Concurso Bombeiros RJ oficial: exames específicos são suspensos

Calendário dos exames específicos para as novas vagas do concurso Bombeiros RJ de oficiais está suspenso, conforme publicação neste dia 27.

27/05/2021 09:45 | Atualizado: 27/05/2021 11:04

27/05/2021 09:45 | Atualizado: 27/05/2021 11:04

Em ato publicado nesta quinta-feira, 27, no Diário Oficial do Rio de Janeiro, o comandante do CBMERJ, coronel Leandro Sampaio, suspendeu o calendário dos exames específicos para o preenchimento das novas vagas autorizadas, no concurso Bombeiros RJ para o quadro de oficiais.

O motivo da suspensão não foi revelado. Folha Dirigida está em contato com a corporação, mas, até a publicação desta matéria, não teve retorno. O calendário dos exames tinha sido divulgado no último dia 21, no DOE.

Antes disso, no dia 18, um dia após o aval para as novas vagas, foi publicado o edital complementar para a contratação de mais 23 aprovados no concurso Bombeiros RJ, com vagas para o quadro de oficiais.

Das 23 vagas para o Curso de Formação de Oficiais (CFO), dez seriam preenchidas por candidatos que já realizaram a parte específica e estão no cadastro de reserva e 13 pelos concorrentes classificados na parte acadêmica e que ainda precisavam realizar os exames específicos.

Concurso Bombeiros RJ para oficiais terá mais chamados (Foto: CBMERJ)
Concurso Bombeiros RJ teve aval para mais 
23 aprovados no CFO 2021 (Foto: CBMERJ)


Com mais 23 aprovados, o concurso Bombeiros RJ terá ao todo o ingresso de 48 candidatos habilitados, no curso de formação de oficiais.

Isso porque, em 2020, o concurso contou com a oferta de 25 vagas imediatas, sendo 17 para a ampla concorrência, cinco para negros/índios e três para concorrentes com hipossuficiência econômica.

Saiba como foi o concurso Bombeiros RJ para oficiais

concurso Bombeiros RJ teve seu edital publicado em novembro de 2020, com uma oferta de 25 vagas para o quadro de oficiais. As oportunidades foram para homens e mulheres, sem divisão por sexo.

A principal exigência era o nível médio completo, além dos seguintes requisitos:

  • ser brasileiro;
  • estar em dia com as obrigações militares nos termos da Lei de Serviço Militar;
  • possuir, no mínimo, 18 anos no ato da matrícula no curso de formação;
  • não há limite de idade;
  • para os candidatos militares, estar, no mínimo, classificado no comportamento "bom".

Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas mais uma redação. Os exames foram aplicados por meio de um vestibular isolado da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

Os aprovados foram convocados para a segunda etapa da seleção. Essa fase foi realizada pelo CBMERJ e contou com:

  • exame físico (corrida de meio fundo - 2.400 m em 12 minutos; natação - 100 m em dois minutos e meio; flexão e extensão de MMSS - barra fixa; abdominal - 35 repetições em um minuto);
  • exame de de saúde; e 
  • pesquisas documental e social.

De acordo com o Corpo de Bombeiros RJ, o salário bruto de um cadete (militar em formação para se tornar oficial) é de, aproximadamente, R$3.200. Após três anos de formação, os vencimentos, já como aspirante, chegam a R$6 mil.

Prepare-se para concursos com a Folha Cursos

Folha Cursos

Resumo sobre o concurso

  • Órgão: Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro
  • Cargos: oficial
  • Vagas: 25
  • Requisito: nível médio
  • Remuneração: R$3.200 a R$6 mil
  • Inscrições: de 18 a 30 de novembro de 2020

Concurso Bombeiros RJ para temporários terá 3 mil vagas

O próximo concurso Bombeiros RJ será organizado pela Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência ligada à Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (FunRio).

Ao todo, estão previstas 3 mil vagas temporárias, nos cargos de soldado e oficial, sendo este último para o quadro da Saúde.

Conforme proposta técnico-orçamentária da seleção, as vagas de soldado serão para:

  • combatente;
  • motorista (combatente com CNH tipo B);
  • guarda-vidas; e
  • técnicos de enfermagem e socorrista.

Já as oportunidades para oficial temporário serão na área da Saúde, nos cargos de médico (diversas especialidades), enfermeiro, assistente social, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta e fonoaudiólogo.

Ainda segundo a proposta, a escolaridade exigida para o oficial será o nível superior completo, com graduação na área de interesse. No caso dos médicos especialistas, será preciso ter a especialidade correspondente.

Já para as vagas de soldado temporário, o candidato deverá ter o nível médio completo. Nos casos das oportunidades para técnicos de enfermagem, o curso técnico na área será exigido.

Como prevê o Serviço Militar Temporário, além da escolaridade, a idade máxima para ocupar o posto de praça temporário será de 25 anos e a de oficial temporário de 35 anos.

Ainda de acordo com a lei, tanto os praças quanto os oficiais temporários terão, no segundo ano de serviço, remuneração similar mas não superior a de um bombeiro da classe ou nível e escala hierárquica.

Veja aqui a distribuição das 3 mil vagas por todo o estado

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...