Concurso Correios e privatizações serão temas de reunião

Sindicatos filiados aos Correios irão se reunir nos dias 21, 22 e 23 de maio para debater pedido de concurso e privatização da empresa.

10/05/2018 11:18 | Atualizado: 14/05/2018 16:58

10/05/2018 11:18 | Atualizado: 14/05/2018 16:58

A Federação Interestadual dos Sindicados do Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios dos estados do Maranhão, Rio de Janeiro, São Paulo e Tocantins (Findect) emitiu um edital de convocação para reunir os sindicatos filiados aos Correios para um debate sobre diversos assuntos, entre eles, realização de concurso e o fechamento de agências, que podem ocasionar em privatizações.  

A convocação foi publicada na última quarta-feira, 9, no Diário Oficial da União. O chamamento ocorre dias após notícias sobre o fechamento de 513 agências e demissão de mais de 5 mil trabalhadores

Correios podem fechar agências em todo o país
Concurso Correios e privatizações serão temas de reunião, após 
notícias sobre fechamento de agências. (Foto: Divulgação)

 

Em nota, a Findect informou que tomou conhecimento sobre o anúncio do Ministro das Comunicações, Gilberto Kassab, dos resultados positivos nas finanças da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). 

Segundo Kassab, a empresa apresentou lucro de R$667 milhões. Essa informação surge em meio ao vazamento seletivo de informações, onde foi exposta a intenção da atual administração dos Correios em fechar unidades em todo o país. 

Concurso Correios carteiros: veja como era o mundo no último edital

Em nota, os Correios informam que as notícias sobre o fechamento de agências e demissão de trabalhadores são especulações, já que, dentre os objetivos do projeto, está a modernização da empresa para torná-la mais ágil, competitiva e sustentável. 

Ainda segundo os Correios: "a empresa vem realizando estudos pormenorizados de readequação de sua rede de atendimento, o que inclui não apenas a sua rede física de atendimento como também novos canais digitais e outras formas de autosserviços".

Reunião de sindicatos reforçará pedido de concurso

Nos dias 22 e 23 ocorrerá o 7º  Congresso Findect, que irá debater, entre os assuntos, a necessidade de um novo concurso para os Correios . Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Rio de Janeiro (Sintect-RJ), Ronaldo Martins, falou sobre a necessidade da seleção. 

"Nós vamos debater o concurso, porque hoje nosso déficit de pessoal é muito grande, causando uma sobrecarga no serviço, diminuindo a qualidade na entrega e prejudicando os trabalhadores. Há uma urgência, sim, na realização de um concurso público, já que temos um déficit de quase 20 mil em todo o Brasil", afirmou.

As últimas medidas da empresa e a falta de concursos públicos vêm impactando no atendimento dos Correios à população. Na maioria das cidades do país, as encomendas chegam atrasadas aos endereços ou sequer são entregues. No seu site, a Federação Nacional dos Trabalhdores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) esclarece que: 

"Todo o desmonte promovido pela gestão dos Correios tende a prejudicar ainda mais os serviços à população".

Privatização dos Correios pode estar perto 

Com a readequação de sua rede de atendimento, o que inclui não apenas a sua rede física como também novos canais digitais e outras formas de autosserviços, os Correios podem fechar unidades em todo o país. 

Correios podem fechar agências em todo o país
Correios podem fechar agências em todo o país. (Foto: Divulgação)

Segundo o presidente do Sintect-RJ, Ronaldo Martins, a proposta dos Correios de fecharem agências, em municípios que pouco têm serviço de banco ou que estão distantes dos grandes centros, pode gerar prejuízo para moradores que vivem longe das grande cidades.

"Os Correios, em algumas cidades, são responsáveis por efetuarem o pagamento dos trabalhadores rurais, já que alguns municípios não têm correspondentes bancários. A nosso ver, a proposta da nova gestão dos Correios descaracteriza também o papel social da empresa", afirmou Ronaldo Martins.

Privatização dos Correios pode estar nos planos do governo

Ainda de acordo com o presidente do Sintect-RJ, as privatizações são nocivas para a sobrevivência da empresa. "Estas ações, por parte da nova gestão da empresa e do governo, estão apenas visando o lucro e afetando as camadas mais pobres do país", concluiu.

Vale a pena continuar estudando para os Correios? 

Em 2017, os Correios realizaram concurso para a área de Segurança dio Trabalho. O resultado final dessa seleção saiu em janeiro deste ano . Foram oferecidas 88 vagas em cargos de níveis médio/técnico e superior. As áreas contempladas eram Medicina, Enfermagem, Engenharia e Segurança do Trabalho.

Quer visualizar agora esse conteúdo?

Então não perca tempo e cadastre-se agora! Você terá acesso a conteúdos exclusivos para cadastrados.

OU

Já possui uma conta?

Quer visualizar agora esse conteúdo?

Então não perca tempo e faça já a sua assinatura! Com ela você terá acesso a conteúdos exclusivos para assinantes sem anúncios. Planos a partir de R$3,99 por mês!

OU

Já possui uma conta?

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Newsletter

Sobre o concurso

Anulado / Suspenso

Correios - carteiro e operador de triagem

Nacional
Não informado
Fund...
Não informado