CGE-MG realiza estudo de cargos vagos para novo concurso de auditor

A CGE de Minas Gerais realiza um estudo para saber a real necessidade de auditores internos, para abertura de novo concurso.

27/11/2018 09:44 | Atualizado: 27/11/2018 11:51

27/11/2018 09:44 | Atualizado: 27/11/2018 11:51

Com edital previsto, a Controladoria-Geral do Estado de Minas Gerais (CGE-MG) realiza levantamento de cargos vagos para auditor interno. O objetivo, de acordo com a Assessoria de Imprensa do órgão, é saber a real carência de servidores para abertura de um novo concurso público.

A CGE-MG informou à FOLHA DIRIHIDA que tem 135 auditores internos em seu quadro de pessoal. Hoje, a maior necessidade é para áreas específicas de formação, como Engenharia e Tecnologia da Informação. O salário atual do cargo é R$9.916,85.

Em nota, o órgão informou que: “as áreas da CGE (Auditoria-Geral, Corregedoria Geral e Subcontroladoria de Governo Aberto) estão fazendo um estudo para saber da real necessidade de servidores no órgão”.

No dia 16 de outubro, a Controladoria de Minas Gerais publicou o Relatório de Autoavaliação e Plano de Ação para os próximos anos. No documento consta que uma das metas é realização de concurso público para áreas como Engenharia e TI. A previsão é que edital saia até 2020.

CGE-MG (Foto: Transparência-MG)
CGE-MG planeja novo concurso para auditores (Foto: Transparência-MG)

 

A Assessoria de Imprensa da CGE-MG esclareceu que esse Plano de Ação é apenas um norte para que a equipe do novo governador do estado, Romeu Zema, possa de ambientar com a situação do órgão. O intuito é agilizar a tomada de decisão dos novos gestores.

Diante dessa perspectiva, a abertura do concurso CGE-MG para auditores depende de autorização do governo de Minas Gerais, além da disponibilidade orçamentária. A Controladoria, no entanto, foi categórica ao dizer que há grande necessidade de auditores, sobretudo engenheiros.

CGE-MG realizou último concurso para auditor há seis anos

O edital do último concurso para auditor interno da Controladoria-Geral de Minas Gerais foi publicado em 2012. Dessa forma, o órgão não tem mais cadastro de aprovados válido para suprir o déficit de servidores por mortes, aposentadorias ou exonerações.

Na época, foram oferecidas 70 vagas para auditor interno. Para se candidatar foi exigido superior em qualquer área. A remuneração inicial era de R$2.819,44, sendo R$2.419,44 referentes ao salário-base e R$400 referentes à vantagem temporária incorporável.

Os candidatos foram submetidos a prova objetiva e redação, de caráter eliminatório e classificatório, aplicadas em Belo Horizonte. O exame objetivo será composto por questões de:

→ Conhecimentos Gerais:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico-Quantitativo;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo.

→ Conhecimentos Específicos:

  1. Administração Pública;
  2. Contabilidade Governamental;
  3. Administração Financeira, Orçamentária;
  4. Auditoria e Controle Interno.

Os aprovados no concurso foram contratados pelo regime estatutário, que assegura a estabilidade empregatícia. A jornada de trabalho era de 40 horas. No vídeo abaixo, conheça técnicas de concentração no estudo para concursos públicos: 

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!

Sobre o concurso

Previsto

CGE-MG - 2020 - Auditor interno

MG
Não informado
Fund...
Não informado

Preparação