetivas e discursivas?

Durante cinco horas, os concorrentes deverão responder a 60 questões, distribuídas da seguinte forma:

  • Língua Portuguesa:10 questões;
  • Informática Base: 5 questões;
  • Noções de Direito: 10 questões;
  • Direitos Humanos: 10 questões;
  • Legislação Especial: 20 questões;
  • Raciocínio Lógico: 5 questões.

Ainda será preciso elaborar uma redação de 20 a 30 linhas.

Como estudar para o concurso Polícia Penal MG?

A indicalçao de estudos para o concurso é mesclar teoria e resolução de exercícios. O recomendado também é assistir a aulas de especialistas.

Você sabia que a Folha Dirigida também tem curso preparatório para ingresso na Polícia Penal de Minas Gerais? 

A Folha Cursos traz videoaulas exclusivas, material de apoio e questões comentadas para te ajudar no caminho até a aprovação.

Estude para o concurso Polícia Penal MG com a Folha Cursos!

Como será o teste de aptidão física (TAF)?

A prova de condicionamento físico será de 22 de junho a 8 de julho de 2022 e exigirá os exercícios a seguir:

  • Teste de flexão em barra fixa (para o sexo masculino) e teste estático de barra fixa (para o sexo feminino);
  • Teste de flexão abdominal;
  • Teste de impulsão horizontal;
  • Teste de flexão de braços no solo;
  • Teste de corrida de 12 minutos.

Grávidas podem participar do concurso?

De acordo com edital, as gestantes poderão participar do concurso. Para elas será permitido realizar a Prova de Condicionamento Físico em outro período, de modo a respeitar o seu estado gravídico e permitir-lhe concorrer em condições de igualdade com os demais candidatos.

O adiamento da Prova física, porém, não poderá ser por prazo inferior a seis meses e superior a 12 meses após o parto.

A candidata gestante que optar pelo adiamento da Prova de Condicionamento Físico deverá apresentar, no ato de convocação para a 4ª etapa do concurso, requerimento e atestado médico acompanhado de resultado de exame pelo e-mail [email protected] .

Concurso Polícia Penal MG terá excedentes?

O concurso não terá formação de cadastro de reserva ou chamada de excedentes. A informação foi passada pela superintendente Educacional de Segurança Pública do Estado, Roberta Corrêa, em entrevista à Folha Dirigida:

“Não teremos cadastro de reserva. Serão as 2.420 vagas. Estudem para passar nesse quantitativo”, assegurou Roberta Corrêa.

Quando será iniciado o curso de formação?

O curso de formação é uma etapa do concurso, de caráter eliminatório e classificatório. De acordo com Roberto Corrêa, o início do curso de formação está previsto para outubro de 2022, logo após a divulgação dos resultados da quinta etapa do concurso.

“Imediatamente após o resultado da 5ª etapa já teremos a convocação para o curso de formação. A ideia é que se inicie no final do mês de outubro”, confirmou a superintendente Educacional de Segurança Pública de Minas Gerais.

Qual será a duração do curso de formação?

O curso terá duração de quatro meses de formação e novas disciplinas. Os alunos terão aulas, por exemplo, de defesa pessoal e tiro.

“Nós traçamos um perfil profissiográfico para identificar quais são as competências para que o policial execute bem suas atividades. A partir desse perfil, construímos esse curso de formação. Será um curso focado nos Direitos Humanos, na parte operacional, teremos defesa pessoal, teremos tiro”.

O curso será realizado de forma semipresencial, com aulas presenciais e à distância, de segunda-feira a sábado. Durante o período de formação, o candidato receberá uma bolsa de 50% do vencimento inicial da carreira.

A tendência é que o curso de formação ocorra em Belo Horizonte. Mas, caso exista uma necessidade logística, é possível que as aulas ocorram também na Região Metropolitana.

Quando será a posse dos aprovados no concurso?

Segundo a superintendente, a posse dos aprovados está prevista para o ano de 2023. “A expectativa é que a posse desses servidores ocorra no começo de 2023”, disse.

Como é feita a escolha da lotação pelos policiais penais?

A escolha da lotação só será feita depois do curso de formação, de acordo com a classificação dos candidatos. Ou seja, quem tiver as melhores notas terá o direito de escolher primeiro os locais e unidades penitenciárias.

Questionada sobre os locais com maior demanda de policiais penais, a superintendente Educacional de Segurança Pública de Minas Gerais disse que só tem condições de saber o número exato de vagas nas unidades próximo da homologação do concurso.

“É feito um estudo da secretaria de necessidade em cada unidade além de um edital de remoção interna”.

Os aprovados terão direito ao porte de armas?

Os policiais penais terão direito ao porte de armas. Uma vez que possuem nomenclatura e atribuições de policiais. Antes, esses profissionais eram denominados como agentes penitenciários.

Os demais detalhes a respeito do porte de armas serão estabelecidos na lei que regulamenta a carreira, que ainda está em elaboração. 

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...