Polícia Civil-AL: veja o que caiu no concurso anterior

Confira como foram as etapas de avaliação do último concurso público da Polícia Civil de Alagoas.

20/06/2018 14:46 | Atualizado: 20/06/2018 17:48

20/06/2018 14:46 | Atualizado: 20/06/2018 17:48

Além da Polícia Militar, mais um concurso que está em pauta no Alagoas é o da Polícia Civil, para agente, escrivão e delegado. Embora os preparativos ainda estejam nos trâmites iniciais, a Secretaria de Planejamento reafirmou nesta terça, 19, à FOLHA DIRIGIDA, que é intenção da gestão lançar o edital. Por isso, aqueles que desejarem concorrer devem começar a preparação o quanto antes. 

A melhor referência de estudos pode ser o edital anterior, para os mesmos cargos, lançado em 2012. É importante lembrar, no entanto, que os candidatos precisam estar atentos às atualizações legislativas. Ainda assim, é provável que a estrutura de avaliação permaneça semelhante.

O concurso ofereceu 400 vagas, das quais 240 foram para agente de polícia, 120 para escrivão e 40 para delegado. Na época as remunerações eram de R$2.071,80 para os dois primeiros e de R$12.593,22 para delegado. Todos exigem formação em nível superior e, no caso de agente, ainda é preciso a Carteira de Habilitação. 

Último concurso é referência para candidatos da Polícia Civil-AL
(Foto: Divulgação)

Candidatos fizeram duas etapas de avaliação

Todos os candidatos do concurso foram avaliados por meio de vários exames divididos em duas etapas. A primeira variava de acordo com o cargo concorrido e a segunda consistiu no curso de formação policial, de caráter eliminatório e classificatório. Confira como foi a primeira etapa de cada cargo:

Agente de Polícia

Os candidatos a agente de polícia, que exige formação em nível superior e CNH, foram submetidos, na primeira etapa, a seis exames, sendo eles: 

- Prova objetiva
- Prova discursiva
- Capacidade física
- Avaliação psicológica
- Investigação social
- Exame médico

A prova de múltipla escolha foi dividida em duas partes, uma com 50 questões de conhecimentos básicos e outra com 70 de conhecimentos específicos. Ambas tiveram caráter eliminatório e classificatório e a aplicação teve quatro horas de duração. 

Como estudar leis por áudio?

A parte de conhecimentos básicos abrangeu Língua Portuguesa e noções de Informática. Já a parte de conhecimentos específicos tinha noções de Direito Constitucional, de Direito Administrativo, de Direito Penal, Direito Processual Penal, Legislação Complementar e Medicina Legal. A prova discursiva consistiu em apenas uma questão. Esta e as demais provas de primeira etapa tiveram caráter apenas eliminatório. 

Delegado de polícia 

No caso de delegados, a primeira etapa foi formada por:

- Prova objetiva
- Prova discursiva
- Capacidade física
- Avaliação psicológica
- Avaliação de títulos
- Investigação social
- Exame médico

A objetiva também foi dividida em duas partes de caráter eliminatório e classificatório, uma com 50 questões de conhecimentos básicos e outra com 70 de conhecimentos específicos. O exame foi aplicado no turno da tarde, com duração de cinco horas. 

Em conhecimentos básicos foram cobradas Língua Portuguesa e noções de Informática. Já em conhecimentos específicos caíram Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Civil, Legislação Complementar e Medicina Legal. Neste caso, a prova discursiva foi formada por três questões. A etapa de investigação social foi classificatória e as demais apenas eliminatórias. 

Leitura de questões em concursos públicos

Escrivão de polícia

Para escrivão a primeira etapa teve:

- Prova objetiva
- Prova discursiva
- Capacidade física
- Prática de digitação
- Avaliação psicológica
- Investigação social
- Exame médico

A objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, consistiu em uma parte com 50 questões de conhecimentos básicos e outra com 70 de conhecimentos específicos. Também foi aplicada em quatro horas de duração. A parte de conhecimentos básicos abrangeu Língua Portuguesa e noções de Informática. Já a parte de conhecimentos específicos tinha noções de Direito Constitucional, de Direito Administrativo, de Direito Penal, Direito Processual Penal, Legislação Complementar e Medicina Legal. 

A discursiva foi composta também por apenas uma questão e teve caráter eliminatório e classificatório. As demais provas da primeira etapa tiveram caráter apenas eliminatório. 

Para se preparar melhor para o concurso da Polícia Civil de Alagoas confira o banco de provas para download da FOLHA DIRIGIDA

São esperadas vagas de agente, delegado e escrivão

O documento publicado no DO não menciona o quantitativo de vagas que serão ofertadas, já que ainda é necessária uma análise dos quadros da instituição para tal conclusão. No entanto, em 2016 a Delegacia Geral do órgão também solicitou ao Gabinete Civil a abertura de um concurso público para o preenchimento de, no mínimo, 300 vagas. 

Tendo em vista que já completam dois anos desde que este pedido foi feito, é provável que o déficit dos quadros tenha aumentado. A solicitação era de, pelo menos, 80 vagas de escrivão, 20 de delegado e 200 de agente. 

Prepare-se para o concurso da Polícia Civil-AL

Quem se prepara com antecedência tem mais chances de ser aprovado. Mesmo que esteja previsto apenas para depois das eleições, os futuros candidatos da Polícia Civil-AL devem começar a se preparar o quanto antes. Para ajudar, confirma o material de estudos da FOLHA DIRIGIDA:

Baixe o e-book "10 erros que você não pode cometer em teste físico":

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Sobre o concurso

Previsto

Polícia Civil-AL - agente e escrivão - 2021

AL
Até R$3800,00
Fund...
500 vagas

Carregando...