Concurso EAGS: Aeronáutica aplica primeira prova pós-pandemia; Veja!

A Aeronáutica realiza neste domingo, 6, as provas do concurso EAGS, que será o primeiro exame aplicado de Forças Armadas no pós-pandemia.

06/09/2020 07:00 | Atualizado: 07/09/2020 11:46

Por: Mateus Carvalho

06/09/2020 07:00 | Atualizado: 07/09/2020 11:46 - Por: Mateus Carvalho

A Aeronáutica aplica neste domindo, 6, a sua primeira prova de concurso público em 2020, em meio ao processo de retomada dos exames presenciais após a paralisação pelo Coronavírus. A Folha Dirigida acompanhará os melhores momentos dos candidatos ao concurso EAGS.

Isso mesmo, a primeira prova de concurso aplicada pela FAB será a do concurso para ingresso no Estágio de Adaptação à Graduação de Sargento. A avaliação será aplicada no turno da manhã.

Os candidatos puderam retirar seus locais de provas pelo site de ingresso da Aeronáutica , desde agosto. É necessário chegar com antecedência para não correr riscos de atraso.

Os portões serão abertos às 8h e o fechamento ocorrerá às 9h, ambos horário de Brasília. Fechados os portões, a Aeronáutica começará os procedimentos básicos de orientações aos candidatos, todos relativos ao exame. A prova terá duração de quatro horas e 20 minutos e deve começar a partir das 9h30.

Dessa forma, os concorrentes terão até por volta das 13h50 para terminar por completo toda a avaliação - que já inclui o preenchimento do cartão resposta.

O candidato somente poderá se ausentar da sala de prova após duas horas do início do exame, no mínimo. E somente poderá sair portando o caderno de questões aqueles que permanecerem até o término do exame.

Prevenção ao Coronavírus -> É importante destacar que a Aeronáutica comunicou no Cartão de Confirmação que seguirá todas as medidas de prevenção no combate ao Coronavírus durante a aplicação dos exames. Para isso, ela cita a aprovação das orientações de aplicação de exames por meio da portaria DIRENS 163/1DCR, que dispõe, entre seus artigos, que:

  • o candidato deverá apresentar-se, em todas as etapas, fazendo uso de máscara de proteção respiratória, cobrindo nariz e boca;
  • por ocasião de comer ou beber durante a realização das provas o candidato poderá retirar a máscara, recolocando assim que terminar a alimentação, sempre respeitando o distanciamento social;
  • o uso de bebedouros coletivos está proibido e o candidato deve levar sua própria água;
  • recomenda-se que o candidato realize a higienização das mãos utilizando álgool 70%, podendo portá-lo em frascos individuais e transparentes.

Chegada tímida e com aglomerações na frente dos portões

Os portões foram abertos exatamente às 8h, como previa o edital de abertura. Neste horário, o fluxo de candidatos já era elevado nos arredores da Universidade Castelo Branco, na Zona Oeste do Rio.

Os candidatos foram chegando de maneira tímida, mas logo os portões começaram a ficar cheios de pessoas, infelizmente aglomeradas. Embora de máscara, poucos candidatos respeitavam um possível distanciamento antes de entrar na universidade. 

A Aeronáutica cumpriu o horário previsto e, exatamente às 9h, os portões foram fechados. 

Neste exame da EAGS, poucos candidatos chegaram após o fechamento, pelo menos neste polo. Mas, em virtude da pandemia, estima-se uma alta abstenção devido a nem todos se sentirem aptos a uma realização de prova - mesmo com cuidados e higienização intenso da FAB.

O sinal tocou às 9h40, anunciando o início exato do exame, com duração de quatro horas e 20 minutos. A Folha Dirigida está presente no campus da Universidade Castelo Branco (UCB), em Realengo, no Estado do Rio de Janeiro.

