Mais candidatos são eliminados do concurso PF por não se matricularem

Concurso PF ofertou 500 vagas de nível superior para os cargos de agente, escrivão, delegado, perito e papiloscopista.

17/11/2020 10:55 | Atualizado: 17/11/2020 11:10

Por: Natalia Fuly

17/11/2020 10:55 | Atualizado: 17/11/2020 11:10 - Por: Natalia Fuly

A Polícia Federal divulgou a lista de candidatos eliminados do concurso público PF 2018, por não terem efetivado a matrícula no Curso de Formação Profissional (CFP).  

A decisão foi divulgada por meio de um edital assinado pela Diretora de Gestão de Pessoal, Cecília Silva Franco. O documento foi publicado no Diário Oficial da União, desta terça-feira, 17 de novembro. 
 

Mais candidatos são eliminados do concurso PF por não se matricularem (Foto: Agência Brasil)
Mais candidatos são eliminados do concurso PF
por não se matricularem (Foto: Agência Brasil)


O concurso, aberto pelo Edital nº 1 - DGP/PF, de 14 de junho de 2018, ofertou vagas para os cargos de Delegado de Polícia Federal, de Perito Criminal Federal, de Agente de Polícia Federal, de Escrivão de Polícia Federal e de Papiloscopista Policial Federal.

Para conferir a relação completa dos concorrentes que estão fora da seleção, clique no botão abaixo para acessar o edital:

 

Ganhos iniciais da seleção chegaram a R$23,1 mil para delegado

Realizado em 2018 pela Polícia Federal, o concurso PF 2018 ofereceu 500 oportunidades de nível superior para os cargos de agente, escrivão, delegado, perito e papiloscopista. Houve também reserva de vagas para deficientes (27) e negros (100).

Os profissionais contratados tem salários iniciais que chegam a R$23.130, para uma jornada de trabalho de 40 horas por semana.

A maior parte das vagas foi para a carreira de agente, com 180 chances. Puderam realizar inscrição graduados em qualquer área ou curso de tecnólogo mais carteira nacional de habilitação na categoria B ou superior.

O vencimento inicial para a função foi de R$12.441,26 mensais, podendo chegar a R$12.980,50 no ano seguinte.

​Para o cargo de delegado foram 150 oportunidades para graduados em Direito, com experiência jurídica ou policial de três anos, além de CNH na categoria B ou superior. O rendimento inicial foi de R$23.130,48, podendo passar para R$24.150,74 no segundo ano.

Para escrivão o concurso ofertou 80 vagas, para graduados em qualquer área ou com curso de tecnólogo mais CNH B ou superior. Os iniciais foram de R$12.441,26, podendo chegar a R$12.980,50 em 2018.
 


Os inscritos ao cargo de perito concorreram a 60 chances em diversas áreas. Os pré-requisitos foram graduação nas áreas específicas, além de CNH na mesma categoria das demais funções. Os salários iniciais foram de R$23.130,48, podendo alcançar R$24.150,74 no ano seguinte.

E para a função de papiloscopista foram 30 vagas. A carreira exigiu graduação em qualquer área ou curso de tecnólogo mais carteira nacional de habilitação na categoria B ou superior. As remunerações iniciais foram de R$12.441,26, chegando a R$12.980,50 no segundo ano.  

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...