Concurso PF tem provas adiadas para 23 de maio. Veja novas datas
Na reta final para a aplicação das provas do concurso PF, Cebraspe divulga nova data dos exames. Confira!
11/03/2021 12:01 | Atualizado: 12/03/2021 17:23
11/03/2021 12:01 | Atualizado: 12/03/2021 17:23

Foram adiadas as provas objetivas do concurso PF 2021! Após rumores sobre uma possível suspensão, o Cebraspe divulgou nesta quinta-feira, 11, o documento oficial remarcando os exames da Polícia Federal. 

De acordo com a publicação, agora, os candidatos serão avaliados no dia 23 de maio deste ano. Além disso, os locais de prova estarão disponíveis para consulta na data provável 14 de maio

Com mais de 400 mil inscritos, a seleção aplicaria provas ainda este mês, no dia 21 de março. O restante do cronograma será definido e divulgado em um momento oportuno.

Agora, os candidatos terão mais alguns meses de preparação pela frente. Pensando nisso, aproveite para acompanhar esta matéria e ficar por dentro do edital!

    Concurso PF adia provas para maio (Foto: Divulgação)
    Concurso PF adia provas para maio
    (Foto: Divulgação)

    Veja como serão as provas do concurso PF 2021

    Após um período de incerteza sobre a data mais esperada do concurso PF, as provas foram remarcadas oficialmente. Agora, os candidatos farão as provas objetiva e discursiva da Polícia Federal no dia 23 de maio de 2021

    Mesmo com a nova data, ainda não é possível saber os turnos de aplicação. De acordo com o Cebraspe, no dia 14 de maio será divulgado o edital com os horários e locais de realização dos exames

    Incialmente, para agente, escrivão e papiloscopista as avaliações seriam no turno da tarde. A duração será de quatro horas e 30 minutos.

    Já para delegado, as avaliações aconteceriam pela manhã (prova objetiva, com três horas e 30 minutos de duração) e à tarde (discursiva, com cinco horas de duração).

    Os exames serão aplicados nas 26 capitais,  além do Distrito Federal, podendo ter novos locais de acordo com a demanda de inscritos.

    A Polícia Federal e o Cebraspe devem realizar um esquema especializado para a aplicação desses exames, muito por conta da pandemia do novo Coronavírus.

    Essa primeira fase terá caráter eliminatório e classificatório. Todos os cargos terão provas aplicadas no mesmo dia e horário.

    A prova objetiva será composta por 120 questões, contendo disciplinas de Conhecimentos Gerais e Específicos, que variam de acordo com cada cargo.

    Você já conhece os cursos preparatórios da Folha Cursos para o concurso PF? 

    A prova será no estilo Certo ou Errado, tradicional do Cebraspe. Para agente, escrivão e papiloscopista a avaliação será dividida por três blocos da seguinte forma:

    Prova objetiva do agente:

    Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

    Bloco II, com 36 questões: Informática

    Bloco III, com 24 questões: Contabilidade Geral

      Prova objetiva do escrivão:

      Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

      Bloco II, com 36 questões: Informática

      Bloco III, com 24 questões: Contabilidade Geral e Arquivologia

      Prova objetiva do papiloscopista:

      Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

      Bloco II, com 36 questões: Informática.

      Bloco III, com 24 questões: Biologia, Física e Química.

      + Concursos PF e PRF 2021: como estudar Língua Portuguesa? Veja dicas!

      Será aprovado na objetiva do agente, escrivão e papiloscopista o candidato que obtiver pelo menos 48 pontos na prova, além de, no mínimo, seis pontos no bloco I, três no bloco II e dois no bloco III. 

      Para o delegado serão 120 questões objetivas de Direito Administrativo Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Empresarial, Direito Internacional Público e Cooperação Internacional, Direito Penal, Direito Processual Penal, Criminologia, Direito Previdenciário, Direito Financeiro e Tributário. 

      Será aprovado na objetiva do delegado o candidato que obtiver pelo menos 48 pontos na prova. O resultado da avaliação objetiva está previsto para 9 de abril.

      O exame discursivo também vai variar de acordo com a carreira. Todos os cargos, exceto o delegado, realizarão um texto dissertativo de no máximo 30 linhas. O delegado, por sua vez, terá pela frente três questões dissertativas e a elaboração de peça profissional.

      Concurso PF deve ter tido mais de 400 mil inscritos

      O Cebraspe ainda não confirmou com quantos inscritos fechou o concurso da PF. Mas, no último dia 12 de fevereiro, o presidente da República, Jair Bolsonaro, informou que foram mais de 450 mil concorrentes.

      Em live, ao comentar sobre atividades da corporação, o presidente disse:

      “Encerraram, agora, as inscrições para 2.000 vagas na Polícia Federal. 450 mil pessoas se inscreveram."

      O número, porém, deve sofrer uma queda, pois foi dado antes do limite dado para pagamento das taxas de inscrição. Nem sempre todos que se inscrevem realizam o pagamento.

      O que precisa ter para concorrer no próximo concurso PF?

      CarreiraRequisitosRemuneração 
      AgenteNível superior em qualquer área + CNHR$12.980,50
      EscrivãoNível superior em qualquer área + CNHR$12.980,50
      PapiloscopistaNível superior em qualquer área + CNHR$12.980,50
      DelegadoNível superior em Direito, experiência de três anos + CNH R$24.150,74

       

      Quer receber novidades sobre concursos?
      Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!
      Newsletter
      Carregando...