Concurso PC MG 2021: publicados editais com 519 vagas

Saem editais do novo concurso PC MG com vagas para escrivão, investigador, delegado, peritos e médico legista. Confira!

09/10/2021 09:18 | Atualizado: 18/10/2021 12:15

09/10/2021 09:18 | Atualizado: 18/10/2021 12:15

A Polícia Civil de Minas Gerais publicou neste sábado, 9 de outubro, editais do novo concurso PC MG com 519 vagas. A oferta é para ingresso em carreiras de nível superior com remunerações iniciais de até R$12 mil. As primeiras provas serão aplicadas em dezembro .

As oportunidades estão distribuídas entre as carreiras de investigador, escrivão, delegado, médico legista e perito criminal. Confira os detalhes abaixo, com os requisitos e salários:

Investigador

  • Nº de vagas: 30
  • Requisitos: nível superior em qualquer área
  • Salário inicial: R$4.631,23

Escrivão

  • Nº de vagas: 397
  • Requisitos: nível superior em qualquer área
  • Salário inicial: R$4.631,23

Delegado

  • Nº de vagas: 62
  • Requisitos: nível superior em Direito
  • Salário inicial: R$12.967,43

Médico Legista

  • Nº de vagas: 9
  • Requisitos: nível superior em Medicina
  • Salário inicial: R$10.028,30

Perito Criminal

  • Nº de vagas: 21
  • Requisitos: para área geral (nível superior em qualquer área) e para áreas específicas (nível superior em Engenharia Civil, Engenharia Geológica/Geologia ou Medicina Veterinária).  
  • Salário inicial: R$10.028,30

Há reserva para pessoas com deficiência. A jornada de trabalho dos aprovados será de 40 horas por semana.

Policial civil de Minas Gerais
Concurso PC MG tem vagas para carreiras policiais (Foto: Divulgação)

Também estão previstas vagas para área Administrativa nas carreiras de: técnico assistente (nível médio) e analista da Polícia Civil (nível superior). De acordo com a Assessoria de Imprensa da corporação, o edital para essas funções será publicado em breve. 

Concurso PC MG: inscrições a partir de segunda, 11

As inscrições serão aceitas de 11 de outubro a 9 de novembro, pelo site da Fumarc (Fundação Mariana Resende Costa), banca organizadora. 

O primeiro passo será preencher o formulário com todos os dados solicitados. Em seguida, pagar a taxa de:

  • Investigador:R$90;
  • Escrivão: R$90;
  • Delegado: R$210;
  • Médico legista: R$160;
  • Perito criminal: R$120.

Será possível se inscrever para mais de um cargo, desde que o horário de aplicação das provas não coincida

Poderão solicitar a isenção da taxa: desempregados; membros de famílias de baixa renda; e inscritos no programa Cadastro Único (CadÚnico). Para isso será necessário completar requerimento específico de 11 a 13 de outubro, pelo site da Fumarc.

Além de enviar a documentação comprobatória das condições. A banca organizadora analisará os documentos e divulgará o resultado preliminar dos pedidos de isenção no dia 26 de outubro.

Estude para concursos Policiais Civis com a Folha Cursos!

Concurso PC MG terá diferentes etapas por cargo

O  concurso PC MG será composto por diferentes etapas a depender do cargo. Veja a estrutura:

Investigador, médico legista e perito criminal:

  • Prova objetiva;
  • Exames Biomédicos e Biofísicos;
  • Avaliação Psicológica;
  • Prova de títulos;
  • Investigação Social.

Escrivão:

  • Prova objetiva;
  • Prova de Digitação;
  • Exames Biomédicos e Biofísicos;
  • Avaliação Psicológica;
  • Prova de títulos;
  • Investigação Social.

Delegado:

  • Prova objetiva;
  • Prova dissertativa;
  • Prova oral;
  • Exames Biomédicos e Biofísicos;
  • Avaliação Psicológica;
  • Prova de títulos;
  • Investigação Social. 

Todas as etapas serão realizadas em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. Confira os detalhes de cada uma delas a seguir:

Prova objetiva

As provas objetivas do concurso Polícia Civil MG estão marcadas para as seguintes datas:

12 de dezembro

Turno da manhã: Perito criminal e médico legista

Turno da tarde: Investigador

 

19 de dezembro

Turno da manhã: Delegado

Turno da tarde: Escrivão

 

As questões das provas objetivas terão a seguinte distribuição por cargo:

Investigador

A prova objetiva será composta por 60 questões, sendo 10 de Língua Portuguesa, 10 de Lei Orgânica da Polícia Civil de Minas Gerais, 10 de Noções de Direito, 10 de Direitos Humanos, 10 de Noções de Informática, 5 de Noções de Criminologia, 5 de Noções de Medicina Legal.

Escrivão

O exame objetivo terá 60 questões, das quais 10 de Língua Portuguesa, 10 de Lei Orgânica da Polícia Civil de Minas Gerais, 10 de Noções de Direito, 10 de Direitos Humanos, 10 de Noções de Informática, 5 de Noções de Criminologia, 5 de Noções de Medicina Legal.

