Concurso Polícia Civil-RJ: Sinpol cobra novos editais

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro solicita reunião emergencial para tratar a carência de agentes com o novo secretário de segurança.

08/03/2018 15:07 | Atualizado: 08/03/2018 15:13

08/03/2018 15:07 | Atualizado: 08/03/2018 15:13
Para pedir novos concursos Polícia Civil-RJ , o Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro (Sinpol) solicita reunião emergencial com o novo secretário de Segurança Pública, general Richard Fernandez Nunes.
 
O objetivo do encontro é cobrar o preenchimento das vagas existentes, tendo em vista que a Lei Estadual 699/83 prevê um efetivo de 23 mil policiais. No entanto, hoje, a corporação conta somente com 8  mil agentes em todo estado, o que representa um déficit de 15 mil servidores.
 
Além de novos concursos, o Sinpol-RJ, tradicionalmente, cobra a chamada de aprovados de seleções válidas. No total, 564 papiloscopistas e oficiais de cartório aguardam chamada.

Aumento do efetivo será uma das prioridades do interventor federal

A boa notícia é que o aumento do efetivo em órgãos de Segurança Pública do Rio de Janeiro será prioridade na gestão do interventor federal , general Braga Netto. A informação foi dada pelo chefe de Gabinete da Intervenção, Mauro Sinott, em entrevista coletiva realizada no dia 27 de fevereiro.
 
"Com a instalação do gabinete, vamos discutir com os órgãos de Segurança Pública exatamente por área funcional o que representa um gargalo. Por exemplo, a questão de efetivo. Recomposição de efetivo é o gargalo que, ato contínuo, vai me representar uma melhoria do policiamento ostensivo", informou Sinott.
 
General Braga Netto quer convocar 4 mil aprovados em concursos PM-RJ e Civil-RJ
General Braga Netto tem a intenção de convocar aprovados
nos concursos de Segurança (Foto:Divulgação)

O próprio interventor já revelou a intenção de convocar 4 mil aprovados nos concursos da Polícia Militar e Polícia Civil fluminenses . Para isso, contudo, será preciso que haja orçamento viável para pagar os salários dos novos servidores.

No concurso Polícia Civil-RJ 564 papiloscopistas e oficiais aguardam ser chamados. No caso de 96 papiloscopistas, falta apenas a nomeação por parte da Casa Civil , pois já fizeram o concurso de formação. Esta chamada, inclusive, já foi o motivo de recomendação do Ministério Público do Rio. 
 
Outra sugestão, já debatida e aprovada no sindicato, é o aproveitamento dos aposentados em condições de trabalhar. Isso resolveria a carência de pessoal que vem prejudicando a apuração dos crimes e o julgamento dos criminosos pela Justiça.

Presidente da Faepol reconhece necessidade de novos concursos Polícia Civil-RJ

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o Presidente da Fundação de Apoio ao Ensino e à Pesquisa da Polícia Civil do Rio de Janeiro (Faepol), Adilson Palácio, revelou a urgência pela reposição de pessoal na corporação.
 
“Dos 8 mil policiais na ativa, três mil já estão em condições de aposentadoria. É uma situação frustrante, preocupante, porque afeta o acompanhamento das investigações da Polícia Civil”, destacou.
 
Para ele, a grave crise de segurança do estado do Rio de Janeiro tem relação direta com o déficit de policiais. “Qualquer política de segurança séria no Brasil precisa começar falando de reposição, capacitação e treinamento dos policiais que já estão nas forças e daqueles que ingressarão. Ou seja, não existe política de segurança pública sem falar dos recursos humanos”, comentou Palácio. 
 
Sobre a intenção do intervetor federal no Rio de Janeiro de convocar quatro mil aprovados nos concursos de Segurança, o presidente da Faepol não hesitou em dizer que o ideal será um quantitativo maior. “Em um primeiro momento, é uma boa notícia, por ele estar sensível à questão de efetivo. Não esperaria que ele colocasse 16 mil novos policiais”, disse.

Novos concursos para Polícia Civil-RJ?

Questionado sobre novos editais para Polícia Civil do Rio de Janeiro, Palácio respondeu que é necessário que saiam o mais rápido possível, porque a situação é “extremamente crítica”. Segundo ele, as carreiras com maior necessidade são: investigador, delegado e perito legista.  “Muitas delegacias estão com investigações paradas, pela grande demanda e falta de pessoal”.
 

Quer visualizar agora esse conteúdo?

Então não perca tempo e cadastre-se agora! Você terá acesso a conteúdos exclusivos para cadastrados.

OU

Já possui uma conta?

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!

Sobre o concurso

Previsto

Polícia Civil-RJ - 2020 - investigador

RJ
Até R$5740,38
Fund...
118 vagas