Ministro da Transparência diz que se empenha por concurso CGU

Ministro da Transparência e CGU, Wagner Rosário diz que luta por concurso CGU 2017/2018.

25/10/2017 10:38 | Atualizado: 30/10/2017 10:17

25/10/2017 10:38 | Atualizado: 30/10/2017 10:17
Ministro da Transparência e CGU, Wagner Rosário, se empenha por concurso CGU 2017/2018
"Tenho procurado agir para o fortalecimento da CGU", diz ministro
Wagner de Campos Rosário (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Ministro  da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner de Campos Rosário afirmou nesta quarta-feira, dia 25, que demonstra especial atenção ao concurso CGU 2017/2018 , sob análise no Ministério do Planejamento .
 
Não pode ler essa matéria agora? Assinantes FOLHA DIRIGIDA têm acesso ao conteúdo em áudio logo abaixo.

Em entrevista exclusiva, via email, à FOLHA DIRIGIDA Online, o titular da CGU disse que mantém negociações com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, para viabilizar a autorização.
 
"Tenho procurado agir para o fortalecimento da CGU, ao adotar as medidas viáveis para alcançar esse objetivo. Inclusive, (venho) acompanhando a possibilidade de autorização de concurso para reposição dos cargos que têm apresentado vacância por diversas razões, dentre elas as aposentadorias dos servidores", declarou o ministro, que se preocupa com o déficit de 700 servidores e com as 437 aposentadorias previstas.
 
"A Nota Técnica da CGU ao Ministério do Planejamento detectou a previsão de 437 servidores que poderiam ser aposentados de 2016 a 2020, sendo 309 auditores federais de finanças e controle e 128 técnicos federais de finanças e controle. Caso essa previsão se concretize, restarão 1.802 servidores da carreira de Finanças e Controle, sem considerar outras possíveis vacâncias por outros motivos que não a aposentadoria."
 

Expectativa do ministro é por autorização do concurso CGU 2017/2018

Questionado sobre a expectativa de autorização, o ministro Wagner Rosário mostrou-se otimista. Ele ressaltou, porém, que isso não depende do órgão, mas sim de uma autorização do Planejamento.
 
"A decisão de autorizar a realização de concursos públicos para os órgãos do Poder Executivo Federal cabe ao Ministério do Planejamento, de acordo com a viabilidade orçamentária. A CGU já manifestou a necessidade de realização de concurso, ressaltando a importância da missão do órgão de controle e a crescente demanda por sua atuação. A expectativa é de que seja autorizada a realização de concurso para repor o quadro de pessoal, mas não cabe à CGU decidir sobre a autorização."
 
Em maio de 2016 a CGU encaminhou aviso ao Ministério do Planejamento reiterando, após análise das alternativas de fortalecimento institucional da CGU, a necessidade de autorização de concurso público para provimento de 620 vagas de auditor federal de finanças e controle. A justificativa para o pedido é a relevância que afeta os trabalhos da pasta.
 
O Planejamento, porém, devolveu o processo, em decorrência da suspensão de autorizações de concursos públicos para 2016 e 2017. Em novo encaminhamento de pedido de concurso, a CGU ressaltou a situação delicada da força de trabalho do órgão. A solicitação segue sob análise.
 
"O documento foi acompanhado por nota técnica para embasar o diagnóstico de que o problema tende a se agravar no curto prazo, em virtude das demandas cobradas pela sociedade, especialmente no combate à corrupção, e no médio prazo, por conta das aposentadorias e outras vacâncias, caso não seja tomada a decisão de recompor o quadro de pessoal da carreira de Finanças e Controle. O fortalecimento da CGU é importante para o país, pois a missão do órgão não se limita ao controle de informações. Há um trabalho integrado entre as áreas de auditoria e fiscalização, transparência, corregedoria e ouvidoria para detectar, punir e prevenir casos de corrupção e de mau uso dos recursos públicos federais em nível nacional", justificou.

Pedido de concurso CGU 2017/2018 é para 620 vagas

A solicitação da CGU é para preencher 620 vagas de auditor federal de finanças e controle. O cargo é destinado a graduados e tem remuneração de R$15.461,70, com o auxílio-alimentação de R$458. O pedido de concurso da CGU, encaminhado ao Planejamento em março de 2015, está desde 31 de julho na Coordenação-Geral de Modernização de Cargos e Carreiras do Planejamento.
 
Isso porque em julho do ano passado foi sancionada a Lei nº 13.327/2016 , que fixa reajustes e altera nomenclatura e atribuições das carreiras de Finanças e Controle. As áreas do auditor contempladas na seleção ainda não foram informadas.
 
A CGU é o órgão do governo federal responsável por atividades de defesa do patrimônio público e relacionadas à transparência da gestão. É a Controladoria-Geral da União que realiza ações de controle interno, auditoria pública, correição, prevenção e combate à corrupção e ouvidoria.

Último concurso CGU aconteceu há cinco anos

O último concurso CGU aconteceu em 2012 quando o cargo tinha nome de analista. À época, foram oferecidas 250 vagas. Os 26 estados e o Distrito Federal foram contemplados na seleção. A organizadora foi a Esaf, e os candidatos foram avaliados por meio de três provas objetivas, avaliação discursiva e investigação social. Houve ainda um curso de formação. As áreas contempladas foram Auditoria e Fiscalização (Geral e Infraestrutura), Tecnologia da Informação, Correição e Comunicação Social, concorrendo graduados nas especialidades. O destaque foi a área Administrativa,  para graduados em qualquer área.

Fique ligado no artigo "4 dicas para ajudar você a criar a sua rotina de estudos" .

Confira abaixo playlist especial e estude para o concurso CGU 2017/2018

Quer visualizar agora esse conteúdo?

Então não perca tempo e faça já a sua assinatura! Com ela você terá acesso a conteúdos exclusivos para assinantes sem anúncios. Planos a partir de R$3,99 por mês!

OU

Já possui uma conta?

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Sobre o concurso

Previsto

CGU - 2020 - Técnico e Auditor Federal de Finanças e Controle

Nacional
Não informado
Fund...
Não informado