Concurso Polícia Civil-RJ: governo confirma reajuste salarial em 2019

Com concurso autorizado, os servidores da Polícia Civil-RJ terão aumento salarial a partir deste ano.

14/01/2019 11:49 | Atualizado: 18/01/2019 11:31

14/01/2019 11:49 | Atualizado: 18/01/2019 11:31

O governo do Rio de Janeiro confirmou que o reajuste salarial do servidores da Segurança Pública será pago este ano. Percentuais que variam de 3,24 a 8,49 serão incorporados aos vencimentos básicos. Com concurso autorizado, os novos integrantes da Polícia Civil-RJ também poderão desfrutar desses valores.

O aumento salarial da PC-RJ consta na Lei 6.833 , sancionada pelo ex-governador Luiz Fernando Pezão, em 2014. Na época, o chefe do executivo aprovou reajustes em um pacote de cinco parcelas. A última estava prevista para ser paga este ano.

Os servidores na ativa terão direito a receber o percentual cheio, assim como aposentados e pensionistas que ingressaram na carreira antes de 2003. Os inativos posteriores a essa data receberão o percentual referente a inflação acumulada em 2018, de 3,43%.

PC-RJ prepara novo concurs público (Foto: Governo do RJ)

 

A Polícia Civil-RJ tem autorização para abrir concurso com 96 vagas. Os cargos contemplados serão os de auxiliar de necropsia (nível fundamental), técnico de necropsia (nível médio), inspetor (nível superior em qualquer área), perito legista (nível superior em áreas específicas) e delegado (graduação em Direito).

A partir deste ano, as remunerações serão as seguintes:

CargoRemuneração em 2019*
Auxiliar de necropsiaR$4.506,27
Técnico de necropsiaR$5.277,59
InspetorR$6.280,31
Perito legistaR$8.469,34
DelegadoR$18.747,95

*Os valores já incluem o auxílio-alimentação de R$264.

No decorrer do curso de formação profissional na Acadepol, os concorrentes recebem a bolsa-auxílio correspondente a 80% do valor do vencimento inicial do cargo. Isso sem a incidência de descontos relacionados com o regime próprio de previdência.

Concurso PC-RJ: preparativos serão retomados em nova gestão

No final de 2018, os preparativos do concurso Polícia Civil-RJ foram paralisados por conta da troca do governo estadual. A Assessoria de Imprensa da Corporação afirmou à FOLHA DIRIGIDA que, com a posse da nova gestão, os trabalhos para divulgação dos editais serão retomados.  

O novo secretário de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, Marcus Vinicius de Almeida Braga, tomou posse no dia 3 de janeiro. Durante a cerimônia, ele reconheceu o déficit de policiais e que os 8 mil agentes que compõem a corporação, hoje em dia, estão aquém da real necessidade.

De acordo com Braga, a carência de pessoal e a possibilidade de novos concursos serão temas de uma conversa em particular com o governador Wilson Witzel.

“Nossos recursos materiais e humanos são escassos. Em verdade, abaixo do que dispúnhamos há alguns anos. O que pesa no agravamento das questões de segurança, que é uma preocupação da população fluminense”, destacou.

A Lei Estadual 699/1983 determina que a Polícia Civil do Rio conte com 23 mil policiais. Atualmente, o estado possui somente 8 mil. Isso representa a vacância de 15 mil agentes.

Projeto de Lei Orgânica da Polícia Civil-RJ é aprovado pela Alerj

No dia 18 de dezembro de 2018, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro aprovou, em primeira discussão, o projeto de Lei Orgânica da PC-RJ. Para que o texto passe a vigorar, no entanto, ainda precisa ser votado em segunda discussão na Alerj e, depois, sancionado pelo governador.

Na posse do secretário de Polícia Civil-RJ, o governador Witzel se mostrou favorável à aprovação da Lei Orgânica da Polícia Civil do Rio. O que pode agilizar a sanção do projeto.

Caso aprovado, quatro cargos que serão contemplados no concurso PC-RJ terão alterações nas nomenclaturas e nos requisitos para ingresso. Confira abaixo quais são elas:

Como é atualmenteComo pode ficar
Auxiliar em necropsia – nível fundamentalAgente de Polícia Técnico-Científica – nível médio
Técnico em necropsia – nível médio
Inspetor – nível superiorOficial de Polícia Civil – nível superior em qualquer área
Perito Legista - Nível superior em Medicina, Odontologia, Farmácia ou BioquímicaPermanecem os mesmos requisitos
Delegado – Nível superior em DireitoDelegado – nível superior em Direito com experiência de cinco anos de exercício na área criminal ou igual período de exercício no judiciário ou nas Polícias estaduais ou federais

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!