Concurso Ministério da Justiça: novo edital será solicitado à Economia

O Ministério da Justiça e da Segurança Pública confirmou que realizará um novo pedido de concurso para provimento em 2022. Veja!

25/05/2021 15:11 | Atualizado: 25/05/2021 18:54

Por: Mateus Carvalho

25/05/2021 15:11 | Atualizado: 25/05/2021 18:54 - Por: Mateus Carvalho

Excelente notícia para os futuros servidores. Mais um pedido foi confirmado e será enviado ao Ministério da Economia. Dessa vez, é o do concurso Ministério da Justiça, que poderá ter novo edital, se autorizado.

A informação foi confirmada pela própria pasta. Mas, o quantitativo de vagas e os cargos ainda não foram revelados.

O Ministério da Justiça e da Segurança Pública confirmou que pretende realizar essa nova solicitação e enviá-la ao Ministério da Economia. Vale lembrar que os órgãos federais têm até 31 de maio para confirmarem seus pedidos.

Segundo informado pelo órgão, as oportunidades serão o Quadro de Pessoal do chamado "Núcleo Central" que contempla as seguintes unidades:

  • Assessoria Especial de Controle Interno;
  • Assessoria Especial de Assuntos Federativos e Parlamentares;
  • Assessoria Especial de Assuntos Legislativos;
  • Assessoria Especial Internacional;
  • Gabinete do Ministro;
  • Secretaria Executiva; Consultoria Jurídica;
  • Secretaria Nacional de Justiça; Secretaria Nacional do Consumidor;
  • Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas;
  • Secretaria Nacional de Segurança Pública;
  • Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública; e
  • Secretaria de Operações Integradas.

Os cargos e quantitativo de vagas desse novo pedido ainda não foi confirmado pela pasta. É importante lembrar, também, que esse pedido não tem a ver com os órgãos que englobam a pasta, sendo eles PF, PRF e Depen.

Todos esses órgãos têm atuação independente e gestão própria, e já estão com concursos em andamento.

(Foto: Divulgação)
Ministério da Justiça se organiza para realizar novo concurso público
(Foto: Divulgação)

Ministério da Justiça pediu concurso com 365 vagas em 2020

O quantitativo de vagas ainda não foi confirmado pela pasta. Mas, é possível ter uma noção com base no que o órgão solicitou anteriormente.

Em 2020, o Ministério da Justiça e da Segurança Pública também enviou pedido de concurso, que não foi autorizado. Este, foi para prover 365 vagas para preencher cargos em atividades-fim. 

As carreiras contempladas são de níveis médio, médio/técnico e superior. Além do quantitativo de vagas, o Ministério da Justiça e da Segurança Pública também confirmou os cargos contemplados, sendo eles:

  • 115 vagas para analista técnico de políticas sociais, da carreira de desenvolvimento de políticas sociais
  • 250 vagas de níveis superior e intermediário do plano geral de cargos do Poder Executivo.

As 250 vagas, portanto, ficam distribuídas da seguinte maneira:

  • Administrador - oito vagas;
  • Analista Técnico-Administrativo - 117 vagas;
  • Arquiteto - uma vaga;
  • Arquivista - uma vaga;
  • Assistente social - uma vaga;
  • Bibliotecário - duas vagas;
  • Contador - quatro vagas;
  • Economista - três vagas;
  • Enfermeiro - uma vaga;
  • Engenheiro - sete vagas;
  • Estatístico - uma vaga;
  • Médico - quatro vagas;
  • Psicólogo - três vagas;
  • Técnico em assuntos educacionais - sete vagas;
  • Agente administrativo - 87 vagas; e
  • Técnico em contabilidade - três vagas.

Quando foi o último concurso Ministério da Justiça?

Essa atual pasta, no início do mandato de do presidente da República Jair Bolsonaro, sofreu uma junção. Ela passou de Ministério da Justiça para Ministério da Justiça e da Segurança Pública. Se autorizado, este será o primeiro concurso após a unificação.

Enquanto ainda era apenas Ministério da Justiça, o último concurso aconteceu há praticamente oito anos. Em 2013, cuja validade já foi expirada.

Naquela época, foram oferecidas 125 vagas para cargos de nível superior.

 

A banca foi o Cebraspe, antigo Cespe. Para o próximo concurso, somente será conhecida a banca após a autorização ser publicada. A partir daí, o Ministério da Justiça e Segurança Pública pode iniciar os preparativos.

O último concurso teve provas objetiva e discursiva, sendo ambas com caráter eliminatório e classificatório. As disciplinas cobradas foram:

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Informática
  • Raciocínio Lógico
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Administrativo (exceto para o analista técnico administrativo)
  • Legislação específica
  • Atualidade (somente para o analista técnico administrativo)
  • Conhecimentos específicos

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...