‘É urgente a necessidade do concurso PC RJ’, diz ex-secretário

Folha Dirigida entrevista o ex-secretário da Polícia Civil do Rio, Marcus Vinicius Braga, sobre a necessidade do novo concurso PC RJ

03/12/2020 10:25 | Atualizado: 04/12/2020 19:56

03/12/2020 10:25 | Atualizado: 04/12/2020 19:56

Diante da carência de 15 mil policiais civis no Rio de Janeiro, é notória a necessidade de um novo concurso PC RJ. Em entrevista à Folha Dirigida nesta quinta-feira, 2, o ex-secretário da corporação, delegado Marcus Vinicius Braga, reconheceu a carência e a importância dos novos editais.

“Se a gente tivesse com o concurso em dia, com policiais entrando de forma permanente, a capacidade de investigação seria o dobro. É urgente a necessidade de contratar policiais no Rio de Janeiro”, afirmou.

Questionado sobre o prazo para realização do novo concurso da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Braga disse: “Eu levo fé que vai sair no primeiro semestre de 2021. Se não fosse a pandemia, esse concurso já teria saído”.

Foi na gestão de Marcus Vinicius Braga que o concurso PC RJ tomou forma e teve sua primeira autorização publicada pelo governo do Estado.

“Em janeiro de 2019, implementamos a secretaria de Polícia Civil. Em fevereiro, começamos a pensar no nosso efetivo devido à escassez de policiais. Comecei a conversar com o governador Wilson Witzel sobre a necessidade urgente de contratação. Eu ia três vezes ao palácio Guanabara para falar sobre concurso”, relembrou o ex-secretário.

De acordo com Braga, o grande entrave para abertura do concurso e de mais vagas foi o Regime de Recuperação Fiscal (RRF). “Se não tivesse isso, o governador teria autorizado 3 mil vagas”, argumentou.

Marcus Vinicius fez uma linha do tempo sobre o concurso PC RJ desde quando assumiu a secretaria de Polícia Civil até os dias atuais:

  • 07/06/2019 – Vídeo do Governador autorizando concurso com mil vagas
  • 11/11/2019 – Autorização formal para 864 vagas
  • 28/02/2020 – Divulgação das bancas com prazo de 90 dias para o edital
  • 17/03/2020 – Lockdown pelo Coronavírus
  • 30/05/2020 – Marcus Vinicius Braga deixa o cargo de secretário de Polícia Civil RJ
  • 15/06/2020 – Decreto que bloqueou as 864 vagas
  • 05/11/2020 – Nova autorização do concurso PC RJ

Assista a entrevista completa com o ex-secretário da Polícia Civil do Rio de Janeiro:  

Polícia Civil RJ e a necessidade de novos concursos

Das 23 mil vagas previstas em lei para Polícia Civil do Rio de Janeiro, mais de 15 mil estão sem preenchimento. Nos próximos anos, o efetivo pode ser ainda menor porque parte dos 8 mil agentes em atividade já pode se aposentar.

Segundo Marcus Vinicius Braga, “a escassez é muito grande. A Polícia Civil não pode esperar mais”.

Ainda em 2019, como informado pelo ex-secretário, o governo do Estado concedeu autorização para um novo concurso com 864 vagas para sete cargos. A oferta seria para auxiliar de necropsia (nível fundamental), técnico de necropsia (nível médio). 

Além de investigador (nível médio), inspetor (nível superior), perito legista (nível superior), perito criminal (nível superior) e delegado (nível superior). 

Após o aval, a corporação iniciou os trâmites para publicação dos editais, inclusive com anúncio das bancas organizadoras.

Porém, em meados de 2020, o Estado do Rio de Janeiro teve que apresentar compensações financeiras para se manter no Regime de Recuperação Fiscal (RRF). Uma das medidas propostas foi o bloqueio de milhares de cargos vagos, através do Decreto 47.117/2020.

Tais vacâncias seriam preenchidas por concursados e trariam gastos para folha de pessoal do Estado. As 864 vagas autorizadas pelo então governador Wilson Witzel para o concurso PC RJ, em 2019, estão nesse bloqueio.

Ex-secretário de Polícia Civil do Rio de Janeiro fala sobre novo concurso
Ex-secretário de Polícia Civil do Rio de Janeiro fala sobre novo
concurso (Foto: Divulgação)

Pelas normas do Regime de Recuperação Fiscal, a Polícia Civil do Rio só pode preencher cargos que estão vagos desde setembro de 2017 (data de assinatura do RRF) e que estão fora desse bloqueio.

