Concurso Caixa: 30% dos aprovados foram contratados, diz estatal

Em audiência na Câmara dos Deputados, sindicato e equipe da estatal divergiram sobre o número de contratados após o concurso Caixa 2014.

13/04/2021 10:42 | Atualizado: 13/04/2021 11:08

Por: Juliana Goes

13/04/2021 10:42 | Atualizado: 13/04/2021 11:08 - Por: Juliana Goes

Na última segunda-feira, 12, a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados realizou uma audiência pública sobre a situação dos aprovados no concurso Caixa 2014. Além dos parlamentares, sindicalistas e membros da estatal participaram do debate.

Segundo a superintendente nacional de Trajetória e Desenvolvimento da Caixa, Louise Magalhães Dias, já foram contratados 9.174 candidatos do concurso de 2014, o que representa 30% do total de 32.880 aprovados.

No entanto, os números apresentados por ela foram contestados pela presidente da Comissão Independente dos Aprovados, Isabela Freitas, que afirmou que, em um relatório publicado no site do banco, constam 5.880 convocações.

Esse número inclui Pessoas com Deficiência (PCDs) e aprovados na ampla concorrência. A superintendente Louise Magalhães, por sua vez, argumentou que as informações repassadas são mais atualizadas e que ainda serão reproduzidas no portal da Caixa.

"Nos últimos dias, convocamos mais de 2 mil pessoas. Em breve, este número também estará disponibilizado em nosso site", afirmou a superintendente.

Durante a comissão, a Caixa reforçou ainda que a autorização dada pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest) estabelece um limite de 84 mil empregados no banco, portanto, não pode mais ampliar as convocações.

"Vamos seguir lutando para que haja contratação efetiva de empregados, por entender o papel estratégico da empresa para um projeto nacional de desenvolvimento", disse o presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos.

Ainda durante a audiência, os deputados presentes se comprometeram pela luta por mais convocações.

"Posso dizer que a bancada do Partidos dos Trabalhadores (PT), por unanimidade, defende a Caixa e os direitos dos seus trabalhadores", disse o deputado Padre João Siqueira (PT-MG).

O deputado Jorge Solla (PT-BA) destacou ainda que a Caixa é uma empresa pública de grande importância social e econômica para o país, e que pelo banco as mais diversas e extremamente importantes políticas públicas são viabilizadas.

"Por ser 100% pública, ela (Caixa) não sofre a pressão dos acionistas. Nós temos acompanhado a situação da Petrobras. A empresa hoje não prioriza atender as necessidades econômicas e sociais do país. A Petrobras tem procurado nos últimos anos atender os interesses imediatistas dos acionistas, gerar lucro e dividendos", argumentou o parlamentar. 

Para Jorge Solla, é fundamental que uma empresa que atua em áreas tão estratégicas como Habitação, Saneamento e Infraestrutura, e viabiliza o Bolsa Família, dentre outras políticas públicas, continue pública.

O presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica (Fenae) relatou aos parlamentares que a Caixa perdeu, desde 2014, mais de 20 mil empregados, e que as contratações anunciadas, recentemente, não repõem nem 15% desse déficit.

Audiência tem convocações do concurso Caixa 2014 como tema (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Convocações do concurso Caixa 2014 é tema de
audiência na Câmara (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

TRT mantém contratações de aprovados

Após julgamento no último dia 7, no Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (DF/TO), a Justiça decidiu a favor das contratações dos aprovados no concurso Caixa 2014.

O órgão avaliou a Ação Civil Pública (ACP) do Ministério Público do Trabalho, que visa à convocação desses candidatos. A ACP tem como assinantes a Fenae e a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

Segundo a representante eleita dos empregados no Conselho de Administração da Caixa, Rita Serrano, por determinação, o desembargador presidente da turma convalidou expressamente as contratações efetuadas com base na liminar de prorrogação de validade do concurso.

"A decisão foi favorável às contratações. Vitória importante para os empregados, para as entidades e para a população, que precisa ser bem atendida" disse Rita Serrano.

