Concurso PF: área Policial acumula 3,6 mil cargos vagos

Com concurso PF em andamento, o número de cargos vagos só cresce. Já são mais de 3,6 mil vacâncias na área Policial. Veja os detalhes!

22/11/2021 09:14 | Atualizado: 23/11/2021 07:32

Por: Mateus Carvalho

22/11/2021 09:14 | Atualizado: 23/11/2021 07:32 - Por: Mateus Carvalho

A Polícia Federal está com edital de concurso PF em andamento, que deve proporcionar muitas convocações. No entanto, o número de vacâncias ainda é grande e só vem crescendo no decorrer dos meses.

Um levantamento feito pela própria Polícia Federal, em resposta ao SindPF SP (Sindicato dos Delegados de Polícia Federal no Estado de São Paulo), indica que existem 3.676 cargos vagos no quadro da corporação.

Este número representa cerca de 25% do efetivo que a corporação pode ter de acordo com a lei. Com o atual concurso, uma boa parte deste déficit deve ser preenchido, mas ainda restarão vacâncias.

Veja a seguir o quantitativo de cargos vagos por cargo da área policial:

  • Agente - 2.216 cargos vagos;
  • Escrivão - 926 cargos vagos;
  • Delegado - 412 cargos vagos; 
  • Papiloscopista - 92 cargos vagos; e
  • Perito - 30 cargos vagos.

Vale ressaltar que o perito foi o único dos cinco cargos a não ser contemplado no atual concurso. Por isso, as vacâncias não serão supridas. Além disso, o sindicato luta pela criação de mais cargos.

Já conhece o Clube da Folha? Venha fazer parte deste grupo e contar com diversos benefícios!

seja um membro do clube da folha

Bolsonaro sinaliza chamar mais aprovados do concurso PF

Embora o edital de abertura do concurso PF tenha trazido apenas 1.500 vagas efetivas, desde o início o presidente Jair Bolsonaro sinalizou pela chamada de excedentes. Inicialmente, a previsão era contar com 500 a mais, totalizando 2 mil nomeados.

Agora, com bastante candidato aprovado e aguardando convocação para o curso de formação, o presidente da República não descarta chamar 3 mil candidatos.

Caso isso aconteça, ajudaria a suprir grande parte do déficit atual. Para isso, seria preciso um decreto presidencial para autorizar essa chamada extra. Mas, mesmo assim não seriam todos os aprovados convocados.

Acontece é que a comissão de aprovados luta para zerar a lista e chamar todos os excedentes. Entretanto, estão esbarrando em uma cláusula do edital que tem eliminado quem está acima do dobro do número de vagas.

De acordo com o grupo, mais de 900 aprovados já aptos em todas as fases do concurso ficariam pelo meio do caminho. Se esse item do edital for retirado, é possível que a Polícia Federal tenha o seu efetivo preenchido em totalidade.

"Nós pedimos uma autorização da Economia para chamar até 100% do número de vagas. O que está muito difícil de superar é chamar mais de 100%. Fizemos um concurso para 1.500 vagas, chamar até 3 mil é muito viável, agora mais que isso é muito díficil pela Economia e pela Legislação também", explicou o ministro Paulo Guedes à Bolsonaro. 

Fachada da Polícia Federal
Concurso da PF pode ter efetivo recorde com chamada de aprovados
(Foto: Divulgação)

Concurso PF 2021 está nas última fases

Publicado em janeiro deste ano, o edital do concurso PF trouxe 1.500 vagas, sendo todas de nível superior. A distribuição pelos cargos foi a seguinte:

  • Agente de polícia  - 893 vagas
  • Escrivão de polícia  - 400 vagas;
  • Papiloscopista policial federal  - 84 vagas;
  • Delegado de polícia  - 123 vagas.

As vagas oferecidas são em formato nacional, ou seja, sem distribuição por regiões. 

O concurso PF está nas últimas fases de avaliação. Foram realizados as provas oral e de digitação, para concorrentes a delegado e escrivão, respectivamente. 

Cebraspe já divulgou as datas do CFP

O Cebraspe, banca organizadora, divulgou um comunicado recente informando as datas do curso de formação:

O Curso de Formação Profissional será realizado pela Academia Nacional de Polícia, no Distrito Federal, exigindo-se do aluno tempo integral, com frequência obrigatória e dedicação exclusiva, podendo ser desenvolvidas atividades, a critério da Administração, em qualquer Unidade da Federação, nos seguintes períodos prováveis:
  • Agente de Polícia Federal, primeira turma, de 15 de outubro de 2021 a 22 de dezembro de 2021;
  • Agente de Polícia Federal, segunda turma, de 21 de fevereiro de 2022 a 13 de maio de 2022;
  • Escrivão de Polícia Federal e Papiloscopista Policial Federal, de 21 de fevereiro de 2022 a 13 de maio de 2022;
  • Delegado de Polícia Federal, de 13 de junho de 2022 a 2 de setembro de 2022.

Folha Cursos

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...