Concurso Polícia Civil-RJ poderá ter única banca para todos os cargos

Com processo licitatório em andamento, o concurso Polícia Civil-RJ com 96 vagas poderá ser organizado por única banca.

11/09/2018 13:40 | Atualizado: 11/09/2018 16:45

11/09/2018 13:40 | Atualizado: 11/09/2018 16:45

Desde julho, a Polícia Civil do Rio de Janeiro trabalha na escolha da banca organizadora do concurso com 96 vagas. De acordo com fontes ligadas à corporação, um processo está aberto para cargo autorizado. No entanto, existe a chance de que uma única instituição seja designada a aplicar as provas para todas as carreiras.

Caso isso aconteça, os editais poderão ser liberados em um prazo menor. Em entrevista exclusiva à FOLHA DIRIGIDA, a subchefe administrativa da Polícia Civil-RJ, Gisele Pereira, disse que o trâmite de licitação pode demorar até seis meses. Isso, entretanto, não é uma regra. Se for de interesse da corporação, os procedimentos podem ser agilizados. 

“Em regra, a licitação dura de quatro a seis meses. Porém, pode ter impugnação ou a empresa não apresentar toda documentação adequada. Mas, pode ser muito mais rápido do que a gente imagina. E vamos batalhar para isso”, exclamou Gisele no final de junho.

PC-RJ opta por escolha da banca do concurso mais democrática

O método de escolha da banca do concurso Polícia Civil-RJ ocorre por pregão e não mais por dispensa de licitação. Ao escolher a nova modalidade, a corporação convida as empresas a apresentarem seus preços. Dessa maneira, abre-se uma ampla concorrência, na qual a organizadora mais adequada é escolhida.

Polícia Civil-RJ está autorizada a abrir concurso com 96 vagas para
todos os níveis. (Foto: Governo do Rio de Janeiro)

 

O objetivo da Polícia Civil do Rio de Janeiro é tornar o processo mais equilibrado e democrático. Apenas quando a instituição responsável por aplicar as provas do concurso for definida, detalhes como cronograma e conteúdo programático poderão ser finalizados.

A previsão da delegada Gisele Pereira é que os editais sejam publicados ainda este ano. “Estamos empenhando todos os esforços para que seja o mais rápido possível”, afirmou a subchefe administrativa da corporação.

Concurso Polícia Civil-RJ foi autorizado entre junho e julho

Em meados deste ano, o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, autorizou a abertura de 96 vagas em concursos Polícia Civil-RJ. Ao todo, serão contempladas cinco carreiras dos níveis fundamental, médio e superior.

O número de vagas foi determinado em função do regime de recuperação fiscal. Como o estado do Rio está sob ação da medida protetiva, a corporação só está autorizada a prover cargos que ficaram vagos por aposentadorias, mortes ou exonerações.

A contagem das carências só pode ser feita a partir de setembro de 2017, quando o estado adotou a regime de recuperação. Veja abaixo a distribuição das vagas por cargos e escolaridade:

► Auxiliar de necropsia – 6 VAGAS

Nível fundamental completo

► Técnico de necropsia – 4 vagas

Nível médio completo

► Inspetor – 50 VAGAS

Nível superior em qualquer área e carteira de habilitação na categoria B

► Perito Legista – 20 VAGAS

Nível superior em Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica

► Delegado – 16 VAGAS

Nível superior em Direito

Quer curso preparatório para o cargo de delegado?

As remunerações podem chegar a R$4 mil para cargo de nível fundamental, já incluso o auxílio-alimentação de R$264. A boa notícia é que tais valores terão aumento no próximo ano. Na tabela abaixo, confira o comparativo.

CargoRemuneração atualRemuneração em 2019
Auxiliar de necropsiaR$4.174,34R$4.506,27
Técnico de necropsiaR$4.885,31R$5.277,59
InspetorR$5.809,58R$6.280,31
Perito legistaR$7.827,33R$8.469,34
DelegadoR$18.157,73R$18.747,95

Etapas do concurso Polícia Civil-RJ já estão definida em lei

As etapas do concurso Polícia Civil-RJ e a estrutura de provas está definida pela legislação. A  Lei nº3.586, de 21 de junho de 2001  especifica como são as seleções de ingresso na corporação. De modo geral, os concursos para ingresso da corporação são compostos por duas fases:

A primeira etapa conta com provas de conhecimentos, exame psicotécnico, exame médico e prova de capacidade física. A segunda fase é caracterizada pelo curso de formação profissional, com apuração de frequência, aproveitamento e conceito.

A delegada Gisele Pereira da subchefia administrativa da PC-RJ confirmou que essa estrutura será mantida. O conteúdo programático, entretanto, terá que ser atualizado. Isso por conta do espaço de tempo sem realização de novos concursos para carreira. “Só as mudanças legislativas que aconteceram deixa o edital passado obsoleto”, concluiu a policial. 

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!