Concurso Bombeiros RJ para temporários tem oito bancas na disputa

A escolha da organizadora do concurso Bombeiros RJ, com 3 mil vagas temporárias, está em andamento, e conta com oito bancas na disputa.

03/12/2020 10:30 | Atualizado: 03/12/2020 10:33

Por: Juliana Goes

03/12/2020 10:30 | Atualizado: 03/12/2020 10:33 - Por: Juliana Goes

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro realiza o processo de escolha da banca organizadora do seu próximo concurso Bombeiros RJ, que contará com 3 mil vagas temporárias.

Até o momento, oito bancas já enviaram propostas e estão na disputa. São elas:

  • Instituto Access;
  • Instituto Acesso;
  • Instituto AOCP;
  • Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro (Ceperj);
  • Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência ligada a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Funrio);
  • Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade);
  • Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC); e
  • Instituto Nacional de Seleções e Concursos (Instituto Selecon).

Com as propostas enviadas, caberá à corporação avaliar a que melhor se adequa ao processo. Somente após a definição da banca e assinatura do contrato entre as partes, o edital do concurso Bombeiros RJ poderá ser divulgado.

A seleção chegou a estar prevista para outubro deste ano, mas, na época, o processo de escolha da banca ainda não tinha sido iniciado. Desta forma, o edital deve ficar para o início de 2021.

A seleção, que antes teria oportunidades apenas para soldados, contará agora com vagas para oficiais do quadro da Saúde. A informação foi divulgada, com exclusividade por Folha Dirigida, na última quarta-feira, 2.

Conforme a proposta técnico-orçamentária do CBMERJ, as vagas para soldados serão para os postos de: combatente, motorista (combatente com CNH tipo B), guarda-vidas e técnicos de enfermagem e socorrista. 

Já as vagas para oficiais temporários serão para o posto de 1° tenente na área da Saúde, nos cargos de: médico (diversas especialidades); enfermeiro, assistente social, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta e fonoaudiólogo.

Concurso Bombeiros RJ tem 3 mil vagas temporárias previstas (Foto: CBMERJ)
Concurso Bombeiros RJ tem oito
bancas na disputa (Foto: CBMERJ)

Ainda conforme a proposta, para as vagas de 1º tenente temporário, a escolaridade exigida será o nível superior completo, com graduação na área de interesse. Nos casos dos médicos especialistas, será exigida ainda especialização correspondente.

Já para as vagas de soldado temporário será preciso ter o nível médio completo. Nos casos das oportunidades para técnicos de enfermagem, será exigido curso técnico na área.

Além da escolaridade, como prevê o Serviço Militar Temporário Voluntário (SMTV), a idade máxima para ocupar o posto de praça temporário será de 25 anos e a de oficial temporário de 35 anos.

Conforme a lei que regulamenta o SMTV, tanto os praças quanto os oficiais temporários terão, no segundo ano de serviço, remuneração similar mas não superior a um bombeiro da classe ou nível e escala hierárquica.

Saiba tudo sobre a seleção!

  • Órgão: Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ)
  • Cargos: soldado e oficial
  • Vagas: 3 mil temporárias
  • Requisitos: níveis médio e superior, com idade até 25 e 35 anos, respectivamente
  • Remuneração: salário similar a de um bombeiro a partir do segundo ano
  • Banca: a definir
  • Edital: previsto para 2020

Concurso Bombeiros RJ terá duas etapas

Ao todo, o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro espera receber até 100 mil inscritos para o seu próximo concurso de temporários.

Conforme proposta técnica, as vagas serão para todo o estado. Confira aqui a distribuição por cada região/cidade!

Como informado pelo ex-comandante do CBMERJ, coronel Roberto Robadey Jr., em entrevista à Folha Dirigida em setembro, o concurso Bombeiros RJ para temporários terá duas etapas de seleção.

No entanto, a proposta técnica revela detalhes sobre esse processo. A prova objetiva será a primeira etapa e contará com 50 questões para soldados e 60 para oficiais temporários.

As disciplinas também irão variar conforme a carreira e especialidade escolhidas pelo candidato. Nesse caso, a avaliação terá a seguinte distribuição:

Médico socorrista

  • 15 questões de Língua Portuguesa; e
  • 45 de Conhecimentos de Medicina e Medicina de Emergência.

Médico (demais especialidades)

  • 15 questões de Língua Portuguesa;
  • 20 de Conhecimentos de Medicina e Medicina de Emergência; e
  • 25 questões específicas da área da Medicina correspondente.

Enfermeiro, assistente social, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta e fonoaudiólogo

  • 15 questões de Língua Portuguesa; e
  • 45 específicas da área correspondente.

Assine a Folha Dirigida e turbine os estudos

Soldado combatente e motorista

  • 15 questões de Língua Portuguesa;
  • 15 questões de Matemática; e
  • 20 questões de Raciocínio Lógico.

Soldado técnico de enfermagem e socorrista

  • 15 questões de Língua Portuguesa;
  • dez questões de Matemática; e
  • 25 questões de Conhecimentos Específicos.

Soldado guarda-vidas

  • 15 questões de Língua Portuguesa;
  • 15 questões de Matemática; e
  • 20 questões de Raciocínio Lógico.

Os aprovados realizarão o Teste de Aptidão Física (TAF). A aplicação das etapas deverá ser realizada em todo o Estado do Rio de Janeiro, de forma regionalizada.

Aprovados nos últimos concursos terão 400 vagas

Pela Lei, as primeiras 400 vagas temporárias serão destinadas aos aprovados nos concursos da instituição que ainda não foram convocados nas seleções para:

  • soldado bombeiro militar motorista - 2012;
  • soldado bombeiro militar combatente - 2014;
  • soldado bombeiro militar técnico de enfermagem - 2014; e
  • soldado bombeiro militar guarda-vidas - 2015.

Segundo o ex-comandante Roberto Robadey Jr:

"Eles não serão chamados para cargos efetivos. Dessas 3 mil vagas (próximo edital previsto), nós vamos tirar essas 400", explicou.

Ainda de acordo com ele, o limite de idade dos concursos já realizados será respeitado nesse caso. Ou seja, um aprovado que tenha mais de 25 anos (exigido para o processo seletivo) poderá tomar posse como temporário, mesmo tendo uma idade avançada. 

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...