Por esse motivo, foi preciso contabilizar as vacâncias da corporação e publicar uma nova autorização para o concurso. No dia 5 de novembro, o governador em exercício Cláudio Castro divulgou um novo aval no Diário Oficial para realização do concurso PC RJ em todos os níveis de escolaridade.

‘Não lembro de concurso PC RJ que não tenha chamado excedentes’

A nova autorização para o concurso Polícia Civil RJ não traz o número de vagas da seleção, porém o governo do Estado informou que serão preenchidas 864 oportunidades até 2022. Confira a divisão:

  • Auxiliar de necropsia: 12 de vagas; 
  • Técnico de necropsia: 16 vagas;
  • Investigador: 118 vagas;
  • Inspetor: 597 vagas. 
  • Perito legista: 54 vagas;
  • Perito criminal: 20 vagas; 
  • Delegado: 47 vagas.

De acordo com o governo do Estado do Rio de Janeiro, a princípio, serão chamados 73 aprovados no concurso PC RJ. Esse era o número de cargos em aberto no mês de outubro, após o bloqueio de cargos.

Depois do novo aval, a corporação teve que recomeçar os preparativos dos editais. No momento, está em contato com sete bancas para realização do processo seletivo. 

Apesar das 73 vagas imediatas anunciadas, o ex-secretário da PC RJ acredita que mais aprovados serão chamados durante o prazo de validade do concurso.

“Não lembro de um concurso que não tenha chamado excedentes. O único que não completa as vagas é o de delegado”, explicou.

Em entrevista à Folha Dirigida, o ex-secretário da PC RJ revelou também como funcionam as lotações dos aprovados.

Segundo ele, existe uma série de critérios. Mas, a Polícia Civil procura trabalhar sempre com a razoabilidade.

“Se tem vaga no interior e a pessoa for do interior será aplicada a razoabilidade”, garantiu.

Resumo concurso Polícia Civil RJ

  • Órgão: Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro
  • Cargo: auxiliar de necropsia, técnico de necropsia, investigador, inspetor, perito legista, perito criminal e delegado
  • Requisitos: todos os níveis de escolaridade, a depender do cargo
  • Remuneração: R$4.506,27 a R$18.747,95
  • Links para os últimos editais

Concurso PC RJ: ex-secretário fala sobre preparação

Marcus Vinicius foi aprovado em três concursos policiais em sua carreira: delegado da Polícia Civil do Paraná, inspetor e delegado da Polícia Civil do Rio.

Ele estudou por três anos para concursos, parte deles dividindo o tempo com trabalho em uma empresa multinacional, como atleta de futsal e com os estudos da faculdade.

Durante esse período, ele desenvolveu ansiedade pela aprovação nos concursos.

“Eu tinha marcas no corpo de ansiedade. Não tive pressão da família, tive pressão interna. Sábado, domingo, feriado, eu só me via do lado dos livros”.

Hoje, após esse período de preparação e dedicação, ele sente orgulho de sua trajetória e de sua carreira. “Não existe uma vez que vou trabalhar sem meu distintivo. É o resultado do esforço”.

Questionado se tem medo de morrer durante as ações policiais, Marcus Vinicius afirmou: ‘é claro que sim’.

“Tenho medo de morrer. Não pode ser um medo exacerbado. Porém, quanto mais você treina, menos chance de errar você terá. Sou um delegado operacional, conheço o cheiro da rua. Tenho mais de 1.500 operações”, pontuou.

Mesmo após deixar o cargo de secretário de Polícia Civil, Marcus Vinicius firmou o compromisso de ajudar os futuros servidores a ingressarem na corporação. Por meio de sua conta no Instagram ( @delegado_marcus_vinicius ), ele compartilha dicas e notícias do concurso.

“Eu tenho uma obrigação e um comprometimento com essas pessoas que estão estudando para Polícia Civil”, finalizou.

Confira a entrevista completa com Marcus Vinicius Braga 

A seguir, os assinantes da Folha Dirigida conferem a entrevista completa com o ex-secretário da PC RJ, delegado Marcus Vinicius Braga: 

Quer visualizar agora esse conteúdo?

Então não perca tempo e faça já a sua assinatura! Com ela você terá acesso a conteúdos exclusivos para assinantes sem anúncios. Planos a partir de R$3,99 por mês!

OU

Já possui uma conta?

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!