Concurso CGU 2021 é autorizado para 375 vagas. Até R$19 mil mensais

O secretário especial de desburocratização, Caio Mario Paes de Andrade, autorizou o concurso CGU 2021 com 375 vagas de auditor e técnico.

27/07/2021 06:43 | Atualizado: 29/07/2021 15:17

Por: Mateus Carvalho

27/07/2021 06:43 | Atualizado: 29/07/2021 15:17 - Por: Mateus Carvalho

O concurso CGU 2021 está autorizado. O aval foi para as 375 vagas solicitadas pela Controladoria-Geral da União, contemplando as carreiras de técnico e auditor, de níveis médio e superior.

O aval foi publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira, 27, e está assinado por Caio Mario Paes de Andrade, atual secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia.

Das 375 vagas autorizadas, são: 

  • 75 vagas de técnico federal de finanças e controle; e
  • 300 vagas de auditor federal de finanças e controle.

Veja a portaria na íntegra: 

reprodução DOU

Quando vai sair o edital do concurso CGU?

Assim como em todas as portarias autorizativas, a Controladoria-Geral da União tem um prazo legal de seis meses para publicar seu edital de concurso. No entanto, é possível que isso aconteça bem antes.

Isso porque a controladoria já demonstrou celeridade e vontade de realizar a seleção de forma rápida para contar com os novos servidores.

Inclusive, o ministro da CGU, Wagner Rosário, realizou reuniões com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para agilizar o processo de autorização.

No prazo legal, o edital pode sair até 27 de janeiro de 2022. Mas são grandes as chances e há a expectativa de que o documento saia ainda este ano para que o órgão nomeie em 2022. 

Concurso CGU: sem resposta da Economia, órgão atinge 3 mil vacâncias

(Foto: Divulgação/CGU)
Concurso da CGU é autorizado para técnicos e auditores
(Foto: Divulgação/CGU)

O que é preciso para concorrer ao concurso CGU?

As vagas do concurso CGU estão confirmadas e serão para técnicos e auditores. Estes são os mesmos cargos solicitados em anos anteriores. 

As carreiras exigem os níveis médio e superior, sendo exatamente:

  • Técnico federal de finanças e controle (nível médio); e

  • Auditor federal de finanças e controle (nível superior).

Além desses, não há outros requisitos como idade, formação complementar ou registro no órgão. Será preciso aprovação em todas as etapas, apenas.

Quanto ganham os técnicos e auditores da CGU?

O cargo de técnico é para nível médio e não exige curso específico ou experiência. A carreira proporciona uma remuneração inicial de R$7.741,31, já com o auxílio-alimentação de R$458. 

Para o auditor, é preciso nível superior. A remuneração é de R$19.655.06, com o auxílio-alimentação de R$458.

[Entrevista] À espera de concurso, CGU tem menor efetivo histórico

A CGU tem carga de trabalho de 40 horas semanais, com as contratações pelo regime estatutário, que assegura a sonhada estabilidade.

acesse cursos

"Ano que vem vamos ter um concurso CGU', diz ministro 

Em entrevista à TV Brasil, o ministro Wagner Rosário confirmou que haverá um concurso CGU em 2022 para tentar recuperar servidores.

"Temos um corpo técnico bastante qualificado, servidores extremamente preparados. Temos aí perto de 1.900 servidores, é um número pequeno para a realidade brasileira. Graças a Deus ano que vem vamos ter um concurso para tentar recuperar um pouco da quantidade de servidores."

O próprio ministro Wagner Rosário confirmou o envio do pedido para preencher 375 vagas no órgão. Isso também em entrevista, mas, dessa vez, no programa Direto ao Ponto, da Jovem Pam.

A fala do presidente deve referir-se às provas, que deverão ser aplicadas no ano que vem. A CGU deverá cumprir o prazo de quatro meses entre o edital e a primeira avaliação.

Último concurso CGU foi há quase dez anos

O último concurso da CGU foi realizado em 2012, quando foram ofertadas 250 vagas.

A banca responsável foi a Esaf, avaliando os candidatos por meio de provas objetiva, discursiva e investigação social, além do curso de formação.

O edital contemplou áreas como Auditoria e Fiscalização (Geral e Infraestrutura), Tecnologia da Informação, Correição e Comunicação Social, concorrendo graduados nas especialidades. Como esperado, o destaque ficou por conta da área Administrativa, para graduados em qualquer curso. 

No total, foram aplicadas três provas: prova objetiva de conhecimentos básicos, prova objetiva de conhecimentos específicos comum a todas as áreas e prova objetiva de conhecimentos especializados para cada área/campo de atuação na CGU. As estruturas foram as seguintes:


Conhecimentos Básicos – Comum a todas as áreas P1

20 questões – Língua Portuguesa
05 questões – Administração Pública
05 questões – Língua Inglesa ou Espanhola
05 questões – Raciocínio Lógico, quantitativo e analítico


Conhecimentos Específicos – Comum a todas as áreas P2

10 questões – Direito Constitucional
10 questões – Direito Administrativo
10 questões – AFO


Auditoria e Fiscalização

Conhecimentos especializados (Auditoria e Fiscalização – geral)
05 questões – Contabilidade Pública
10 questões – Políticas Públicas
10 questões – Auditoria em TI
10 questões – Conhecimento de banco de dados
35 questões – Técnicas de Controle

Conhecimentos especializados (Auditoria e Fiscalização – Infraestrutura)
15 questões – Obras – Planejamento, Normas, Fiscalização e Legislação
15 questões – Obras de Edificações Especiais
15 questões – Obras Rodoviárias
15 questões – Obras Hídricas

Administração

Conhecimentos especializados (Administrativa)
10 questões – Administração Estratégica
05 questões – Contabilidade Pública
25 questões – Licitações, Contratos e Convênios
20 questões – Regime Jurídico dos Servidores da União
Prevenção da Corrupção e Ouvidoria
Conhecimentos especializados (Prevenção da Corrupção e Ouvidoria)
18 questões – Ciência Política e Gestão Pública
12 questões – Relações Internacionais
18 questões – Direitos Humanos e Cidadania
12 questões – Responsabilização de Pessoas Jurídicas pela prática de Atos Ilícitos

Tecnologia da Informação 

Conhecimentos especializados (TI / Infraestrutura de TI)


15 questões – Gestão de Tecnologia da Informação
15 questões – Sistemas de Computação
15 questões – Redes de Computadores
15 questões – Segurança da Informação
Conhecimentos especializados (TI / Desenvolvimento de Sistemas da Informação)
06 questões – Gestão de Tecnologia da Informação
18 questões – Desenvolvimento de Sistemas
12 questões – Desenvolvimento e Conteúdo WEB
12 questões – Engenharia de Software
12 questões – Administração de Banco de Dados

Correição

Conhecimentos especializados (Correição)
12 questões – Direito civil e direito processual civil
06 questões – Direito empresarial
12 questões – Direito penal e direito processual penal
30 questões – Correição no Poder Executivo Federal

Comunicação

Conhecimentos especializados (Comunicação)
10 questões – Fundamentos da Comunicação e Legislação Básica
10 questões – Jornalismo
15 questões – Publicidade e Propaganda
15 questões – Mídias eletrônicas e Internet
10 questões – Relações Públicas

Prepare-se para concursos com a Folha Cursos

Folha Cursos chegou para acelerar os seus estudos. Em nossa nova plataforma, você encontra materiais completos, otimizados e sem enrolação!

Confira a seguir os cursos preparatórios já disponíveis:

Por cargo

Por carreira

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...