Entenda como o conflito EUA x Irã pode ser cobrado em concursos

O professor Alessander Mendes explica como surgiu o conflito entre os dois países e como o tema pode cair em concursos públicos.

10/02/2020 06:39 | Atualizado: 10/02/2020 09:39

10/02/2020 06:39 | Atualizado: 10/02/2020 09:39

O conflito entre os Estados Unidos e Irã ganhou força recentemente quando o presidente americano Donald Trump autorizou o assassinato do general iraniano Qasem Soleimani em Bagdá, no Iraque.

Em resposta, o Irã lançou mísseis balísticos contra bases aéreas dos EUA no Iraque. Não houve feridos, no entanto o clima de tensão aumentou e o medo de uma 'Terceira Guerra Mundial' surgiu.

Apesar da tensão, o ministro das Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, escreveu em sua conta no Twitter que a resposta foi uma autodefesa e que não estão buscando uma escalada de tensões ou guerra. 

“O Irã adotou e concluiu medidas proporcionais de autodefesa sob o artigo 51 da Carta das Nações Unidas, atingindo a base de onde covardemente foi lançado o ataque contra nossos cidadãos e autoridades seniores. Não queremos a escalada ou a guerra, mas nos defenderemos contra qualquer agressão”, escreveu o ministro.
 

Iran took & concluded proportionate measures in self-defense under Article 51 of UN Charter targeting base from which cowardly armed attack against our citizens & senior officials were launched.

We do not seek escalation or war, but will defend ourselves against any aggression.

— Javad Zarif (@JZarif) January 8, 2020

 

Logo após, em um pronunciamento na Casa Branca, Donald Trump disse o Irã parece estar "se acalmando, o que é uma coisa boa para todas as partes envolvidas e para o mundo". 

A rivalidade entre os dois países não é recente e entender como se originou esse conflito é importante inclusive para quem vai realizar concurso público, com diz o professor Alessander Mendes.
 


Alessander é geógrafo, economista e professor de Economia e Atualidades da Degrau Cultural. Para ele, o futuro servidor precisa estar atualizado em relação a grandes acontecimentos, como o conflito dos EUA e Irã, e que saiba a história deles.
 

"Em Atualidades, como muitas vezes em prova de História e Geografia, é sempre muito importante que o aluno conheça a linha do tempo, saiba os antecedentes da questão, a questão em si e quais são as possíveis consequências de todo aquele desenvolver histórico que ocorreu", conta.


Para quem se prepara para concursos, é preciso ter conhecimento aprofundado sobre alguns temas para resolver questionamentos. "Portanto, não há como responder com uma prova de Atualidades, ou ainda de História e Geografia, sem que o aluno tenha conhecimento exatamente disso".

Nesta matéria exclusiva para assinantes, o professor explica o histórico do conflito entre EUA e Irã e como esse conteúdo pode ser cobrado em concursos públicos, além de dicas para estudos e preparação.

Quer visualizar agora esse conteúdo?

Então não perca tempo e faça já a sua assinatura! Com ela você terá acesso a conteúdos exclusivos para assinantes sem anúncios. Planos a partir de R$3,99 por mês!

OU

Já possui uma conta?

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Sobre o concurso

Noticiário

Especial - Noticiário

Nacional
Não informado
Fund...
Não informado

Carregando...

Preparação