Concurso IBGE: se cancelado, "reembolso ocorrerá", diz Instituto

Com provas suspensas e em negociação com o Ministério da Economia, Instituto fala do concurso IBGE e possibilidade de reembolso das taxas.

14/04/2021 10:25 | Atualizado: 14/04/2021 10:46

Por: Juliana Goes

14/04/2021 10:25 | Atualizado: 14/04/2021 10:46 - Por: Juliana Goes

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística aguarda orientações do Ministério da Economia, para decidir o futuro do Censo Demográfico e, consequentemente, do concurso IBGE 2021. Ao todo, a seleção conta com mais de 204 mil vagas temporárias.

No entanto, em meio às incertezas, candidatos têm questionado o Instituto sobre o reembolso das taxas de inscrição, que foram de R$25,77 (recenseador) e R$39,49 (agentes). Em resposta, o IBGE ressalta que:

"Conforme previsto no edital, o reembolso ocorrerá caso o processo seletivo tenha que ser cancelado".

Ainda em resposta aos candidatos, o Instituto reforça que, no momento, o concurso está suspenso e não cancelado. O IBGE aguarda assim as orientações do Ministério da Economia sobre o andamento do processo.

As provas, que estavam previstas para os dias 18 e 25 deste mês, foram suspensas no último dia 6. A decisão ocorreu devido ao corte no orçamento para a realização do Censo 2021, feito em março deste ano pelo Congresso Nacional.

O que pode acontecer com a seleção para o Censo?

Um dia após o corte no orçamento, 26 de março, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística afirmou que iria pedir uma orientação ao Ministério da Economia. No momento, a pasta tenta reverter esse cenário.

Na mesma data, a então presidente do IBGE, Susana Cordeiro Guerra, pediu demissão, segundo o Instituto, por motivos pessoais e de família. Em carta aos funcionários, ela afirmou que o Censo Demográfico precisará ocorrer.

Diante deste cenário, Folha Dirigida reuniu duas possibilidades para o futuro dos candidatos inscritos na seleção. Confira!

  1. Censo Demográfico pode ser adiado

Em um primeiro momento, o Censo Demográfico pode ser novamente adiado, ocorrendo somente em 2022. Neste cenário, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística pode devolver as taxas de inscrição.

O mesmo ocorreu em 2020, quando o IBGE abriu as inscrições para 208.695 vagas temporárias. No ano passado, no entanto, a seleção teve que ser adiada por conta da pandemia de Covid-19. O orçamento foi enviado para o Ministério da Saúde. 

  1. Concurso pode ter provas remarcadas

Em um segundo cenário, o concurso IBGE pode ser retomado, tendo as provas remarcadas. Neste caso, no entanto, o Ministério da Economia teria que reverter o orçamento aprovado no Congresso Nacional. 

Essa possibilidade, no entanto, ainda está distante, já que ME e Congresso não chegaram a um acordo até o momento. Além disso, sindicatos ligados ao IBGE apontam que não há, por parte do Governo Federal, interesse em realizar o Censo Demográfico.

O IBGE, no entanto, cita que a Lei 8.184/1991 determina que a pesquisa ocorra a cada dez anos. O primeiro Censo Demográfico brasileiro foi feito em 1872 e, desde 1920, tem sido realizado decenalmente, nos anos terminados em zero.

Em todo esse tempo, a pesquisa só não foi realizada em três momentos:

  • Em 1930 devido à Revolução;
  • Em 1990, sendo adiada para 1991, no Governo Collor; e
  • Em 2020 devido à pandemia do novo Coronavírus, sendo adiada para 2021.

Caso não ocorra neste ano, esta será a quarta vez que um Censo será adiado, e, a primeira, que ocorre de forma consecutiva.

IBGE tem novo presidente indicado

Nesta quarta-feira, 14, o IBGE confirmou a indicação de Eduardo Luiz Gonçalves Rios Neto, pelo ministro Paulo Guedes, à presidência do Instituto.

Rios Neto é o atual diretor de Pesquisas do IBGE. Formado em Economia, Eduardo possui doutorado em Demografia e é professor titular aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Ainda segundo o IBGE, Eduardo é membro da Academia Brasileira de Ciências e sempre foi servidor público como professor universitário.

Concurso IBGE 2021 pode ter reembolso das taxas (Foto: Divulgação)
Concurso IBGE 2021 segue com provas suspensas
 (Foto: Divulgação)

Concurso IBGE tem vagas em todo o país

Publicados no dia 18 de fevereiro, por meio do Cebraspe, os editais do concurso IBGE 2021 ofereceram mais de 204 mil vagas temporárias, nos cargos de:

  • agente censitário municipal (ACM) - 5.450 vagas;
  • agente censitário supervisor (ACS) - 16.959 vagas; e
  • recenseador - 181.898 vagas.

As inscrições terminaram nos dias 15 (agentes) e 19 (recenseador) de março. As vagas foram destinadas a candidatos com níveis fundamental (recenseador) e médio (agentes).

Se mantido, os aprovados terão ganhos de R$2.100 para o agente municipal e de R$1.700 para o agente supervisor. Os valores desses profissionais ainda podem chegar a R$2.558 e R$2.158, respectivamente, com o auxílio-alimentação de R$458.

No caso do recenseador, os ganhos serão por produção. No   site do IBGE  , é possível simular a remuneração. Confira aqui como realizar esse cálculo.

Prepare-se para o concurso IBGE com a Folha Cursos

Folha Cursos

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
  • Cargos: agente censitário municipal, agente censitário supervisor e recenseador
  • Vagas: 204.307 vagas temporárias
  • Requisito: níveis fundamental e médio
  • Remuneração: a partir de R$2.158
  • Bancas: Cebraspe
  • Provas: suspensas

Edital com 312 vagas para o Censo segue sem previsão

O segundo edital do concurso IBGE destinado ao Censo Demográfico 2021, que estava previsto para o dia 29 de março, pode não ser publicado mais este ano.

Ao todo, eram esperadas 312 vagas temporárias, em cargos dos níveis médio e superior, sendo eles:

CargoVagasEscolaridadeSalário
Agente censitário de pesquisas por telefone180nível médioR$998
Supervisor censitário de pesquisas e codificação12nível superiorR$4.200
Codificador censitário120nível médioa definir

 

Em resposta à Folha Dirigida, o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan), organizador, disse que recebeu apenas uma informação, no dia 26 de março, afirmando que o edital não seria publicado na data prevista.

banca afirmou ainda que não tem uma nova previsão para a publicação do edital, assim como o motivo que levou à suspensão do documento.

Segundo a banca, as provas estavam marcadas para o dia 23 de maio, no Rio de Janeiro, local em que os aprovados seriam alocados.

O concurso seria para selecionar profissionais que iriam atuar na fase final do Censo Demográfico 2021.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Sobre o concurso

Inscrições Encerradas

IBGE - 2021 - Temporários 207 mil vagas

Nacional
Até R$2558,00
Fund...
204307 vagas

Carregando...