Concurso Polícia Civil-RJ: saiba tudo sobre os últimos editais

Não sabe por onde começar a preparação para o concurso Polícia Civil-RJ? Confira os últimos editais para os cargos autorizados.

12/11/2018 14:13 | Atualizado: 12/11/2018 16:19

12/11/2018 14:13 | Atualizado: 12/11/2018 16:19

A Polícia Civil do Rio de Janeiro segue nos preparativos do concurso com 96 vagas. O processo de contratação da banca organizadora, por exemplo, está em estágio avançado. Enquanto os editais não saem, as últimas seleções podem ser um norte dos estudos para as carreiras de auxiliar de necropsia, técnico de necropsia, inspetor, perito e delegado.

FOLHA DIRIGIDA fez um levantamento das principais informações dos últimos concursos Polícia Civil-RJ para os cargos autorizados. A subchefe administrativa da corporação, Gisele Pereira, já confirmou que a estrutura das seleções anteriores será mantida.

PC-RJ (Foto: Governo do Rio de Janeiro)
PC-RJ prepara novo concurso (Foto: Governo do Rio de Janeiro)

 

Os candidatos, no entanto, deverão ter atenção as possíveis mudanças no conteúdo programático das provas. Isso porque o intervalo de tempo sem novos concursos tornou alguns itens obsoletos.  

“A estrutura está mantida,  tendo em vista a Lei 3586/01 . Só as mudanças legislativas que aconteceram deixa o edital passado obsoleto”, afirmou Gisele, em entrevista concedida em junho.

Além das provas objetivas e teste de capacidade física, os concorrentes da PC-RJ ainda serão submetidos ao curso de formação profissional. Eles terão aulas teóricas e práticas sobre as atribuições do cargo. Nesse período, os ganhos são proporcionais a 80% do salário básico.

Confira abaixo, os detalhes dos últimos concursos Polícia Civil-RJ:  auxiliar de necropsia , técnico de necropsia , inspetor , perito e delegado .

⇒ Auxiliar de necropsia

Para auxiliar de necropsia, o último concurso ocorreu em 2002. Ao todo, foram oferecidas 97 vagas para quem tinha apenas o nível fundamental completo. Os aprovados para o cargo seriam responsáveis pela remoção, lavagem e asseio de cadáveres, limpeza e conservação de necrotérios, em qualquer órgão da Polícia Civil.

A organização do concurso ficou sob responsabilidade da Fundação de Apoio ao Ensino Pesquisa e Desenvolvimento (Faepol). A seleção foi composta por prova de conhecimentos, prova de capacidade física, exame psicotécnico e exame médico.

A primeira etapa foi realizada apenas na cidade do Rio de Janeiro. Os candidatos tiveram que responder a 60 questões objetivas, das quais 30 eram de Noções Básicas de Biologia e Anatomia Humana, 20 de Língua Portuguesa e 10 de Matemática. Foi aprovado o candidato que alcançou número de pontos igual ou maior que 30.

Os classificamos para a avaliação da capacidade física foram submetidos a corrida de meio fundo (1.800 metros para mulheres e 2.200 para homens) e corrida de velocidade (100 metros em 20 segundos para mulheres e 18 segundos para homens).

⇒ Técnico de necropsia 

O último edital do concurso Polícia Civil-RJ para técnico de necropsia foi publicado em 2009. Na época, foram contempladas 50 vagas para o cargo, cujo requisito era o diploma de conclusão do ensino médio. A banca organizadora foi a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Os aprovados deveriam seguir o regime de trabalho de dedicação integral com jornada de trabalho de 40 horas semanais ou por sistema de escala de serviço. A seleção teve prova de conhecimentos, prova de capacidade física, exame psicotécnico, exame médico.

As avaliações objetivas foram aplicadas no Rio de Janeiro (capital), Campos dos Goytacazes, Volta Redonda. Os candidatos tiveram que responder a 60 questões, sendo 20 de Língua Portuguesa e 40 de Conhecimentos de Anatomia e Fisiologia Humanas (peso 2).

Foi considerado aprovado nessa etapa quem obteve, no mínimo 50% de acertos em cada uma das disciplinas. No teste de aptidão física, eles foram submetidos aos seguintes exercícios: corrida de resistência e corrida de velocidade.  

⇒ Inspetor

Já para inspetor, o último concurso foi realizado em 2012. A Polícia Civil do Rio ofereceu 600 vagas para o cargo. Os pré-requisitos para se candidatar eram: nível superior completo em qualquer área e Carteira Nacional de Habilitação na categoria B.

A banca organizadora foi a Fec UFF, atual Fundatec. A seleção teve prova de conhecimentos, prova de capacidade física, exame psicotécnico e exame médico. Na primeira etapa, foram cobradas 30 questões objetivas de Língua Portuguesa.

Além de 20 perguntas de Conhecimentos Básicos de Informática, 50 de Conhecimentos Específicos (Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Penal e Leis Penais Especiais, Direito Processual Penal).

Foi considerado aprovado na prova objetiva quem alcançou, ao menos, 50% dos pontos, em cada um dos módulos isoladamente. No teste de aptidão física, os classificados tiveram que realizar flexão abdominal; flexão de cúbitos (braços); corrida de velocidade e corrida de resistência.

⇒ Perito 

No caso de perito criminal, o último concurso Polícia Civil-RJ ocorrem em 2013. Foram 100 vagas para carreira, que exigiu nível superior em áreas específicas. As oportunidades foram Biologia, Contabilidade, Engenharia (Ambiental, Florestal, Agrícola, Agronomia, Civil, Química, Mecânica, Elétrica, Eletrônica, Computação e Informática/Ciências da Computação), Farmácia, Física e Medicina Veterinária.

A banca organizadora foi o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). O concurso foi composto por duas fases. A primeira teve provas objetivas, com 100 questões - 30 de Língua Portuguesa e 70 de Conhecimentos Específicos –  além de teste de capacidade física; exame psicotécnico; exame médico.

Na prova objetiva foi exigido rendimento de 50% por disciplina. No teste físico, para os homens, foram cobrados os seguintes exercícios: flexão de cúbitos (25 repetições); flexão abdominal (25 repetições); corrida de resistência (2 mil metros); e corrida de velocidade (100 metros).

Já para as mulheres, as atividades eram as mesmas, porém, com menores números de repetições: 15 de flexão de cúbitos; 20 de flexão abdominal; 1.600 metros na corrida de resistência; e 100 metros na corrida de velocidade.

⇒ Delegado

Para carreira de delegado, a Polícia Civil do Rio abriu concurso pela última vez em 2012. A corporação ofereceu, no total, 100 vagas para graduados em Direito. A organização ficou a cargo da Funcab. A estrutura da seleção de delegados foi um pouco diferente dos outros cargos. A avaliação dos candidatos ocorreu, primeiro, por provas objetivas.

Foram propostas 100 questões sobre as disciplinas de Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Civil e Medicina Legal. Houve ainda exames discursivos, realizados em três dias (um sábado e dois domingos seguidos).

No primeiro dia, o teste contou com questões de Direito Penal e Direito Processual Penal, no segundo, Direito Administrativo e Direito Constitucional e no terceiro, Direito Civil e Medicina Legal. Em seguida, os concorrentes foram submetidos a prova oral, exame psicotécnico, exame médico, prova de capacidade física, curso de formação, prova de investigação social e análise de títulos. 

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!