Concurso Depen: órgão e Cebraspe se posicionam sobre provas

FOLHA DIRIGIDA checou sobre a possibilidade de adiamento da prova objetiva do concurso. Veja o que dizem o Depen e o Cebraspe.

30/07/2020 15:57 | Atualizado: 30/07/2020 17:57

30/07/2020 15:57 | Atualizado: 30/07/2020 17:57

Com pouco mais de um mês para aplicação das provas objetivas do concurso Depen 2020, segue a dúvida se há possibilidade para alteração ou não da data. Esta semana, novas informações sobre o assunto voltaram a circular na internet.

De acordo com tais informações, está em discussão entre a comissão organizadora do concurso e o Cebraspe, empresa responsável por organizar os trâmites para a seleção dos candidatos, o possível adiamento. Mas, qual é o posicionamento oficial das instituições?

FOLHA DIRIGIDA entrou em contato com o setor de Recursos Humanos do Departamento Penitenciário Nacional. O RH informou que as questões referentes ao concurso devem ser tratadas diretamente como o Cebraspe.

Já a organizadora, não confirmou a informação sobre o possível adiamento. Segundo a empresa, “todas as informações referentes à seleção são divulgadas na página do certame [concurso], não havendo informações adicionais a serem disponibilizadas neste momento”.

FOLHA DIRIGIDA ainda tentou contato com a assessoria de imprensa do Depen, que até o momento não respondeu as solicitações. Diante disso, os candidatos devem seguir as datas do edital de abertura do concurso.

Isso não significa que o prazo ainda não possa ser alterado. No entanto, conforme o próprio Cebraspe especificou, a confirmação sobre quaisquer mudanças em relação às datas do concurso serão anunciadas oficialmente pela organizadora.

Resumo do concurso Depen 2020

  • Órgão: Departamento Penitenciário Nacional
  • Vagas: 309
  • Cargos: agente federal de execução penal e especialista federal em assistência à execução penal 
  • Requisitos: níveis médio e superior
  • Remuneração: de R$5.865,70 a R$6.030,23 
  • Banca:  Cebraspe
  • Prova objetiva: 6 de setembro (até o momento)

+ Concurso Depen: saiba como se preparar para o TAF e ser aprovado

Depen
Concurso Depen oferta vagas efetivas para agentes e especialistas
(Foto: Divulgação)

Concurso oferece 309 vagas de níveis médio e superior

O concurso Depen oferece 309 vagas efetivas para os cargos de agente e especialista, de níveis médio e superior, respectivamente. Desse total de vagas, 294 são para o cargo de agente de execução penal, cuja exigência é o nível médio.

Os interessados nessas oportunidades também devem ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH), na categoria B ou superior. A remuneração inicial para a carreira é de R$6.030,23.

As outras 15 oportunidades são para especialista federal em assistência à execução penal, com requisito de nível superior.

Neste caso, são oferecidas nove vagas para área de Enfermagem. As outras seis oportunidades estão distribuídas pelas especialidades de Médico Clínico, Médico Psiquiatra, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional — sendo uma vaga para cada área.

Para esses profissionais, a remuneração oferecida é de R$5.865,70. Em ambos os casos (agente e especialista) o valor das remunerações são compostos por:

  • Vencimento básico;
  • Assistência Gratificação de Desempenho de Atividade Especializada do Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça (GDAPEN); e
  • Auxílio-alimentação de R$458. 

Botão com link para curso de preparação

Candidatos serão avaliados em seis etapas

As inscrições para o concurso já encerraram e a previsão é que os locais de prova sejam divulgados no dia 26 de agosto. Os candidatos do concurso Depen serão avaliados em seis etapas. São elas: prova objetiva; prova discursiva; exame de aptidão física; avaliação médica; avaliação psicológica; investigação social. 

Os exames serão aplicados nas 26 capitais brasileiras e nos municípios de Catanduvas PR e Mossoró RN.

A primeira etapa será a de provas objetivas que, conforme já mencionado, será aplicada no dia 6 de setembro. A avaliação terá caráter eliminatório e classificatório e será composta por 120 questões no estilo Certo ou Errado.

Para o cargo de agente de execução penal, cuja exigência é o nível médio, serão cobrados 30 itens de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Ética no Serviço Público, Raciocínio Lógico, Informática). Além dessas, a prova terá:

  • 50 questões de Conhecimentos Específicos (Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Penal, Noções de Direito Processual Penal, Noções de Humanos e Participação Social, Legislação Especial)
  • 40 de Conhecimentos Complementares (Execução Penal e Departamento Penitenciário Nacional).

Já os especialistas de execução penal responderão a 40 itens de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Ética no Serviço Público, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direitos Humanos e Participação Social).

E ainda: 50 itens de Conhecimentos Específicos (variáveis em cada especialidade) e 30 de Conhecimentos Complementares (Execução Penal e Departamento Penitenciário Nacional). 

+ Concurso Depen: veja possíveis temas para prova de Redação

Todos responderão no mesmo dia da prova objetiva (6 de setembro) a uma prova discursiva que consistirá na elaboração de uma Redação. O texto deverá ter até 30 linhas e abordará um conteúdo de Atualidades.

O concurso Depen terá prazo de validade de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período. Para esta seleção, não há previsão da formação de cadastro de reserva.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Sobre o concurso

Inscrições Encerradas

Depen 2020 - agente federal e especialista

Nacional
Até R$6030,23
Fund...
309 vagas

Carregando...