Concurso Ebserh: diretor de RH fala sobre convocações e novo edital

Diretor de Gestão de Pessoas da Ebserh fala sobre previsão de convocações do último edital e perspectivas para o próximo concurso da estatal

05/08/2020 06:55 | Atualizado: 05/08/2020 10:41

Por: Tamires Silva

05/08/2020 06:55 | Atualizado: 05/08/2020 10:41 - Por: Tamires Silva

Apesar das restrições que impedem que a abertura do novo concurso Ebserh ocorra ainda este ano, os trâmites para o próximo edital, que vai compor o quadro do novo hospital no Amapá, estão praticamente prontos.

A informação foi transmitida pelo diretor de Gestão de Pessoas, Rodrigo Barbosa, em entrevista exclusiva concedida à FOLHA DIRIGIDA.

O responsável pela área de pessoal da empresa também contou sobre as perspectivas de convocações do concurso nacional, homologado em abril.
 

Assine a Folha Dirigida e turbine os estudos


O novo concurso Ebserh tem os preparativos internos praticamente concluídos, de acordo com Barbosa. Por isso a partir do momento em que as contratações voltarem a ser permitidas, a seleção deverá ser aberta logo.

No momento, está vigente a Lei Complementar nº 173/2020 e outros pareceres jurídicos que, por causa da pandemia do novo Coronavírus, restringem novos concursos. A exceção é a reposição de vacâncias ocorridas após o dia 28 de maio.

Como o próximo concurso da estatal será destinado à formação do quadro de pessoal do novo Hospital da Universidade Federal do Amapá (HU-Unifap), a seleção não entra neste rol de exceções e só poderá ocorrer após o fim do estado de emergência na saúde pública.
 

“Como é um quadro novo, determinadamente não poderemos convocar, não da maneira como as coisas estão postas no dia de hoje. (...) A gente tem que superar todos os obstáculos jurídicos que foram postos para lançar o edital do Amapá. Os trabalhos internos já estão praticamente todos feitos. A partir da suspensão desses obstáculos a gente já pode lançar o edital.”


Apesar de garantir que os preparativos estão avançados, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares ainda não divulgou o nome da banca organizadora e não confirmou o número de vagas que serão concorridas.

Vale lembrar que a portaria que criou o quadro de pessoal da nova unidade prevê 1.260 cargos. No entanto essas vagas serão preenchidas não apenas pelos empregados admitidos via concurso.

As chances também abrangem os comissionados, readmitidos, cedidos ou requeridos, entre outros.

O HU-Unifap estava previsto para ser inaugurado no primeiro semestre de 2021, mas a pandemia também deverá atrasar esse cronograma. Até porque, como lembra Rodrigo Barbosa, não há como abrir o hospital antes de contratar funcionários.
 

+

A Reforma Tributária e os impactos em concursos públicos


Todas essas previsões e perspectivas relacionadas ao novo concurso Ebserh agora dependem de como será a evolução da pandemia nos próximos meses e das medidas determinadas pelo Governo.

Se houver a liberação para as contratações, a estatal estará pronta para fazer isso. Mas, por enquanto, a empresa trabalha tendo em vista o cenário atual. O mesmo vale para as convocações do último concurso.
 

Convocações do concurso Ebserh 2019 começaram, mas apenas para PCDs


Mais de 328 mil pessoas fizeram inscrição no concurso Ebserh 2019, homologado em abril deste ano. Apesar das expectativas de convocações em seguida, a crise trazida pela pandemia afetou os planos iniciais.

Por isso essas chamadas de aprovados ainda não começaram, com exceção de 131 pessoas com deficiência. Esse grupo foi o primeiro a ser chamado porque a estatal ainda não tinha atingido a cota mínima legal de 5% em seu quadro efetivo.

Isso levou o Ministério Público a ingressar com uma Ação pedindo que os PCDs aprovados fossem contratos com prioridade.
 

+Apoio do vice-presidente pode ajudar em novos concursos ambientais?


O diretor Rodrigo Barbosa explicou que a empresa chegou a recorrer, já que a convocação exclusivamente de PCDs poderia prejudicar, em sua visão, os candidatos da ampla concorrência.

No entanto, em junho o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 10ª Região decidiu manter a decisão que determina à Ebserh convocar prioritariamente os candidatos deficientes e naquele mesmo mês os primeiros 107 foram chamados.
 

Concurso Ebserh
Concurso Ebserh ainda não convocou aprovados de 2019 em ampla concorrência
(Foto: Divulgação/ Ebserh)


Temporários não ocupam lugar dos efetivos, garante diretor


Enquanto a convocação do concurso para efetivos não começa, a Ebserh tem chamado os aprovados do processo seletivo para temporários, aberto este ano.

No entanto, o diretor Rodrigo Barbosa reforça que esses profissionais não ocupam as vagas dos aprovados no concurso.
 

“Lançamos um processo seletivo exclusivamente para a Covid-19, porque tivemos um aumento dos leitos, tanto de enfermaria quanto de UTI, exclusivamente para o atendimento da doença. (...) Mas esses profissionais que foram convocados pelo processo seletivo em nada se relacionam com as vagas que estão reservadas para efetivos.”


+Por que a saída de Rubem Novaes favorece concursos no banco?
 

Após a chegada da pandemia no Brasil, a Ebserh recebeu autorização do Governo Federal para contratar 6.381 temporários com foco no combate ao Coronavírus.

Mas esse número não engloba as 1.660 vagas ofertadas no concurso, que serão preenchidas quando a calamidade pública terminar.

O gestor de RH informou que se fez necessária a contratação de profissionais em números que a estatal não tinha. Principalmente em cargos como médico plantonista, enfermeiro, intensivistas, entre outros.
 

+O que falta para um novo edital de concurso PMERJ 2020?


Ele explica ainda que se acontecer, por exemplo, de um candidato do processo seletivo ter sido um dos aprovados do concurso, ele poderia assumir a vaga temporária e depois, havendo convocação pelo concurso, assumir uma vaga efetiva.

Das mais de 6 mil vagas temporárias autorizadas, apenas 3.197 foram preenchidas até agora. Cerca de 12 mil aprovados chegaram a ser convocados, mas muitos não apresentaram a documentação adequada ou desistiram.
 

“Temos feito isso (as convocações) com muita parcimônia. A gente examina em hospital por hospital a real necessidade e ainda consideramos a disponibilidade de infraestrutura: a unidade tem leito montado? Tem equipamentos? Se tiver, a gente faz o edital de convocação em número adequado. Para não correr o risco de termos leitos, mas não termos pessoal. Ou de termos pessoal sobrando e não termos leitos.”


+Governo vai redefinir planejamento do concurso PGE RJ
 

Estatal tenta recorrer para fazer mais convocações dos aprovados

 

Quer visualizar agora esse conteúdo?

Então não perca tempo e faça já a sua assinatura! Com ela você terá acesso a conteúdos exclusivos para assinantes sem anúncios. Planos a partir de R$3,99 por mês!

OU

Já possui uma conta?

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!

Sobre o concurso

Previsto

Ebserh - 2021

Nacional
Não informado
Fund...
Não informado

Preparação