À espera de concurso, Ibama tem aval para 1.659 vagas temporárias

O concurso Ibama é uma demanda por parte do Governo Federal, mas, enquanto não ocorre, uma nova seleção para temporários está autorizada.

04/05/2021 07:30 | Atualizado: 04/05/2021 07:44

04/05/2021 07:30 | Atualizado: 04/05/2021 07:44

Com concurso Ibama previsto e demandas emergenciais no setor, o Ministério da Economia autorizou nesta terça-feira, 4, um novo processo seletivo para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. 

O aval traz a possibilidade de preencher até 1.659 vagas para o atendimento de emergências ambientais. As oportunidades estão distribuídas pelos seguintes cargos:

  • alfabetizado: brigadista (1.305 vagas) e chefe de esquadrão (213);
  • nível médio: chefe de brigada (96);
  • nível superior: gerente estadual (40) e gerente federal (cinco).

Os requisitos citados acima tomam como base o último edital para temporários do Ibama. No entanto, essas informações serão confirmadas somente no edital.

Na última seleção, os aprovados para as funções de gerente/supervisor tiveram ganhos de R$4.180. O chefe de brigada, por sua vez, teve vencimento de R$2.090. 

Já os ganhos para brigadista de prevenção foram de R$1.045, enquanto o chefe de esquadrão recebeu iniciais de R$1.567,50.

Conforme a portaria publicada nesta terça, 4, os profissionais poderão ser contratados já a partir deste mês. Desta forma, o edital pode ser publicado a qualquer momento pelo Ibama

O prazo de validade dos contratos será de até seis meses, podendo prorrogar até o limite de dois anos. 

Ibama recebe aval para contratar temporários (Foto: Divulgação)
Ibama recebe aval para contratar temporários
(Foto: Divulgação)

Resumo sobre a seleção

  • Órgão:  Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama)
  • Cargos: brigadista, chefe de esquadrão, chefe de brigada, gerente estadual e gerente federal
  • Vagas: 1.659 temporárias
  • Requisitos: níveis alfabetizado, médio e superior
  • Remuneração: entre R$1.045 e R$4.180 (previsto)
  • Edital: previsto para 2021

Último edital para temporários saiu em 2020

O último processo seletivo para temporários do Ibama foi realizado em 2020, com oferta de 800 vagas distribuídas entre diversos estados, como:

  • Acre;
  • Amazonas;
  • Bahia;
  • Ceará;
  • Distrito Federal;
  • Goiás;
  • Maranhão;
  • Mato Grosso;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Minas Gerais;
  • Pernambuco;
  • Rio de Janeiro;
  • Piauí;
  • Rondônia; e
  • Tocantins. 

Já as oportunidades foram distribuídas pelos cargos de:

  • supervisor de brigada estadual - 25 vagas
  • brigadista - 656 vagas
  • chefe de esquadrão - 112 vagas
  • chefe de brigada - 46 vagas

Além dos salário básicos, os selecionados receberão auxílio-transporte e benefícios como auxílio-alimentação, auxílio pré-escolar (quando couber) e seguro acidente.

As inscrições foram recebidas pelo Ibama e os candidatos às vagas de níveis médio e alfabetizado foram avaliados por meio de análise curricular e Teste de Aptidão Física (TAF).

Os supervisores, de nível superior, tinham uma análise do currículo e também uma prova objetiva de conhecimentos específicos como etapas de avaliação.

Mourão defende concursos Ibama e ICMBio

O vice-presidente Hamilton Mourão falou sobre os concursos Ibama e ICMBio no “Fórum Bandnews”, onde comentou as medidas que o Governo Federal tem adotado em combate ao desmatamento ilegal na Floresta Amazônica.

"Nós temos tecnologias que foram desenvolvidas pela Polícia Federal, mas não adianta eu observar um desmatamento em região “x” e não ter a equipe necessária para atuar no combate. Tem que abrir um grande concurso público, não jeito. O Ibama e ICMBio atuam com apenas 50% da capacidade. O candidato, inclusive, já deve ficar ciente onde ele vai trabalhar", afirmou.

Embora a área de Segurança marque o comando do país neste momento, há a expectativa do setor Ambiental passar a ser alvo de investimentos.

O motivo é simples: a pressão que o Planalto sofre do cenário político internacional sobre esse tema. Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro participou da Conferência sobre o Clima onde foi questionado sobre o combate ao desmatamento ilegal.

Na ocasião, ele disse que a meta é zerá-lo até 2023 e que, para isso, precisará fortalecer os órgãos ambientais. 

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles 'embarcou' no discurso. Disse que o Orçamento para a fiscalização ambiental seria duplicado, o que certamente ajudaria na autorização dos concursos Ibama e ICMBio e de outros órgãos ambientais no Ministério da Economia.

No entanto, o que aconteceu no Orçamento foi bem diferente. O Ministério do Meio Ambiente teve, na verdade, um corte de 35,4%. O Governo Federal ainda aprovou o uso da Força Nacional para o combate. 

A fala de Mourão, portanto, volta a trazer esperanças para uma autorização de concursos ambientais, sobretudo no Ibama e ICMBio. 

Isso porque são os dois dos principais órgãos da área que podem ajudar no combate ao desmatamento.

Prepare-se para concursos com a Folha Cursos

Folha Cursos

Concurso Ibama foi anunciado em 2020

Em julho de 2020, o vice-presidente Hamilton Mourão confirmou que o concurso Ibama e de outros órgãos ambientais, como ICMBio e Funai estão no radar.

A abertura desses editais se tornou uma possibilidade, após o Governo Federal ter sofrido pressão de investidores para políticas de combate ao desmatamento mais eficientes.

Mas, assim como os demais órgãos vinculados ao Poder Executivo Federal, esses precisam de autorização do Ministério da Economia para contratar servidores. 

Segundo Mourão, os ministérios responsáveis por cada um desses órgãos estudam como viabilizar a reposição dos quadros. Depois disso, é necessário o aval do ministro Paulo Guedes.

Este ano, o Ibama ainda não informou quantas vagas vai solicitar. O que se tem por base é o pedido de concurso feito anteriormente, em 2019, quando foram pedidas 2 mil vagas, conforme o quadro abaixo: 

CARGO

 ESCOLARIDADE 

 REMUNERAÇÃO 

 VAGAS 

 Técnico administrativo 

 Nível médio

 R$4.063,34

 847

 Analista administrativo

 Nível superior

 R$8.547,64

 313

 Analista ambiental

 Nível superior

 R$8.547,64

 894

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...