PC RJ: secretário quer enfrentar violência, mas precisará de concurso

Novo secretário da PC RJ, Allan Turnowski, faz planos para enfrentar a violência no estado. Reposição do quadro de pessoal é necessária.

28/09/2020 11:13 | Atualizado: 28/09/2020 14:29

28/09/2020 11:13 | Atualizado: 28/09/2020 14:29

O novo secretário de Polícia Civil do Rio de Janeiro, delegado Allan Turnowski, traça planos para enfrentar a violência no estado. Ele quer atacar o aspecto financeiro das milícias e avançar investigações em andamento, como a da morte da vereadora Marielle Franco.

“A sociedade precisa perceber que a polícia faz parte dela e está ali para protegê-la”, disse o secretário em entrevista ao jornal O Globo.

Para isso, será fundamental a nomeação de mais policiais civis por meio do novo concurso PC RJ. A corporação precisa de mais agentes na ativa para dar conta de todas as atividades e investigações no estado do Rio.

Sobre a redução no número de roubos de carros e de cargas, Turnowski pontuou: “A meta é sempre zerar, apesar de ser um sonho. As palavras de ordem serão integração e união. Não dá para a Polícia Civil combater a criminalidade sem se integrar com a Polícia Militar”. 

Por outro lado, um levantamento do ‘Instituto Sou da Paz’ revelou que, em 11 estados, 70% dos homicídios não são solucionados. Entre os estados que responderam a pesquisa, o Rio de Janeiro teve o prior resultado. Cerca de 11% dos homicídios são esclarecidos.

Delegado Allan Turnowski assume Secretaria de Polícia Civil do Rio de Janeiro
Delegado Allan Turnowski assume Secretaria de Polícia Civil
do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação)

O baixo efetivo pode ser um das possíveis justificativas para essa porcentagem. Das 23 mil vagas previstas em lei para Polícia Civil do Rio de Janeiro, mais de 15 mil estão sem preenchimento

Nos próximos anos, o quadro de pessoal pode ser ainda menor porque parte dos 8 mil agentes em atividade já pode se aposentar.

Secretário da PC RJ tem no histórico abertura de concursos

Allan Turnowski já foi chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro de 2009 a 2011. Em sua gestão, ele valorizou a abertura de concursos e realizou a convocação de aprovados.

Em 2009, ele publicou o edital com 150 vagas para delegado. O cargo teve exigência de nível superior em Direito para inscrição.

Ele também realizou convocações de concursos para investigador e oficial de cartório. Já em 2011, Allan Turnowski deu início aos trâmites da seleção para perito legista, que foi aberta na gestão da delegada Martha Rocha.

Dessa forma, ele defende a realização de concursos e recomposição dos quadros diante do grave déficit de servidores. Turnowski foi nomeado secretário de Polícia Civil pelo governador em exercício do Rio de Janeiro, Claudio Castro.

Mesmo sem dar um pronunciamento sobre os concursos previstos na área da Segurança Pública, Castro firmou o compromisso de aumentar o policiamento ostensivo, papel da PMERJ, e investir em inteligência, caso da PC RJ.

Concurso PC RJ: preparativos estavam adiantados

No ano de 2019, o então governador eleito, Wilson Witzel, autorizou a abertura do concurso PC RJ com 864 vagas. Esse quantitativo foi distribuído entre cargos de todos os níveis de escolaridade.

Desse total, 12 oportunidades são para auxiliar de necropsia (nível fundamental), 16 para técnico de necropsia (nível médio), 54 para perito legista, 20 para perito criminal (nível superior em áreas específicas).

Além de 47 para delegado (superior em Direito), 597 para inspetor (superior em qualquer área) e 118 para investigador (nível médio). As remunerações chegam a R$18 mil.

Desde então, a Secretaria de Polícia Civil do Rio de Janeiro começou os preparativos dos novos editais. Em fevereiro de 2020, o Instituto Acesso foi divulgado como a banca organizadora para delegado.

Já o Instituto AOCP seria o responsável por receber as inscrições e aplicar as etapas para os demais seis cargos autorizados. A pandemia do Coronavírus, no entanto, acabou por adiar os planos.

Em entrevista à Folha Dirigida, a delegada e vice-presidente da Fundação de Apoio ao Ensino Pesquisa e Desenvolvimento da corporação (Faepol), Thaianne Moraes, estimou que as provas do concurso ocorram somente em 2021.

Segundo ela, há uma questão de segurança com os candidatos e aplicadores das avaliações. A corporação se preocupa em publicar o edital já com um prazo concreto para aplicar os exames.

Na visão de Thaianne, não faz sentido divulgar o edital e ter que adiar as provas por não ter condições seguras de realizá-las.

“O que eu aposto é de provas ano que vem. O edital, sendo otimista, pode sair em dezembro para agendar prova no primeiro trimestre de 2020. Agora não é o momento para arriscar vidas e concordo com essa iniciativa do governo”, apontou.

Resumo concurso Polícia Civil RJ

  • Órgão: Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro
  • Cargo: auxiliar de necropsia, técnico de necropsia, investigador, inspetor, perito legista, perito criminal e delegado
  • Vagas: 864
  • Requisitos: todos os níveis de escolaridade, a depender do cargo
  • Remuneração: R$4.506,27 a R$18.747,95
  • Banca: Instituto Acesso (delegado) e Instituto AOCP (demais cargos)
  • Links para os últimos editais

Novo concurso PC RJ: bloqueio de cargos é obstáculo

A Polícia Civil do Rio de Janeiro ainda tem que lidar com outro problema para abrir o próximo concurso. Para manutenção do Regime de Recuperação Fiscal, o Governo do Rio de Janeiro bloqueou mais de 9 mil cargos vagos que seriam preenchidos por concursos.

Nesse bloqueio estão os cargos autorizados para o concurso Polícia Civil RJ com 864 vagas. 

A Secretaria de Casa Civil e Governança informou à Folha Dirigida que o planejamento do concurso PC RJ será redefinido em decorrência do bloqueio de cargos vagos.

Dessa forma, o edital pode ter oferta menor que as 864 vagas autorizadas por Wilson Witzel, em 2019.

Por sua vez, o Ministério da Economia, que fiscaliza o Regime de Recuperação Fiscal no Rio, disse que novos cargos vagos, que não os bloqueados no decreto, poderão ser providos por meio de novos concursos normalmente. 

Assim, tendo mais vacâncias, a Polícia Civil RJ poderá realizar o concurso. Se a corporação mantiver sua média anual de saídas - vagas originadas por aposentadorias, exonerações ou falecimentos -, o concurso PC RJ pode ser aberto.

Na tabela abaixo, veja os demais detalhes do concurso:

Auxiliar de necropsia 
 Requisito Nível fundamental completo
 Vencimentos*  R$4.506,27
 Técnico de necropsia 
 Requisito Nível médio completo
 Vencimentos*  R$5.277,59
 Perito Legista
 Requisito Nível superior em Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica
 Vencimentos* R$10.149,95
 Perito Criminal
 Requisito Nível superior em Engenharia, Informática, Farmácia, Veterinária, Biologia, Física, Química ou Ciências Contábeis  
 Vencimentos* R$10.149,95
 Inspetor 
 Requisito Nível superior em qualquer área
 Vencimentos* R$6.280,31
 Investigador
 Requisito  Nível médio completo
 Vencimentos* R$5.740,38
 Delegado 
 Requisito Nível superior em Direito
 Vencimentos* R$18.747,95

*Os valores já incluem o auxílio-alimentação de R$264.

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!