Concurso DPE PI: regulamento é enviado para o Conselho Superior

O regulamento do concurso DPE PI foi enviado, para análise, do Conselho Superior, que ficará responsável por dar o seu aval para a seleção.

03/05/2021 14:55

03/05/2021 14:55

O regulamento do concurso DPE PI foi enviado, no último dia 27 de abril, para a análise do Conselho Superior da Defensoria Pública do Estado do Piauí, que deverá dar o seu parecer sobre a seleção. O edital está previsto para ser publicado este ano.

Com o aval do Conselho, o número de vagas a ser oferecido para a carreira de defensor poderá ser definido. O regulamento da seleção, no entanto, adianta que não haverá cadastro de reserva.

Para ingressar na carreira de defensor público do Piauí é preciso ter bacharel em Direito, inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e, no mínimo, três anos de atividade jurídica. Os ganhos iniciais são de R$24.370,85.

Em março, Folha Dirigida teve acesso à minuta do regulamento do concurso. Conforme o documento, a seleção terá até quatro etapas, sendo elas: provas escritas (P1, P2 e P3); avaliação oral (P4); investigação social; e avaliação de títulos.

Na primeira prova não será permitida consulta à legislação, doutrina e jurisprudência. Já na segunda e na terceira, os candidatos poderão consultar um texto legal, sem anotações ou comentários.

A primeira avaliação terá 100 questões objetivas sobre as seguintes matérias:

  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Penal;
  • Direito Processual Penal;
  • Direito Civil e do Consumidor;
  • Direito Processual Civil;
  • Direitos Difusos e Coletivos;
  • Direito da Criança e do Adolescente/Idoso/Mulher de Vítima de Violência/Saúde;
  • Direitos Humanos; e
  • Princípios e Atribuições Institucionais da Defensoria Pública do Estado do Piauí. 
Concurso DPE PI 2021 é confirmado (Foto: Divulgação/Defensoria do Piauí)
Concurso DPE PI 2021 está confirmado
(Foto: Divulgação/Defensoria do Piauí)

A segunda etapa compreenderá quatro questões dissertativas sobre as seguintes matérias: Direito Constitucional; Administrativo; Direito Penal e Processual Penal; Civil e Processual Civil; Difusos e Coletivos; ou Humanos.

Já na terceira prova serão aplicadas duas peças judiciais, conforme os programas de Direito Processual Civil e Direito Processual Penal, com base em problema prático envolvendo, no que diz respeito ao aspecto material, as demais matérias previstas.

As provas serão eliminatórias, considerando-se habilitados para a realização da segunda e terceira avaliações os candidatos que obtiverem nota mínima igual ou superior a seis, na P1, e classificados até a 320ª posição.

Serão habilitados para a prova oral os candidatos aprovados, na provas escritas, até a 100ª posição. Os aprovados terão seus títulos avaliados. O prazo de validade do concurso será de dois anos, prorrogável por igual período.

Concurso DPE PI está em fase de escolha da banca

Em resposta à Folha Dirigida em janeiro deste ano, a Defensoria Pública do Piauí afirmou que divulgará, nos próximos meses, o edital com vagas para a carreira de defensor público.

"Sim, haverá concurso público em 2021 para o cargo de defensor público", disse a DPE PI.

Segundo a Defensoria, o processo de escolha da banca segue em andamento, mas, ao que tudo indica, já existe uma organizadora cotada.

O Cebraspe aparece como uma das favoritas. Isso porque, conforme um relatório de atividades divulgado pela Subdefensoria-Geral do Estado, já foi feita uma reunião com a banca.

A DPE PI, no entanto, não confirma o nome da escolhida, afirmando apenas que "a instituição organizadora ainda não foi contratada". Em relação ao edital, também não há uma previsão para a publicação. 

"Ainda não temos data certa para o edital. Estamos na fase de providências administrativas prévias, entre elas a regulamentação pelo Conselho Superior da Defensoria de cotas raciais", disse.

Prepare-se para concursos com a Folha Cursos

Folha Cursos

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Defensoria Pública do Piauí
  • Cargos: defensor público
  • Vagas: a definir
  • Requisitos: nível superior em Direito, inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e, no mínimo, três anos de atividade jurídica
  • Remuneração: R$24.370,85
  • Banca: a definir
  • Edital: previsto para 2021

Edital está entre as metas do defensor-público geral

No último dia 29 de março, o Conselho Superior da Defensoria Pública do Estado do Piauí empossou o defensor público geral, Erisvaldo Marques dos Reis, para o seu segundo mandato (biênio 2021/2023) frente à instituição. Entre as metas de sua gestão está o concurso DPE PI.

Em sua fala, o defensor-público geral agradeceu mais uma vez a confiança nele depositada e destacou avanços e desafios à frente da Defensoria Pública, como a adoção do trabalho remoto.

O defensor citou ainda a valorização da carreira dos defensores e dos servidores da DPE PI, assim como a abertura do concurso

"Concurso público também é uma das nossas metas, precisamos, pelo menos, repor as aposentadorias que ocorreram para seguir com o nosso trabalho. Estou muito feliz pela chance que me foi renovada e ciente da responsabilidade à frente desse novo mandato", disse.

O último concurso DPE PI, com vagas para a carreira de defensor, foi realizado há 12 anos, em 2009. Na época, foram oferecidas 12 vagas. 

A seleção teve a organização do Cebraspe. Já os candidatos foram avaliados por meio das seguintes etapas:

  1. prova escrita objetiva;
  2. prova escrita subjetiva;
  3. prova escrita prática subjetiva; e
  4. avaliação de títulos.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...