Concurso PM TO tem 3 mil pedidos de devolução da taxa no primeiro dia

Anulado por irregularidades, inscritos no concurso PM TO 2018 podem solicitar o ressarcimento das taxas de inscrição. Saiba mais!

19/01/2021 18:34 | Atualizado: 22/01/2021 01:35

19/01/2021 18:34 | Atualizado: 22/01/2021 01:35

Você se inscreveu no concurso PM TO, que foi anulado em 2019 ? Caso sim, saiba que já é possível realizar o pedido de ressarcimento da taxa de inscrição. 

De acordo com informação publicada pela Polícia Militar do Tocantins, nesta terça-feira, 19, foram mais de três mil pedidos de devolução do dinheiro apenas no primeiro dia. 

Aqueles que se inscreveram na seleção, mas ainda não solicitaram o reembolso, poderão realizar o cadastro para receber a quantia (R$80 para  nível médio e R$120 para superior) até o dia 3 de março.

Para isso, é necessário acessar o site da PM TO específico para a devolução. Em seguida, enviar as informações exigidas para que o pedido seja analisado por uma comissão da PM.

É importante destacar que para o recebimento do valor, serão aceitas apenas contas bancárias do tipo conta poupança e/ou conta corrente cujo titular seja o candidato inscrito. Também não poderão ser utilizadas contas de bancos virtuais.

Além disso, a polícia informa que a taxa referente aos editais anulados não pode ser reaproveitada como taxa de inscrição de outro concurso. Consulte abaixo o edital de devolução de taxa na íntegra:

PM TO publica edital de ressarcimento do concurso de 2018 (Foto: Divulgação)
PM TO publica edital de ressarcimento
do concurso de 2018 (Foto: Divulgação)

Concurso PM TO 2018 foi anulado por irregularidades

Com o edital de abertura publicado em janeiro de 2018, o concurso PM TO foi anulado em setembro do ano seguinte. A portaria de anulação foi publicada no Diário do Estado do Tocantins.

enlightened Novo concurso PM TO tem inscrições abertas até sábado, 23

Meses antes, a anulação dos concursos já havia sido anunciada, em entrevista coletiva realizada na sede do Comando Geral, em Palmas.

O documento oficial que anula o concurso foi assinado pelo comandante geral da PM, coronel Jaizon Veras Barbosa. Após a decisão, houve rescisão do contrato com a organizadora, Assessoria em Organização de Concursos Públicos (AOCP).

Além de anular o concurso, o documento ainda determinou que fossem feitos os procedimentos para a devolução dos valores pagos referentes a taxa de inscrição pelos candidatos.

O que acontece é que o Ministério Público investigava possíveis irregularidades no concurso da PM-TO desde 2018.

O órgão recebeu denúncias de problemas em vários polos de provas, como envelopes violados e aparelhos celulares apreendidos com as respostas das provas. 

Prepare-se para concursos com a Folha Cursos!

Folha Cursos

Juntos, editais da PM TO ofereciam mais de mil vagas

Os concursos da Polícia Militar do Tocantins ofereciam 1.040 vagas efetivas, sendo mil para soldado e 40 para o cargo de cadete I (oficial).

As carreiras exigiam os níveis médio e superior, respectivamente. Era preciso, ainda, idade entre 18 e 30 anos; além de altura de 1,63m para candidatos do sexo masculino e 1,60m para o sexo feminino. 

Os candidatos seriam avaliados com várias etapas, sendo elas prova objetiva e dissertativa; exame de capacidade física; avaliação psicológica; avaliação médica e odontológica; e investigação social. Apenas os primeiros exames chegaram a ser aplicados. 

Novo concurso PM TO tem inscrições abertas até sábado, 23

No final de dezembro, a Polícia Militar publicou o edital de abertura do concurso público com 1 mil vagas em vários cargos, sendo eles soldados, músicos e técnicos na área da saúde.

+ Concurso PM TO: governador anuncia edital de oficiais com 30 vagas

Confira a distribuição das vagas:

  • 50 vagas para músicos;
  • 20 vagas para técnico em enfermagem;
  • 5 vagas para técnico em saúde bucal;
  • 950 vagas para soldado.

O grande destaque é o cargo de soldado, de nível médio. Inclusive todas as mil vagas seriam para a carreira, mas foram remanejadas recentemente.

Na área da Saúde, quem quiser concorrer, além dos requisitos gerais, precisa de ter cursos de Técnico em Enfermagem ou Técnico em Saúde Bucal.

Para o quadro de músicos, todavia, não há necessidade de ser portador de certificado de cursos na área. Mas, o candidato será submetido a uma prova prática instrumental como etapa do certame.

Os cadastros podem ser feitos até o dia 23 de janeiro pelo site do Cebraspe , a banca organizadora. Para isso, é preciso preencher a ficha de inscrição e pagar a taxa única no valor de R$80.

O material de preparação da Folha Dirigida pode te ajudar:

 Smart Planner
 Folha Questões
 Por Dentro da Prova
 Editais verticalizados
 Vídeos com dicas

 

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Sobre o concurso

Anulado / Suspenso

Polícia Militar - TO - 2018 - soldado e cadete

TO
Não informado
Fund...
Não informado

Carregando...