Advogados aprovam ação civil impetrada pela Defensoria do Rio

A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPGE-RJ) impetrou uma ação civil pública (ACP) contra o governo estadual e a empresa Exatus, organizadora da seleção para admissão ao curso de formação de soldado da Polícia Militar do Estado (PM-RJ), solicitando a anulação de três questões do exame intelectual do concurso, medida que foi avaliada de forma positiva pelo advogado, especialista em concursos e consultor jurídico da FOLHA DIRIGIDA, José Manuel Duarte Correia.

26/02/2015 14:25 | Atualizado: 14/09/2017 02:30

26/02/2015 14:25 | Atualizado: 14/09/2017 02:30
A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPGE-RJ) impetrou uma ação civil pública (ACP) contra o governo estadual e a empresa Exatus, organizadora da seleção para admissão ao curso de formação de soldado da Polícia Militar do Estado (PM-RJ), solicitando a anulação de três questões do exame intelectual do concurso, medida que foi avaliada de forma positiva pelo advogado, especialista em concursos e consultor jurídico da FOLHA DIRIGIDA, José Manuel Duarte Correia.

Quer visualizar agora esse conteúdo?

Então não perca tempo e faça já a sua assinatura! Com ela você terá acesso a conteúdos exclusivos para assinantes sem anúncios. Planos a partir de R$3,99 por mês!

OU

Já possui uma conta?

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Newsletter

Sobre o concurso

Inscrições Encerradas

PM-RJ - 2013 - 6.000 vagas - Soldado

RJ
Até R$2382,89
Fund...
6000 vagas