(Foto: Mateus Carvalho)
Candidatos chegam para aplicação das provas do concurso EAGS, no RJ
(Foto: Mateus Carvalho)

Candidatos consideram prova fácil e bem teórica

A partir das 11h45 os primeiros candidatos começaram a sair do polo, após pouco mais de duas horas de prova. Com aspecto tranquilo e bem otimista eles comentam que não tiveram muita dificuldade no exame.

A maioria avaliou que a Aeronáutica optou por uma prova bem mais terórica do que prática, com poucos cálculos. Muitos comemoraram o nível bem menos elevado em comparação aos últimos anos.

Mas, em conversa com uma candidata que não quis se identificar e que revela ter se preparadp firmemente para uma prova mais difícil, esse grau mais leve a preocupa. Ela comenta que a nota de corte deve ser baixa e a concorrência muito alta na sua especialidade.

Para Ana Carla, 22, que prestou a prova para Enfermagem (SEF), a prova foi bem tranquila e caiu praticamente tudo o que ela havia estudada. Questionada se considera o exame de 2020 fácil ou difícil, ela respondeu que relativo, pois, segundo ela:

"Quando a gente se prepara a gente se depara com questões na qual temos certeza da resposta. Mas é normal da banca sempre colocar uma coisa ou outra que possa gerar aquela dúvida, ficar entre duas alternativas, mas foi relativamente tranquilo. Não foi muito prática, bem mais teórica e os cálculos que caíram foram bem tranquilos, praticamente tudo regra de três - que eu gosto e me dou bem. Português eu já tenho mais dificuldade, mas achei que nessa já fui melhor do que nos outros anos, pois eu faço a prova já há vários anos, foi tudo relativamente bem tranqulo e que deixa a gente com bastante esperança."

Já Gabriel, 19, revelou que não se preparou muito para essa prova. Mas, ainda sim, para a sua especialidade, ele considerou a prova fácil e sem muitas complicações. Ele também prestou para a área da Saúde.

Aeronáutica cumpre com todos os cuidados de prevenção à Covid-19

Ao conversar com os candidatos, a reportagem da Folha Dirigida quesitonou sobre os cuidados internos de higienização em combate à Covid-19. Todos elogiaram as tratativas da Aeronáutica e disseram que não faltou cautela em todos os sentidos.

Todos saíram de máscara e portavam álcool em gel, bem como orientava a instituição em seu comunicado. Mas, ainda sim, alguns disseram que havia álcool disponível internamente.

Os candidatos explicaram que houve aferição de temperatuva, todos os fiscais e coordenação que transitavam nos corredores e dentro de sala estavam de máscara e houve distanciamento social. Em cada sala, foi feito separação de fileiras e cadeira, de modo que os candidatos não tivessem contato.

A reportagem da Folha Dirigida tentou conversar com a coordenação no local, mas até o término do exame não foi atendida.

Provas escritas da EAGS tiveram apenas duas partes

Por se tratar de um concurso específico, para áreas técnicas, o concurso da EAGS tem poucas disciplinas e mais voltado para as especialidades. Os concorrentes respondem, neste primeiro exame, a uma avaliação contendo questões de:

  • Língua Portuguesa; e
  • Conhecimentos Específicos (relativos à especialidade a que concorre o candidato).

A prova objetiva tem caráter eliminatório e classificatório, sendo realizada com questões de múltipla escolha. Fica proibido qualquer tipo de consulta a materias externos.

Para realizar as provas, o candidato deverá utilizar somente caneta esferográfica de corpo transparente, de tinta azul ou preta. Não são permitidos lápis, borracha, lapiseira, calculadora e outros objetivos similares sobre a mesa para uso, tais como:

