Concurso PC-RJ: projeto básico será enviado ao setor de licitações

O projeto básico para escolha da banca organizadora do concurso Polícia Civil-RJ ainda será encaminhado ao setor de licitações.

24/10/2018 13:09 | Atualizado: 25/10/2018 09:38

24/10/2018 13:09 | Atualizado: 25/10/2018 09:38

A Polícia Civil do Rio de Janeiro já trabalha na escolha da banca organizadora do concurso para 96 vagas. O processo circula internamente pela corporação, mas ainda não chegou ao setor de licitação. FOLHA DIRIGIDA apurou que, para a banca ser definida, o projeto básico do concurso deve passar pelo departamento que cuida das licitações.

O projeto básico é um resumo com as principais informações do concurso. Ele é enviado a instituições que possam organizar e aplicar as etapas de seleção, como as provas objetivas. A tendência da PC-RJ é que a banca seja definida por licitação e não mais por dispensa, como ocorreu nos últimos anos.

A corporação já adiantou que uma licitação será aberta para cada cargo do concurso autorizado. Ou seja, auxiliar de necropsia, técnico de necropsia, inspetor, perito legista e delegado. A mesma banca poderá organizar o concurso para todas as carreiras, caso vença todas as licitações.

(Foto: Governo do Rio de Janeiro)
PC-RJ prepara novo concurso com 96 vagas
​​​​​(Foto: Governo do Rio de Janeiro)

 

As bancas dos concursos, em geral, são definidas por meio de pregões (presenciais ou eletrônicos) e dispensa de licitação. Na primeira modalidade, os órgãos públicos convidam as empresas a apresentarem seus preços. Com isso, uma ampla concorrência é aberta, na qual a organizadora mais adequada é escolhida.

Já na dispensa, os trâmites para licitação são suspensos e a empresa é contratada diretamente. Ao escolher o pregão, a Polícia Civil do Rio de Janeiro pretende tornar o processo mais democrático. Somente quando a banca organizadora for definida, detalhes como edital, cronograma e conteúdo programático poderão ser finalizados.

Em entrevista exclusiva à FOLHA DIRIGIDA, a subchefe administrativa da PC-RJ, Gisele Pereira, explicou que o prazo para que a banca seja escolhida é de, no mínimo, quatro meses.

“Em regra, a licitação dura de quatro a seis meses. Porém, pode ter impugnação ou a empresa não apresentar toda documentação adequada. Mas, pode ser muito mais rápido do que a gente imagina. E vamos batalhar para isso”, exclamou Gisele.

Concurso Polícia Civil-RJ terá oportunidades para todos os níveis

O governador Luiz Fernando Pezão autorizou, entre junho e julho, a abertura do concurso Polícia Civil-RJ com 96 vagas. Tais s oportunidades serão divididas em cargos dos níveis fundamental, médio e superior. Para auxiliar de necropsia, por exemplo, serão contempladas seis vagas. A carreira tem como pré-requisito apenas nível fundamental completo e tem ganhos de R$4.174,34 por mês.

Já o cargo de técnico de necropsia (quatro vagas) tem exige nível médio completo e tem remuneração de R$4.885,31. Todos os valores já incluem os R$264 de auxílio-alimentação. Ainda há 50 vagas de inspetor, carreira que pede nível superior completo em qualquer área e tem ganhos de R$5.809,58.

Para carreira de médico (perito) legista serão oferecidas 20 vagas para quem possui graduação, mas nas áreas específicas de Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica. Os vencimentos, nesse caso, são de R$7.827,33. Haverá ainda 16 vagas para delegado. O cargo tem como exigência o nível superior em Direito. A remuneração é de R$18.157,73.

Durante o curso de formação profissional na Acadepol, os candidatos já recebem a bolsa-auxílio correspondente a 80% do valor do vencimento inicial do cargo.  Isso sem incidência de descontos relacionados com o regime próprio de previdência.

Etapas do concurso Polícia Civil-RJ estão determinadas em lei

A boa notícia para os interessados nas 96 vagas a serem oferecidas é que as etapas do concurso Polícia Civil-RJ e a estrutura de provas estão definida pela legislação. Por isso, já é possível basear seus estudos! A  Lei nº3.586, de 21 de junho de 2001  especifica que os concursos de ingresso na corporação sejam compostos por duas fases:

A primeira etapa conta com provas de conhecimentos, exame psicotécnico, exame médico e prova de capacidade física. A segunda fase é caracterizada pelo curso de formação profissional, com apuração de frequência, aproveitamento e conceito.

Quer curso preparatório para o cargo de delegado?

A delegada Gisele Pereira confirmou, em entrevista, que essa estrutura será mantida. O conteúdo programático, contudo, terá que ser atualizado. Isso por conta do espaço de tempo sem realização de novos concursos para carreira. “Só as mudanças legislativas que aconteceram deixa o edital passado obsoleto”, concluiu a policial. 

No vídeo abaixo, saiba como se preparar para o concurso Polícia Civil-RJ: 

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!