Confira 6 motivos para fazer o concurso Banco do Brasil 2021

Tem dúvidas sobre fazer ou não o concurso BB 2021? Folha Dirigida lista seis motivos para começar já sua preparação. Confira!

08/01/2021 09:24 | Atualizado: 13/01/2021 18:05

08/01/2021 09:24 | Atualizado: 13/01/2021 18:05

O novo concurso para ingresso no Banco do Brasil (BB) deve ter edital publicado ainda em janeiro. De acordo com fontes ouvidas por Folha Dirigida, a oferta será de 120 vagas para escriturário com foco na área de Tecnologia.

Se você ainda está com dúvidas sobre concorrer ao concurso BB 2021, Folha Dirigida separou seis motivos para começar já a preparação. Confira a seguir!

enlightenedConfira agora o curso totalmente voltado para o concurso Banco do Brasil!

#1 Exigência de nível médio

O cargo de escriturário do Banco do Brasil exige certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio. Desde que expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, Secretarias ou Conselhos Estaduais de Educação.

Por mais que o novo concurso tenha vagas para escriturários com foco em Tecnologia da Informação (TI), não deve ter a exigência de cursos técnicos na área.

Na atual estrutura do banco, o escriturário com foco em TI e o tradicional têm as mesmas funções: comercialização de produtos e serviços do BB, atendimento ao público, contatos com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários.

Banco do Brasil prepara novo concurso de escriturários para 2021
Banco do Brasil prepara novo concurso de escriturários para 2021
(Foto: Divulgação)

O que diferencia o concurso para escriturário tradicional (generalista) do escriturário com foco na área de tecnologia é o programa e o peso dado às disciplinas.

Em 2018, o Banco do Brasil abriu um concurso voltado para área de TI. O grande diferencial foi o conteúdo programático, com a maior parte das questões (25) para Conhecimentos de Informática e não Conhecimentos Bancários, como nos editais anteriores. Isso deve se repetir em 2021.

#2 Salário e diversos benefícios

Os aprovados no concurso Banco do Brasil têm salários iniciais de R$4.036,56 para jornada de trabalho de 30 horas semanais, valor considerado acima da média para um cargo de nível médio. O valor já conta com os auxílios alimentação e refeição. A contratação ocorre pelo regime da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

Os escriturários têm direito a participação nos lucros (geralmente, paga duas vezes ao ano), planos de saúde e odontológico, previdência privada com participação do banco, auxílio-creche/babá e auxílio ao filho com deficiência.

O auxílio-transporte é outro benefício concedido, mas ainda não está confirmado devido à possibilidade de os selecionados atuarem de forma remota (home office).

Se pago, ele é variável conforme a localidade da residência e da agência de lotação do funcionário.

#3 Possibilidade de crescimento profissional

Quer mais um motivo para participar do novo concurso BB? O Banco do Brasil tem planos de carreiras que permitem a ascensão profissional.

Diversos diretores da empresa, por exemplo, ingressaram no banco como escriturários. O BB já contou com presidentes que são funcionários de carreira, que ingressaram como escriturários e foram ascendendo profissionalmente.

Que tal ser aprovado no concurso Banco do Brasil 2021 e daqui a uns anos virar presidente da instituição? Isso é totalmente possível.

Você sabia que a Folha Dirigida também tem cursos preparatórios para concursos?
Então confira os cursos para carreiras bancárias e comece já seus estudos!

Acesse o folha cursos

#4 Oportunidades de capacitação na UniBB

O Banco do Brasil também investe na qualificação de seus funcionários. Ele conta com uma das melhores universidades corporativas do mundo: a UniBB.

A instituição, que possui diversos prêmios, oferece capacitações (cursos internos) e qualificações, por meio de bolsas de estudo de graduação e mestrado.

A Universidade Corporativa do Banco do Brasil (UniBB) busca aprimorar talentos, oferecer crescimento profissional e contribuir para a realização dos negócios. Assim, todo escriturário tem a possibilidade de crescer internamente na instituição.

Somente no ano de 2018, foram mais de 781 mil horas de treinamento concluídas pelos funcionários. Com isso, o BB chegou a ter em seu quadro 1.492 funcionários com pós-graduação (1.411 mestres e 81 doutores).

Dessa maneira, com o aumento no nível de escolaridade, além do desenvolvimento profissional, as remunerações se tornam mais atrativas pela concessão de gratificações.

Em 2018, em entrevista à Folha Dirigida, o então superintendente regional do BB, em Juiz de Fora-MG, Alexandre Barroso Bukowitz, afirmou que os cursos da UniBB foram primordiais para o seu crescimento interno.

Com 31 anos de banco, na época, o funcionário galgou cargos gerenciais e executivos.

"Eu fui gerente de relacionamento, gerente geral e, agora, sou superintendente regional. Entre a primeira e a segunda posição, os cursos me ajudaram muito", disse.

#5 Possibilidade de home office

Em função da pandemia do Coronavírus e as medidas de distanciamento social, o Banco do Brasil adotou o regime remoto (home office) para muitos funcionários.

Pelo bom desempenho e produtividade, o BB estuda manter o trabalho em casa, mesmo após o término do período de isolamento. O que beneficiaria os aprovados no próximo concurso.

A Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB) destacou que a instituição financeira realiza estudos para viabilizar o home office desde 2015. Porém, a pandemia acabou antecipando o que vinha sendo planejado.

“O home office no BB não é de hoje, temos um estudo e um projeto piloto com cerca de 260 funcionários. São estudos amplos que envolvem questões ambientais, logísticas, gestão, qualidade de vida e várias áreas do Banco. Tudo realizado com muita metodologia, cautela e cuidado”, disse Cibele Vale, assessora da Diretoria de Gestão de Pessoas do BB (Dipes), em entrevista à ANABB .

Antes da Covid-19,  o Banco do Brasil tinha como critérios para manter o funcionário em home office: a elegibilidade, perfil do profissional e o acordo mútuo entre o gestor e o empregado.

“O Banco não está só pensando em economia, está pensando em qualidade de vida, retenção de talentos e não tem o objetivo de retirar direitos ou precarizar o trabalho dos funcionários”, enfatizou Cibele.

#6 Concurso BB 2021 deve ser de nível nacional

Outro motivo para fazer o novo concurso Banco do Brasil é que a oferta de vagas deve ser nacional. Não há indícios de que as oportunidades sejam distribuídas por estados ou municípios, por exemplo.

É possível que o concurso BB  permita escolher o local de trabalho. Ainda mais diante da possibilidade de trabalho home office.

Prepare-se para o concurso Banco do Brasil 2021 com a Folha Cursos

Você já está sabendo que a Folha Dirigida agora também é curso? A Folha Cursos chegou para acabar com seu problema de não saber como estudar, e vem trazendo uma preparação otimizada e sem enrolação. São videoaulas, material escrito e questões relacionadas comentada.

enlightenedConfira agora o curso totalmente voltado para o concurso Banco do Brasil!

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Sobre o concurso

Previsto

Banco do Brasil - 2021 - Escriturário

Nacional
Até R$4036,50
Fund...
120 vagas

Carregando...