Concurso PC AL: após críticas, secretário explica taxa de inscrição
Com a publicação do edital do concurso PC AL, com vagas para delegado, críticas estão sendo feitas em relação à taxa de inscrição, de R$400.
16/05/2022 10:42 | Atualizado: 16/05/2022 13:32
16/05/2022 10:42 | Atualizado: 16/05/2022 13:32

Na última sexta-feira, 13, foi publicado o edital do novo concurso PC AL, com 80 vagas para o cargo de delegado. A seleção atraiu a atenção de muitas pessoas, mas não para a oportunidade e sim para o valor da taxa de inscrição.

Nas redes sociais, muitos interessados e pessoas que estudam para concursos criticaram o valor da inscrição, que foi fixado em R$400. Para diversas pessoas, o momento atual do país não está alinhado com a taxa.

Além disso, o valor também surpreendeu os interessados que acompanharam a publicação do edital do último concurso para a Polícia Civil de Alagoas, que está em andamento, e teve uma taxa de R$95, para os cargos de agente e escrivão.

Em meio às críticas, o então titular da Secretaria do Planejamento, Gestão e Patrimônio de Alagoas (Seplag AL), Fabrício Marques Santos, que anunciou sua saída do governo na última sexta-feira, 13, falou sobre o valor definido para as inscrições.

"A gente costuma minimizar o valor da taxa de inscrição. Esse valor está relacionado à cobertura do concurso, ou seja, o estado nem pretende ter lucro, mas também não pretende ter prejuízo. Pelo número de inscritos e pelas regras contratuais, o custo ficou em R$400. Sempre tentamos trabalhar com valores baixos, mas esse valor foi definido pelo custo (do concurso)", disse Fabrício em live realizada na última sexta, 13.

Com a taxa fixada em R$400, os interessados podem solicitar a isenção, no período de 20 de maio a 3 de junho, por meio do  site da banca.  Para isso, é preciso estar de acordo com um dos seguintes critérios:

  • desempregados há pelo menos um ano;
  • inscritos em projetos inseridos nos Programas de Assistência Social;
  • doadores de sangue ou de medula óssea;
  • trabalhadores que recebem até um salário mínimo por mês; e 
  • pessoas convocadas e nomeadas pela Justiça Eleitoral de Alagoas.

Concurso PC AL terá inscrições abertas dia 20

As inscrições para o concurso PC AL serão abertas às 10h do dia 20 de maio, por meio do   site do Cebraspe  Os interessados poderão se inscrever até as 18h do dia 24 de junho. A taxa deve ser paga até o dia 28 de junho.

A seleção oferece 80 vagas, sendo 40 imediatas e 40 para a formação de um cadastro de reserva.

Para concorrer, é preciso ter o nível superior em Direito. Os aprovados terão ganhos iniciais de R$20.665,50, para uma jornada de 40 horas.

Os aprovados e convocados serão responsáveis por executar atividades de direção, de supervisão, de coordenação, de planejamento, de orientação, de execução e de controle da administração da Polícia Judiciária, bem como das investigações e operações policiais, além de instaurar e presidir procedimentos policiais.

Concurso PC AL para delegado tem edital publicado com 80 vagas (Foto: PC AL)
Concurso PC AL para delegado tem edital publicado
com 80 vagas (Foto: PC AL)

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Polícia Civil de Alagoas
  • Cargo: delegado
  • Vagas: 80 (40 imediatas e 40 para cadastro de reserva)
  • Requisito: nível superior em Direito
  • Remuneração: R$20.665,50
  • Banca: Cebraspe
  • Inscrições: de 20 de maio a 24 de junho
  • Provas: 14 de agosto

Concurso PC AL terá primeira prova em agosto

Os candidatos inscritos no concurso PC AL serão avaliados em diversas etapas, sendo elas: provas objetivas e discursivas, Teste de Aptidão Física (TAF), exames laboratoriais e médicos, avaliações psicológica e de títulos, investigação social e curso de formação policial.

As provas serão realizadas no dia 14 de agosto, nos turnos da manhã (objetiva) e da tarde (discursiva), com duração de seis horas e meia no total. As avaliações ocorrerão na cidade de Maceió, em Alagoas. 

A prova objetiva será composta por 120 questões, sendo elas de:

Conhecimentos Gerais (30 perguntas)

  • Língua Portuguesa; e
  • Informática.

Conhecimentos Específicos (90)

  • Direito Penal;
  • Direito Processual Penal;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Civil;
  • Legislação Complementar;
  • Medicina Legal;

Já a prova discursiva terá três questões, que poderão abordar disciplinas de Direito Penal, Processual Penal e Constitucional.

Para ser aprovado na objetiva e ter seu exame discursivo corrigido, o candidato deverá obter nota igual ou superior a seis em Conhecimentos Gerais, 27 na parte Específica e 36 no total, além de se classificar entre os 190 primeiros, na ampla concorrência. 

Após a conclusão dessas etapas, os candidatos serão convocados para os outros exames, em datas e horários a serem publicados pelo Cebraspe. 

Com o término do concurso, a seleção será homologada e ficará válida por dois anos, podendo ser prorrogada por mais dois. Nesse período, serão realizadas as convocações.

Quer receber novidades sobre concursos?
Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!
Newsletter
Receba notícias recomendadas para você!
É só se cadastrar e seguir concursos de seu interesse para receber notícias exclusivas direto na sua página inicial.
icon