Delegado

A prova objetiva será composta por 70 questões, sendo 10 de Direito Administrativo, 10 de Direito Civil, 10 de Direito Constitucional, 10 de Direito Penal, 10 de Direito Processual Penal, 5 de Direitos Humanos, 10 de Medicina Legal e 5 de Noções de Criminologia.

Médico Legista

A avaliação objetiva terá 60 questões, das quais 10 de Língua Portuguesa, 10 de Direitos Humanos, 10 de Medicina Legal, 10 de Toxicologia Forense, 10 de Patologia, 10 de Psiquiatria Forense.

Perito criminal

Para Área Geral, serão cobradas 60 questões, sendo 10 de Física, 10 de Matemática, 10 de Língua Portuguesa, 10 de Direitos Humanos, 10 de Noções de Informática e 10 de Biologia.

Já para as áreas específicas de Engenharia Civil, Engenharia Geológica/Geologia e Medicina Veterinária serão 60 questões, das quais 10 de Conhecimentos Específicos, 10 de Física, 10 de Matemática, 10 de Língua Portuguesa, 10 de Direitos Humanos, 5 de Noções de Informática e 5 de Biologia.

Prova de digitação

Os concorrentes a escrivão passarão por prova de digitação, em data a ser anunciada posteriormente. A etapa será realizada em microcomputador desktop arquitetura Windows, teclado Português Brasil ABNT2 e Editor de Texto (writer do LibreOffice 6 ou superior, em plataforma Microsoft Windows).

Será concedido o prazo de cinco minutos para reproduzir/digitar um texto.

Prova dissertativa

Os candidatos ao cargo de delegado passarão por prova dissertativa, em data a ser divulgada posteriormente. Será necessário responder a duas questões sobre cada uma das seguintes disciplinas: Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Penal e Direito Processual Penal.

Prova oral

As provas orais serão compostas por questões que demonstrem conhecimento jurídico e segurança na exposição, referentes às seguintes matérias: Direito Administrativo,  Direito Constitucional, Direito Penal e Direito Processual Penal.

Exames Biomédicos e Biofísicos

Os exames biomédicos objetivarão aferir se os candidatos gozam de boa saúde física, se não são portadores de doenças, sinais ou sintomas que os inabilitem ao exercício da função policial e, ainda, se possuem acuidade visual e auditiva compatíveis com a carreira policial.

Os exames biomédicos serão realizados por Banca Examinadora, composta por profissionais na área médica, legalmente habilitados e designados por ato Oficial previamente publicado no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais.

Os Exames biofísicos constarão de testes físicos acompanhados de análise médica dos resultados, sendo eles:

  • Flexão de braço;
  • Impulsão horizontal;
  • Corrida de 50 metros rasos;
  • Teste de cooper (12 minutos).

Avaliação Psicológica

A Avaliação Psicológica tem como objetivo avaliar o candidato nos seus aspectos de inteligência, aptidões específicas e características de personalidade adequadas ao exercício profissional, apuradas por meio de instrumentos objetivos da Psicologia.

Os requisitos do perfil psicológico, traçados pelo Setor de Psicologia da Divisão Psicopedagógica da Academia de Polícia Civil de Minas Gerais, necessários ao exercício do cargo de delegado de polícia substituto, referem-se à inteligência, aptidão e personalidade estruturada, ou seja, ajustamento do indivíduo em seu ambiente, seu modo habitual de comportar-se e de resistir com equilíbrio às adversidades e/ou às pressões do cotidiano.

Prova de títulos

Nessa etapa, os concorrentes deverão entregar documentos que comprovem especializações acadêmicas (curso, pós-graduação, mestrado, doutorado), aprovações em concurso e experiência profissional.

Para cada documento, o participante receberá uma pontuação conforme descrito no edital.

Investigação Social

A Investigação Social busca verificar se o candidato apresenta idoneidade moral e conduta compatíveis com as responsabilidades do cargo. Serão analisados fatores como: prática de ato tipificado como ilícito penal; prática, em caso de servidor público, de transgressões disciplinares.

Além de prática de ato que possa importar em repercussão social de caráter negativo ou comprometer a função de segurança e confiabilidade da Instituição Policial; dependência química (drogas lícitas e/ou ilícitas).

Concurso PC MG: posse deve ocorrer até junho de 2022

De acordo com o chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Joaquim Francisco Neto e Silva, a posse dos aprovados deve ocorrer até junho de 2022. 

Ele também confirmou que o concurso terá excedentes, que poderão ser convocados durante o prazo de validade da seleção. 

O concurso ficará válido por dois anos, com possibilidade de prorrogação por mais. Durante esse período, a corporação poderá convocar aprovados para suprir a necessidade por novos policiais.

Após a posse, os candidatos passarão por um curso de formação na Academia de Polícia (Acadepol).

Estude para concursos policiais com a Folha Cursos

Além da PC MG, outras Polícias Civis têm preparativos em andamento para novos concursos em 2021. Por isso, quem deseja ingressar nas corporações deve manter os estudos em dia.

Você sabia que a Folha Dirigida também tem cursos preparatórios para concursos? A Folha Cursos dispõe de materiais exclusivos para carreiras policiais civis, com videoaulas e questões comentadas. 

Estude para carreiras policiais civis!

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...