Concurso CGU: ministro se reúne com Guedes e tratativas avançam

A Controladoria confirma que o ministro Wagner Rosário esteve com Paulo Guedes para tratar do aval. Processo avança internamente!

15/06/2021 20:22 | Atualizado: 16/06/2021 09:08

Por: Mateus Carvalho

15/06/2021 20:22 | Atualizado: 16/06/2021 09:08 - Por: Mateus Carvalho

As tratativas para a autorização do novo concurso CGU estão a todo vapor. A reportagem da Folha Dirigida confirmou que as conversas avançaram e que o ministro da Controladoria-Geral da União esteve reunido com o da pasta econômica.

Isso mesmo, a Assessoria da CGU confirmou que Wagner Rosário, ministro da controladoria, esteve em maio com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Eles conversaram sobre a possível autorização. O concurso foi uma das pautas tratadas na conversa e todo o seu impacto financeiro/orçamentário.

Além disso, a CGU também informa que o Ministério da Economia já está adotando as tratativas internas para prosseguir com o aval do concurso. Mas, a controladoria ainda não tem a resposta forma.

Essa resposta formal seria a portaria autorizativa, que será publicada no Diário Oficial da União, com o aval de Paulo Guedes. Por isso, ao que tudo indica, a autorização está mais próxima do que nunca e poderá sair a qualquer momento.

Confira abaixo a resposta da CGU

reprodução

Concurso CGU: controladoria pediu 375 vagas. Veja!

A Controladoria-Geral da União confirmou à reportagem da Folha Dirigida que o pedido foi protocolado. A solicitação foi para preencher 375 vagas de níveis médio e superior.

O quantitativo, inclusive, foi antecipadamente confirmado pelo ministro da CGU, Wagner Rosário.

Em entrevista à Jovem Pam, o ministro da CGU disse:

”Se Deus quiser, eu tive reunião essa semana com o ministro Paulo Guedes (ministro da Economia), nós vamos estar abrindo concurso ano que vem (2022) para 300 auditores e 75 técnicos”.

A própria CGU, recentemente, já havia confirmado que faria uma nova solicitação em 2021 para provimento em 2022. Agora, resta esperar para saber se o concurso será autorizado pelo ministério.

O que é preciso para concorrer ao concurso CGU?

As vagas do concurso CGU estão confirmadas e serão para técnicos e auditores. Estes são os mesmos cargos solicitados em anos anteriores. 

As carreiras exigem os níveis médio e superior, sendo exatamente:

  • Técnico federal de finanças e controle; e
  • Auditor federal de finanças e controle.
(Foto: CGU/Divulgação)
Concurso da CGU tem tratativas adiantadas no Ministério da Economia
(Foto: CGU/Divulgação)

E o pedido de concurso CGU de 2020?

CGU também enviou pedido de concurso em 2020.  Para quem não lembra, a controladoria vem de vários pedidos sequenciais, que não têm sido atendidos pelo governo.

Recentemente, a Controladoria-Geral da União explicou qual foi o destino da solicitação enviada anteriormente à pasta econômica:

"A solicitação encaminhada no ano de 2020 foi recepcionada pelo Ministério da Economia, mas não houve deliberação quanto ao pedido, por parte daquela Pasta."

 

Quanto ganham os técnicos e auditores da CGU?

O cargo de técnico é para nível médio e não exige curso específico ou experiência. A carreira proporciona uma remuneração inicial de R$7.741,31, já com o auxílio-alimentação de R$458. 

Para o auditor, é preciso nível superior. A remuneração é de R$19.655.06, com o auxílio-alimentação de R$458. Além disso, ainda poderão ser oferecidos outros benefícios, que não foram mencionados.

A CGU tem carga de trabalho de 40 horas semanais, com as contratações pelo regime estatutário, que assegura a sonhada estabilidade.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...