PC RN fala sobre tentativa de fraude e continuidade do concurso
A Polícia Civil do Rio Grande do Norte falou sobre a tentativa de fraude, durante as provas do seu concurso PC RN, no último domingo, 11.
12/07/2021 12:21 | Atualizado: 13/07/2021 11:28Por: Juliana Goes
12/07/2021 12:21 | Atualizado: 13/07/2021 11:28 - Por: Juliana Goes

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte se posicionou no início da tarde desta segunda-feira, 12, sobre a tentativa de fraude durante as provas do seu concurso PC RN. Os exames ocorreram no último domingo, 11.

Em resposta à Folha Dirigida, a instituição informou que, durante a aplicação das provas, foi identificada uma tentativa de fraude na cidade de Natal.

"A conduta foi devidamente coibida, com a autuação em flagrante de um candidato, na Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal, pelo crime previsto no artigo 311-A, do Código Penal, na modalidade tentada", disse.

Ainda segundo a PC RN, o inquérito policial foi instaurado e as investigações estão tramitando no Departamento de Combate à Corrupção (DECCOR). Desta forma, a Polícia Civil garante que o concurso segue normalmente.

"A PCRN informa que o certame segue o curso normalmente e reforça seu compromisso com a transparência perante a sociedade, em especial os candidatos, destacando que, caso sejam verificadas quaisquer outras práticas ilícitas, as medidas administrativas e criminais necessárias serão adotadas, com a responsabilização do(s) autor(es)", esclareceu. 

A Fundação Getulio Vargas (FGV) também se manifestou. Em comunicado no site do concurso, a banca informa que identificou e eliminou prontamente o candidato que tentou fraudar a seleção. Veja o comunicado a seguir:

A Fundação Getulio Vargas (FGV) comunica ter identificado e imediatamente eliminado tentativa de cola eletrônica de um candidato durante a prova da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, realizada no último domingo, dia 11 de julho. O corpo profissional da FGV é treinado e capacitado para evitar tais iniciativas criminosas. O sistema de prevenção é reforçado por rígidos procedimentos de segurança, que incluem o uso de detectores de metais e detectores de ponto eletrônico, para evitar que os inscritos portem equipamentos eletrônicos suspeitos. Além do uso dessas tecnologias de combate à fraude e da atuação de profissionais experientes nos locais de aplicação, a FGV conta com avançado sistema de inteligência artificial, que realiza cruzamentos de dados, identificando coincidências de acertos e erros das respostas dos candidatos, tanto nas questões objetivas quanto discursivas, além da análise grafotécnica. A Fundação Getulio Vargas agradece a todos os colaboradores que integram sua força de trabalho, pela eficiência em detectar a ocorrência e abortar a tentativa de fraude não consumada no certame. Por fim, reitera a lisura do certame e, juntamente com a PCRN, assegura a continuidade das demais etapas do concurso, inclusive a prova objetiva e discursiva para o cargo de Delegado Substituto no próximo domingo, dia 18/07/2021, em Natal-RN, tranquilizando todos os participantes e a sociedade.

Nas redes sociais, candidatos dividiram opiniões sobre a aplicação das provas. Para alguns, o exame correu de acordo com as regras. Já outros relataram que não havia detector de metais ou revista antes da entrada nas salas.

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte esclareceu que a "instituição se fez presente de forma maciça em todos os locais de prova, buscando garantir a lisura do certame e a prevenção à fraude". 

Polícia Civil fala sobre tentativa de fraude no concurso PC RN (Foto: Facebook PC RN)
Polícia Civil fala sobre tentativa de fraude
no concurso PC RN (Foto: Facebook PC RN)

Provas foram compostas por 100 questões

Os candidatos do concurso da Polícia Civil do Rio Grande do Norte foram avaliados no último domingo, 11, por meio das provas objetivas e discursivas. O exame de múltipla escolha contou com 100 questões, sendo elas:

Agente e escrivão

  • Língua Portuguesa (20 perguntas);
  • Raciocínio Lógico-Matemático (dez);
  • Noções de Informática (dez);
  • Noções de Administração (dez);
  • Noções de Contabilidade (dez);
  • Noções de Direito Constitucional (dez);
  • Noções de Direito Penal, Processual Penal e Legislação Extravagante (15);
  • Noções de Direito Administrativo (dez); e
  • Noções de Medicina Legal (cinco).

Folha Cursos

Serão aprovados os candidatos que acertarem, no mínimo, 50 questões. No caso do agente e escrivão, somente serão corrigidas as avaliações dos primeiros 1.500 e 600 aprovados, respectivamente, na ampla concorrência.

As provas para o cargo de delegado estão previstas para o próximo domingo, 18, com 100 questões de:

  • Direito Constitucional (15);
  • Direito Penal (15);
  • Direito Processual Penal (15);
  • Legislação Penal e Processual Penal Extravagante (15);
  • Direito Administrativo (15);
  • Direito Financeiro e Tributário (cinco);
  • Direito Ambiental (cinco);
  • Medicina Legal (cinco);
  • Criminalística (cinco); e
  • Criminologia (cinco).

Somente os primeiros 600 candidatos habilitados, na ampla concorrência para delegado, terão as provas discursivas corrigidas. 

Os aprovados ainda realizarão a avaliação física (exceto para o cargo de escrivão) ou prova prática (somente para o escrivão), o exame psicotécnico e o curso de formação. 

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Polícia Civil do Rio Grande do Norte
  • Cargos: agente de polícia, delegado e escrivão
  • Vagas: 301
  • Requisitos: nível superior
  • Remuneração: R$4.731,91 (agentes e escrivães) e R$16.670,59 (delegado)
  • Banca: Fundação Getulio Vargas (FGV)
  • Inscrições: de 2 a 21 de dezembro de 2020
  • Provas: 11 de julho (agente e escrivão) e 18 de julho (delegado)

Concurso PC RN oferece 301 vagas e até R$16,6 mil

Ao todo, a Polícia Civil do Rio Grande do Norte oferece 301 vagas imediatas, sendo:

  • 47 para delegado;
  • 230 para agente; e
  • 24 para escrivão.

Os cargos têm o nível superior como requisito. No entanto, no caso do delegado, é preciso ter graduação completa em Direito. A PC RN exige ainda carteira de habilitação a partir da categoria B para todos os candidatos.

Em maio de 2020, os salários iniciais e finais passaram por reajustes. Desta forma, os aprovados receberão os seguintes vencimentos.

  Salário Inicial  Salário final 
Delegado R$16.670,59 R$25.632,97
Agente R$4.731,91 R$10.468,63
Escrivão R$4.731,91 R$10.468,63
Quer receber novidades sobre concursos?
Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!
Newsletter
Carregando...