Secretário reconhece déficit e retomará concurso Polícia Civil-RJ

Em sua posse, o secretário de Polícia Civil do RJ reconheceu o déficit de agentes e anunciou a nomeação de 180 oficiais de cartório.

03/01/2019 16:18 | Atualizado: 18/01/2019 11:32

03/01/2019 16:18 | Atualizado: 18/01/2019 11:32

Nesta quinta-feira, 3, ocorreu a posse do novo secretário de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, Marcus Vinicius de Almeida Braga. Durante a cerimônia, ele reconheceu que os 8 mil agentes que compõem a corporação, atualmente, estão aquém da real necessidade.

De acordo com Braga, o déficit de pessoal e a possibilidade de novos concursos serão tratados em particular com o governador Wilson Witzel.

“Nossos recursos materiais e humanos são escassos. Em verdade, abaixo do que dispúnhamos há alguns anos. O que pesa no agravamento das questões de segurança, que é uma preocupação da população fluminense”, destacou.

De acordo com a Lei Estadual 699/1983, a corporação deveria ter 23 mil policiais. Hoje em dia, o estado do Rio de Janeiro conta com somente 8 mil policiais. O que representa a carência de 15 mil agentes.

Novo secretário de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, em seu
discurso de posse (Foto: Governo RJ)

 

O novo secretário também garantiu reunir esforços para trazer a ordem e o progresso ausentes nas ruas do Rio de Janeiro. Braga, que é delegado da Polícia Civil-RJ desde 2002, assumiu o compromisso de que, em sua gestão, os policiais terão protagonismo.

“Agora, somos mais independentes, mais operacionais. Vamos aumentar a produtividade e mostrar à população que estamos ao seu lado. Faremos tudo o que a lei permitir para trazer a ordem para as ruas. A Segurança Pública não pode existir apenas no patamar das promessas”, disse Marcus Vinicius.

Preparativos do concurso Polícia Civil-RJ serão retomados

A Assessoria de Imprensa da Polícia Civil-RJ esclareceu à FOLHA DIRIGIDA nesta quinta-feira, 3, que os trâmites do novo concurso para a corporação foram paralisados no final de 2018. Com a nova gestão, os preparativos serão retomados.

A PC-RJ, no entanto, ainda não tem uma data definida para publicação dos editais com 96 vagas para todos os níveis de escolaridade.

O novo secretário de Polícia Civil-RJ também relevou a inauguração de duas novas delegacias, uma no norte e outra no sul fluminense. O que pode gerar a chamada de novos policiais para ativa.

Na gestão, também haverá um núcleo para investigar a morte de policiais. “Vou triplicar o número de policiais nessa área. Cada morte de policial tem que ser investigada como prioridade no governo”.

Witzel garante a nomeação de 180 oficiais de cartório

Também presente na cerimônia de posse, o governador Wilson Witzel anunciou a nomeação de 180 oficiais de cartório que concluíram o curso de formação. O ato será publicado no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro na segunda-feira, 7.

“Segunda-feira estaremos publicando a nomeação de 180 novos integrantes da Polícia Civil”, constatou Witzel.

Sobre a participação dos agentes na investigação dos crimes estaduais, o secretário de Polícia Civil do Rio disse: “Vamos valorizar os novos policiais civis do Rio de Janeiro”.

> Lei Orgânica da Polícia Civil do Rio

Durante sua fala, Witzel também se mostrou a favor da aprovação da Lei Orgânica da Polícia Civil do Rio. No dia 18 de dezembro, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro aprovou, em primeira discussão, o projeto de Lei Orgânica da PC-RJ.

Para que entre em vigor, no entanto, o projeto ainda precisa ser votado em segunda discussão na Alerj e, depois, ser enviado para a sanção do governador. Caso aprovado, quatro cargos que serão contemplados no concurso PC-RJ terão alterações nas nomenclaturas e nos requisitos para ingresso.

Na tabela abaixo, veja quais são as mudanças propostas:

Como é atualmenteComo pode ficar
Auxiliar em necropsia – nível fundamentalAgente de Polícia Técnico-Científica – nível médio
Técnico em necropsia – nível médio
Inspetor – nível superiorOficial de Polícia Civil – nível superior em qualquer área
Perito Legista - Nível superior em Medicina, Odontologia, Farmácia ou BioquímicaPermanecem os mesmos requisitos
Delegado – Nível superior em DireitoDelegado – nível superior em Direito com experiência de cinco anos de exercício na área criminal ou igual período de exercício no judiciário ou nas Polícias estaduais ou federais

Concurso Polícia Civil-RJ terá 96 vagas em 5 cargos

Entre junho e julho de 2018, o governador Luiz Fernando Pezão autorizou a abertura do concurso Polícia Civil-RJ com 96 vagas. As oportunidades serão distribuídas por todos os níveis de escolaridade.

Os cargos contemplados serão: auxiliar de necropsia, técnico de necropsia, inspetor, perito legista e delegado. Confira os detalhes:

► Auxiliar de necropsia – 6 VAGAS

Nível fundamental completo

► Técnico de necropsia – 4 vagas

Nível médio completo

► Inspetor – 50 VAGAS

Nível superior em qualquer área e carteira de habilitação na categoria B

► Perito Legista – 20 VAGAS

Nível superior em Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica

► Delegado – 16 VAGAS

Nível superior em Direito

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!