MATERIAIS PROIBIDOS -> óculos escuros, brincos, ou qualquer outro adorno na região das orelhas, colar ou pulseira de qualquer tipo ou material (inclusive as de cunho religioso), gorro, “bibico”, lenço ou faixa de cabeça, chapéu, boné ou similares, luvas, cachecol, bolsa, mochila, pochete, livros, manuais, impressos, cadernos, folhas avulsas de qualquer tipo e/ou anotações (inclusive o cartão de inscrição), lápis, lapiseira, borracha, caneta de corpo não transparente, calculadora, protetores auriculares, telefone celular, relógio de qualquer tipo, chave-alarme, aparelhos sonoros, fonográficos, de comunicação ou de registros eletrônicos, e/ou quaisquer dispositivos que receba, transmita e armazene informações

A média final do candidato na prova da EAGS será dada pela soma de acertos em Língua Portuguesa mais a soma de acertos em Conhecimentos Específicos multiplicado por dois, que deverá ser dividido por três. Para isso, serão considerados os que tiverem aproveiramento igual ou superior a 5, obedecendo todos os critérios do edital.

Para desempate, os critérios são, nesta ordem:

  • maior grau obtido em Língua Portugeusa;
  • maios grau obtido em Conhecimentos Específicos;
  • maios idade.
(Foto: Divulgação)
EAGS aplica provas do concurso de sargento após pandemia
(Foto: Divulgação)

Concurso EAGS preencherá 156 vagas; veja áreas!

Com edital publicado ainda em dezembro de 2019, a Aeronáutica visa preencher 156 vagas para a formação de sargentos no ano de 2021. Estão concorrendo candidatos de ambos os sexos em várias áreas, sendo elas:

  • Eletrônica (BET) - 26 vagas;
  • Administração (SAD) - 40 vagas;
  • Enfermagem (SEF) - 42 vagas;
  • Eletricidade (SEL) - dez vagas;
  • Informática (SIN) - 16 vagas;
  • Laboratório (SLB) - cinco vagas;
  • Obras (SOB) - seis vagas;
  • Pavimentação (SPV) - três vagas;
  • Radiologia (SRD) - cinco vagas; e
  • Topografia (STP) - três vagas.

O concurso EAGS exige o nível médio/técnico na respectiva área de interesse. Além disso, não ter menos de 17 e não completar 25 anos de idade até 31 de dezembro do ano da matrícula no EAGS 2021.

Durante o curso de formação, última etapa do concurso, o candidato passa à situação de aluno e receberá soldo aproximadamente de R$1.066 (valor referente a 2019). Após a conclusão do estágio, haverá a promoção à graduação de terceiro-sargento, passando o soldo para R$3.825 (valor também de 2019).

Botão com link para curso de preparação

Os aprovados nessa primeira fase com provas escritas serão convocados para os chamados eventos complementares, onde ocorrem: inspeção de saúde, exame de aptidão psicológica, teste de avaliação do condicionamento físico e prova prática da especialidade. Por último, passarão pelo procedimento de heteroidentificação complementar e a validação documental.

Obtido êxito e aprovação em todas as etapas, os habilitados dentro do quantitativo especificado serão selecionados pela Junta Especial de Avaliação (JEA) para se apresentarem na Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR), em Guaratinguetá (SP), em 2021, para habilitação à matrícula no curso, que terá duração de aproximadamente um ano.

Os exames da Aeronáutica, geralmente, são aplicados nas localidades onde se encontram as Organizações Militares de Apoio, sendo elas: Belém-PA, Recife- PE, Natal- RN, Rio de Janeiro- RJ, Belo Horizonte- MG, São Paulo- SP, São José dos Campos- SP, Campo Grande- MS, Canoas- RS, Santa Maria- RS, Curitiba- PR, Brasília- DF, Manaus- AM, Porto Velho- RO, Boa Vista- RR.

Confira o material de preparação da FOLHA DIRIGIDA e comece já os estudos para o concurso!

✔ E-books 
✔ Provas para download
✔ Artigos sobre concursos
✔ Editais verticalizados
✔ Vídeos com dicas

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Sobre o concurso

Inscrições Encerradas

Aeronáutica - EAGS 2021

Nacional
Não informado
Fund...
156 vagas

Carregando...