Nos últimos dias, aumentou a expectativa em relação a esse julgamento, por conta de decisões recentes do Tribunal de Contas da União (TCU), que consideravam ilegais admissões de empregados ocorridas por meio de ações judiciais trabalhistas. 

"Sabemos que os colegas estão recebendo notificações do TCU e isso tem gerado pânico e sofrimento pelo receio de serem desligados a qualquer momento. Nossa assessoria jurídica está fazendo o acompanhamento e, a priori, se a justiça não reverter o que decidiu até o momento, não teremos outros impactos. Estamos cobrando a posição da Caixa", explicou a secretária da Cultura da Contraf-CUT e coordenadora da CEE/ Caixa, Fabiana Uehara Proscholdt, antes do julgamento do dia 7.

Por conta da ACP, a Caixa explicou que a determinação que prorroga o prazo de validade do seu concurso de 2014 continua e, por isso, as convocações dos aprovados podem ocorrer.

"A convocação dos candidatos do cadastro reserva ocorre em decorrência da prorrogação da validade do concurso público de 2014, por prazo indeterminado, proferida em sentença na Ação Civil Pública nº 00059-10-2016-5-10-0006", disse a estatal.

O Tribunal também prorrogou a validade do concurso de 2014 até o trânsito em julgado da ação. Segundo a Fenae, caso a Caixa realize um novo concurso deve privilegiar os concursados de 2014.

Caixa anunciou 7,7 mil contratações para 2021

No dia 17 de março, novas convocações do concurso Caixa 2014 foram anunciadas. Na ocasião, o presidente da estatal, Pedro Guimarães, afirmou que 7.704 contratações serão realizadas em 2021.

Antes disso, é preciso entender os números já anunciados pela estatal. Em fevereiro deste ano, a instituição confirmou que realizaria, até o final do ano, 1.566 contratações.

No momento, está em curso o chamamento de 566 aprovados em 2014. Já em março, mais 7.704 contratações foram anunciadas, sendo 2.766 somente com aprovados do concurso.

Segundo a Caixa, esse total anunciado, no entanto, já conta com as 1.566 chamadas divulgadas anteriormente. Desta forma, o aval da Sest foi para a convocação de mais 1.200 aprovados. Ou seja, ao todo serão 2.766 convocados neste ano de 2021.

Turbine seus estudos para carreiras bancárias com Folha Cursos

Acesse o folha cursos

 

Segundo a Caixa, os candidatos recebem a convocação por e-mail ou telegrama. Além disso, as convocações em andamento também são publicadas no site da estatal, na parte "  Downloads - Concurso Público - Admissional ".

As convocações fazem parte do novo plano de expansão do banco. Anunciado em janeiro, o projeto tem como objetivo a criação de 75 unidades em todo o Brasil, sendo 20 especializadas no Agronegócio.

A expansão visa aumentar a capilaridade do banco, com foco nas regiões Norte e Nordeste.

"A ação de expansão será a maior dos últimos anos na Caixa. O banco também ampliará  a quantidade de agências-caminhão de oito para 12 unidades", disse a estatal em nota. 

As outras vagas serão preenchidas por estagiários (1.162), além de vigilantes (2.320) e recepcionistas (1.456) terceirizados. Nesses dois últimos casos, segundo a Caixa, as contratações são feitas por empresas especializadas em tais serviços.

Concurso Caixa 2014 teve mais de 1 milhão de inscritos

O concurso Caixa 2014 vem se arrastando ao longo dos anos. A última seleção da estatal foi realizada em 2014. Na época, foram oferecidas vagas para os cargos de:

Todas as oportunidades foram para formação de cadastro reserva. O concurso foi um dos maiores do país, tendo mais de 30 mil aprovados.

Ao todo, a seleção teve mais de 1 milhão de inscritos e foi organizada pelo Cebraspe. A validade inicial do concurso era de um ano, podendo ser prorrogada por mais um.

Já contando com a prorrogação, o prazo terminaria no dia 16 de junho de 2016 para os técnicos e 26 de junho de 2016 para os médicos e engenheiros. No entanto, com a ACP, a validade foi prorrogada até o trânsito em julgado.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...