Com cargos vagos após concurso, IBGE abre 123 vagas no RJ
Mais um edital complementar foi divulgado, desta vez em busca de preencher 123 vagas ainda não preenchidas após o concurso IBGE deste ano.
10/05/2022 09:59 | Atualizado: 10/05/2022 14:24
10/05/2022 09:59 | Atualizado: 10/05/2022 14:24

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgou mais um edital complementar. O documento traz vagas que não foram preenchidas no concurso IBGE deste ano, que contou com 192 oportunidades temporárias, visando ao suporte do Censo Demográfico 2022.

O edital complementar, publicado na última segunda-feira, 9, conta com 123 vagas, no cargo de agente censitário de pesquisa por telefone (ACT)

Para concorrer, os interessados devem ter nível médio completo e um ano de experiência comprovada em teleatendimento ou telemarketing ativo ou receptivo, nos últimos cinco anos.

Os aprovados serão contratados pelo período de até cinco meses, cabendo prorrogação. Todas as oportunidades são para atuação na cidade do Rio de Janeiro.

O salário será de R$998, para uma jornada de 27 horas, observado o limite máximo de 4h30 diárias, distribuídas nos seguintes turnos:

  • Turno I: das 8h às 12h30 (34 vagas);
  • Turno II: das 12h30 às 17h (48 vagas); e
  • Turno III: das 17h às 21h30 (41 vagas).

Além do salário, os aprovados terão direito aos auxílios alimentação, transporte e pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais. 

Acesse o edital

Este é o terceiro edital complementar em duas semanas. Na semana passada, o Instituto publicou o documento referente ao concurso IBGE de 2019, contendo 106 vagas, nos cargos de agente censitário operacional (97) e coordenador censitário de subárea (nove).

Ainda na última segunda, 9, o IBGE também publicou um edital, com oferta de 25 vagas oriundas do concurso IBGE 2021, que contou com 6.500 oportunidades e duas bancas organizadoras.

Inscrições até sexta, 13

As inscrições para o edital complementar do concurso IBGE já estão abertas e seguem assim até as 17h da próxima sexta-feira, 13. Não há taxa de inscrição.

Os interessados poderão se inscrever de forma online ou presencial. Para os cadastros feitos pela internet, é preciso preencher o formulário de inscrição (anexo II do edital) e enviá-lo para o e-mail [email protected] , com as cópias do documento de identidade e do título acadêmico. 

Já os cadastros presenciais serão realizados, das 8h às 17h, na Rua Equador, n.º 558, 4º Andar, no bairro de Santo Cristo, no Rio de Janeiro. O candidato deverá apresentar a cópia do documento de identidade e do seu título acadêmico.

Os documentos entregues ou enviados no período de inscrição serão avaliados. A análise curricular será a única etapa desse processo seletivo. O resultado final está previsto para o dia 30 de maio.

Edital complementar do concurso IBGE oferece vagas no Rio de Janeiro (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Edital complementar do concurso IBGE oferece vagas no Rio de Janeiro
(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Concurso IBGE para efetivos é solicitado ao ME

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística solicitou um novo concurso IBGE, com 2.503 vagas efetivas. A solicitação foi encaminhada, em abril, ao ministro da Economia, Paulo Guedes.

A pasta é responsável por avaliar solicitações de concursos públicos, que podem ser autorizadas até 2023. Já os órgãos e autarquias devem enviar seus pedidos até maio deste ano, quando termina o prazo para tais requerimentos.

Conforme o pedido encaminhado, o IBGE solicita o preenchimento de 2.503 vagas, que estão distribuídas pelos seguintes cargos:

  • analista de planejamento, gestão e infraestrutura e tecnologista em informações geográficas e estatísticas (1.004 vagas);
  • pesquisador em informações geográficas e estatísticas (11); e
  • técnico em informações geográficas e estatísticas (1.488).

O pedido também traz a previsão de gastos com salários, caso o concurso seja autorizado para os cargos acima, sendo eles: R$8.488,47 (analista), R$9.389,06 (pesquisador) e R$3.677,27 (técnicos).

Segundo o IBGE, ao longo dos últimos anos, a autarquia vem sofrendo progressiva redução do seu quadro de servidores, em decorrência de exonerações, falecimentos e, especialmente, aposentadorias.

"O concurso mais recente foi realizado em 2015 e, mesmo com essas reposições, não foi possível garantir um quadro mínimo para a manutenção das atividades desta instituição", diz o IBGE.

Ainda segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Além da situação alarmante de redução do seu quadro de pessoal, 25% do total de servidores já pode requerer aposentadoria.

"Esse quantitativo pode ser ainda maior, uma vez que, para esse levantamento, foi computado, exclusivamente, o tempo de trabalho no IBGE registrado no SIAPE (sem considerar o tempo de contribuição destes servidores fora desta Fundação)", explica a autarquia.

Quer receber novidades sobre concursos?
Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!
Newsletter
Receba notícias recomendadas para você!
É só se cadastrar e seguir concursos de seu interesse para receber notícias exclusivas direto na sua página inicial.
icon