Concurso PF: presidente da Fenapef prevê edital e provas até junho

O concurso PF está autorizado oficialmente. Folha Dirigida Entrevistou Luis Boudens, presidente da Fenapef, que falou sobre vagas e edital.

10/12/2020 09:31 | Atualizado: 21/12/2020 11:11

10/12/2020 09:31 | Atualizado: 21/12/2020 11:11

O concurso PF está autorizado oficialmente. O aval, assinado pelo diretor-geral, Rolando Alexandre, é para 1.500 vagas. A Folha Dirigida conversou na manhã desta quinta-feira, 10, com o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Luís Boudens, que falou sobre vagas e edital.

Presidente da Fenapef, Boudens em tom de otimismo e alegria comemora a autorização e revela que foi uma luta travada pela direção-geral, em conjunto com a Fenapef e demais categorias.

Confira a entrevista completa com Luís Boudens

Segundo ele, a redução de 2 mil para 1.500 vagas não assusta. Ele revela que era um dos principais entraves e motivo da demora por parte da equipe econômica, garantindo que impacta diretamente na questão orçamentária.

Questionado sobre o fato das 2 mil vagas terem sido uma confirmação recorrente por parte de Jair Bolsonaro, Boudens comenta que provavelmente o presidente usou desse argumento para pressionar o Ministério da Economia - mas sabendo que poderia não ser aprovado em sua totalidade.

"Você pede 2 mil, mas sabendo que podem ser autorizadas 1.500, por exemplo. Conhecendo o presidente, ele deve ter feito isso como uma forma de pressão", disse Boudens.

Confira a distribuição das 1.500 vagas do concurso PF:

  • agente de polícia - 893 vagas
  • delegado de polícia - 123 vagas
  • escrivão de polícia - 400 vagas; e
  • papiloscopista policial federal - 84 vagas.

Edital e provas do concurso PF no primeiro semestre de 2021

O presidente da Fenapef ainda comentou sobre o calendário do concurso a partir de agora. Para quem não lembra, a corporação tinha um cronograma sugestivo, que foi enviado à Economia junto com o pedido do concurso, sendo ele:

  • Assinatura do contrato com a organizadora: 23 de novembro de 2020
  • Publicação de edital: 08 dezembro de 2020
  • Aplicação das provas objetivas e discursivas: 11 de abril de 2021
  • Teste de Aptidão Física: 12 a 13 de junho de 2021
  • Aplicação do exame médico: 17 e 18 de julho de 2021
  • Prova de digitação: 22 de agosto de 2021
  • Avaliação psicológica: 26 de setembro de 2021
  • Heteroidentificação de candidatos negros: 31 de outubro de 2021
  • Avaliação de títulos: 22 a 26 de novembro de 2021
  • Resultado final: 21 de dezembro de 2021
  • 1º Curso de Formação: janeiro de 2022
  • 2º Curso de Formação: julho de 2022

Mas, pelo que já pode notar nas datas dos primeiros eventos, a corporação não conseguirá cumpri-las. Com o aval se confirmando depois do dia 9, mas ainda sem portaria publicada no Diário Oficial da União, não foi possível ter edital em 8 de dezembro.

Segundo Boudens, todo o cronograma precisará ser reajustado. Ele afirma que a corporação deve trabalhar a partir de agora de forma ainda mais incessante, prevendo possíveis atrasos.

A expectativa, segundo ele, é para que o edital saia no início do primeiro semestre de 2021, para que as inscrições sejam abertas em seguida. Ele também prevê aplicação das provas durante esse período.

Mas, sobre a aplicação das provas, o Boudens foi ainda mais cauteloso. Isso por um motivo: a pandemia do novo Coronavírus. O presidente da Fenapef pede cautela dos candidatos, pois a preocupação com uma possível nova onda pode, sim, atrasar de alguma forma o futuro cronograma.

(Foto: Divulgação)
Presidente da Fenapef comenta aval do concurso e prevê edital
(Foto: Divulgação)

Bolsonaro confirma que edital do concurso PF está sendo finalizado

Uma notícia importante para os candidatos é que o próprio presidente da República, Jair Bolsonaro, já disse que o edital está sendo confeccionado. Logo, nas próximas semanas a banca deverá ser contratada e o edital sai em seguida.

No início deste mês, Bolsonaro disse em seu discurso na cerimônia de formatura dos aprovados nos concursos da Polícia Federal de 2018 que o edital estaria em finalização.

"Conseguimos também, junto ao ministro da Economia, a oportunidade de mais 2 mil vagas para o ano que vem. Estamos ultimando a confecção do edital de modo que, o mais rapidamente possível, possamos ter esse efetivo a mais para somar a vocês para combater o crime organizado em nosso país", disse Bolsonaro.

Ele também disse, recentemente, que os editais estão prontos. Em live semanal realizada por meio de canal do YouTube, o presidente respondeu a perguntas e falou sobre ações de seu governo.

curso para PF

Logo de início, nos primeiros minutos de transmissão, ele declarou:

“Não é por causa disso apenas. É por outras questões que o governo federal autorizou, os editais estão prontos já. No ano que vem, abriremos vagas para 2.000 policiais federais e 2.000 policiais rodoviários federais. Isso é investimento porque, só no que se aprende em bens e valores, dá para pagar várias folhas da PF. Em especial, de maio para cá, a PF tem feito um trabalho cada vez mais profícuo”, disse o presidente.

Com isso, tudo leva a crer que os preparativos internos de ambas as corporações estão bem adiantados e completamente alinhados com o Governo Federal, bem como o Ministério da Economia.

O que precisa ter para concorrer no concurso PF?

CarreiraRequisitosRemuneração 
AgenteNível superior em qualquer + CNHR$12.441,26
EscrivãoNível superior em qualquer + CNHR$12.441,26
PapiloscopistaNível superior em qualquer + CNHR$12.441,26
DelegadoNível superior em Direito, experiência de três anos + CNH R$23.130,48


Confira o material de preparação da FOLHA DIRIGIDA e comece já os estudos para o concurso!

✔ E-books 
✔ Provas para download
✔ Artigos sobre concursos
✔ Editais verticalizados
✔ Vídeos com dicas

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...