Concurso IBGE: Instituto fala sobre o orçamento e futuro do Censo

Após o Congresso Nacional aprovar o Orçamento 2021 e reduzir em quase 90% a verba para o Censo 2021, Instituto fala sobre o concurso IBGE.

26/03/2021 11:00 | Atualizado: 26/03/2021 11:18

26/03/2021 11:00 | Atualizado: 26/03/2021 11:18

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística se posicionou, por meio de nota, nesta sexta-feira, 26, sobre o corte no orçamento para a realização do Censo Demográfico 2021. A redução pode inviabilizar o concurso IBGE e a própria pesquisa.

Com a redução de quase 90% do Orçamento previsto no Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) encaminhado, em agosto de 2020, ao Congresso Nacional, o IBGE pode não conseguir realizar o Censo neste ano.
 

"Diante deste cenário, o IBGE solicitará orientações ao Ministério da Economia sobre os procedimentos no tocante à operação censitária que, de acordo com a lei 8.184/1991, deve ser realizada a cada dez anos", disse o Instituto em nota.


Desta forma, o IBGE aguarda agora o posicionamento do Ministério da Economia para decidir o futuro do Censo e, consequentemente, o andamento do concurso IBGE.

A proposta orçamentária foi aprovada na última quinta-feira, 25, pelo Congresso Nacional. O texto final reduziu de R$2 bilhões para R$71 milhões os recursos previstos para o Censo Demográfico deste ano. 

Durante a votação, o líder da minoria no Congresso, deputado Arlindo Chinaglia (PT SP), informou que, depois de conversar com líderes dos partidos de oposição, a maioria deles se posicionou de forma favorável ao acordo com o governo para reforçar o orçamento da Saúde, da Educação, da Assistência Social e do IBGE.

Esse reforço ocorrerá por meio de projetos de abertura de crédito orçamentário (PLNs), que deverão ser apresentados ao longo do ano. Apesar da promessa, os partidos Novo, Psol e PC do B foram contra, já que alegaram que a proposta de recomposição do Orçamento é "vazia".

Segundo a categoria ligada ao IBGE, sem a pesquisa, o país corre o risco de um apagão estatístico em meio a uma pandemia. Como consequência, a defasagem do Censo, que já dura 11 anos, pode minar políticas públicas para os próximos anos.
 

Concurso IBGE pode não ocorrer em meio ao corte no orçamento (Foto: Acervo IBGE)
Concurso IBGE pode não ocorrer em meio
ao corte no orçamento (Foto: Acervo IBGE)


Concurso IBGE 2021 ofereceu mais de 204 mil vagas


Publicados no dia 18 de fevereiro, por meio do Cebraspe, os editais do concurso IBGE 2021 ofereceram mais de 204 mil vagas temporárias, nos cargos de:

  • agente censitário municipal (ACM) - 5.450 vagas;
  • agente censitário supervisor (ACS) - 16.959 vagas; e
  • recenseador - 181.898 vagas.

As inscrições terminaram nos dias 15 (agentes) e 19 (recenseador) de março. As vagas foram destinadas a candidatos com níveis fundamental (recenseador) e médio (agentes).

Se mantido, os aprovados terão ganhos de R$2.100 para o agente municipal e de R$1.700 para o agente supervisor. Os valores desses profissionais ainda podem chegar a R$2.558 e R$2.158, respectivamente, com o auxílio-alimentação de R$458.

No caso do recenseador, os ganhos serão por produção. No    site do IBGE   , é possível simular a remuneração. Confira aqui como realizar esse cálculo.

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
  • Cargos: agente censitário municipal, agente censitário supervisor e recenseador
  • Vagas: 204.307 vagas temporárias
  • Requisito: níveis fundamental e médio
  • Remuneração: a partir de R$2.158
  • Bancas: Cebraspe
  • Provas: 18 de abril (agentes) e 25 de abril (recenseador)


Provas do concurso estão previstas para abril


As provas objetivas do IBGE seguem marcadas para os dias 18 de abril (agentes) e 25 de abril (recenseadores), seguindo os protocolos sanitários de prevenção da Covid-19.

Os exames terão duração de quatro horas e serão aplicados no turno da tarde, com as seguintes disciplinas:

Agentes - 60 questões

  • Língua Portuguesa (dez);
  • Raciocínio Lógico Quantitativo (dez);
  • Ética no Serviço Público (cinco);
  • Noções de Administração/Situações Gerenciais (15); e
  • Conhecimentos técnicos (20).

Recenseador - 50 questões

  • Língua Portuguesa (dez);
  • Ética no Serviço Público (cinco);
  • Matemática (dez); e
  • Conhecimentos técnicos (25).

Prepare-se para o concurso IBGE com a Folha Cursos

Folha Cursos


As provas objetivas serão realizadas, simultaneamente, em todos os municípios em que houver vagas. Os exames ocorrerão nos 26 estados, além do Distrito Federal.

resultado final está previsto para 27 de maio. Após essa etapa, os recenseadores realizarão o treinamento, que faz parte do processo seletivo, e será realizado pelo IBGE.

A previsão do IBGE é contratar os selecionados até agosto deste ano. Isso porque, segundo o Instituto, a coleta de dados para o Censo Demográfico 2021 será realizada entre os meses de agosto e outubro.

O contrato dos agentes terá duração de cinco meses, enquanto o recenseador irá trabalhar, inicialmente, por três meses. Em ambos os casos, os contratos poderão ser prorrogados com base nas necessidades do IBGE.

enlightenedTire suas dúvidas aqui sobre o concurso IBGE para o Censo 2021enlightened

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Sobre o concurso

Inscrições Encerradas

IBGE - 2021 - Temporários 207 mil vagas

Nacional
Até R$2558,00
Fund...
204307 vagas

Carregando...