Concurso Banco do Brasil: edital para escriturário tem nova previsão

Segundo fontes do alto escalão do Banco do Brasil, edital tem nova previsão e pode ser publicado somente em abril.

04/03/2020 18:25 | Atualizado: 27/03/2020 10:39

04/03/2020 18:25 | Atualizado: 27/03/2020 10:39

O edital do concurso Banco do Brasil (BB) para o cargo de escriturário, que já está em elaboração, poderá sofrer um pequeno atraso, sendo divulgado em abril e não mais em março, conforme previsão anterior. Isso, porém, será avaliado em virtude da pandemia do Coronavírus no país.
 

+ Concurso Banco do Brasil: lucro de R$18 bilhões favorece edital


Segundo fonte do alto escalação do BB, algumas questões burocráticas precisam ser resolvidas antes da abertura da seleção, o que poderá inviablizar a sua realização ainda este mês, conforme estava programado.

Apesar disso, a fonte garantiu que o concurso está confirmado. Ela, no entanto, não informou a oferta de vagas e a organizadora da seleção. Indagado se as provas serão aplicadas no primeiro ou segundo semestre, a informação passada foi a de que “o cronograma ainda está sendo elaborado”.

A expectativa é que o BB possa anunciar, nos próximos dias,  a distribuição das vagas pelos estados, bem como a instituição que irá aplicar as provas. As últimas seleções para o banco vêm sendo organizadas pela Fundação Cesgranrio, o que a torna favorita para ficar à frente deste novo certame.
 

Concurso Banco do Brasil (Foto: Divulgação)
Edital para o cargo de escriturário do Banco do Brasil tem nova previsão de publicaçãol
(Foto: Divulgação)


Concurso Banco do Brasil será nacional


O que se sabe até o momento é que o concurso terá abrangência nacional e, por isso, contemplará o Rio de Janeiro. O cargo que escriturário exige apenas o nível médio e tem remuneração inicial de R$4.036,56 mensais, já incluindo auxílios-refeição e alimentação.
 


A carga de trabalho é de 30 horas semanais, ou seja, seis horas diárias.

Entre vários benefícios oferecidos pelo banco estão auxílio-transporte (variável de acordo com a localidade da residência e da agência de lotação do funcionário), participação nos lucros (geralmente, paga duas vezes ao ano), planos de saúde e odontológico, previdência privada com participação do banco, auxílio-creche/babá e auxílio ao filho com deficiência.
 

Prepare-se para concursos


O banco também investe fortemente na capacitação dos seus funcionários, por meio da Universidade Banco do Brasil (UniBB). Por meio dos cursos oferecidos, os escriturários vão obtendo qualificações que lhes permitirão ascender profissionalmente e vir a ocupar cargos de supervisão, gerência e até diretoria.


Vagas para escriturário da área de Tecnologia


Segundo o BB, a princípio, as vagas de escriturário serão para a área de Tecnologia. No entanto, não está descartada a possibilidade de também existir oportunidades para o escriturário genérico (tradicional).

O último concurso para escriturário aconteceu em 2018, com organização da Fundação Cesgranrio. Na época, foram oferecidas 60 vagas para a área de Tecnologia. A seleção reuniu 127.304 inscritos, sendo 36.037 só no Rio de Janeiro.

Na época, os candidatos foram avaliados por meio de uma prova objetiva com 70 questões. Em Conhecimentos Básicos foram cobradas cinco questões de Português, cinco de Inglês, cinco de Matemática e cinco de Atualidades do Mercado Financeiro.

Já em Conhecimentos Específicos, foram 20 de Probabilidade e Estatística, cinco de Conhecimentos Bancários e 25 de Informática. A segunda etapa foi composta de uma redação.
 

Saiba como ficam as provas do Banco do Brasil


O que diferencia basicamente o concurso para escriturário tradicional (generalista) e o da área de Tecnologia é o programa e o peso dado às disciplinas das provas. Ou seja, independentemente do conteúdo, as habilidades e competências requeridas aos concorrentes às vagas serão as mesmas.

Comparando-se os conteúdos dos concursos de 2015 (último para escriturário tradicional) e o de 2018 (escriturário de TI), percebe-se que, no segundo edital, houve a inclusão da disciplina de Probabilidade e Estatística e a exclusão das matérias de Cultura Organizacional, Técnicas de Vendas e Atendimento. 

Outro fator importante é que o conteúdo de Informática tornou-se mais amplo. Além disso, foi feita uma outra distribuição do número de questões por disciplinas.

Concurso 2015

  • Português (dez);
  • Raciocínio Lógico-Matemático (dez);
  • Atualidades do Mercado Financeiro (cinco);
  • Cultura Organizacional (cinco);
  • Técnicas de Vendas (dez);
  • Atendimento (dez);
  • Conhecimentos Bancários (dez);
  • Informática (cinco); 
  • Inglês (cinco), e
  • Redação.

Concurso 2018

  • Português (cinco);
  • Inglês (cinco);
  • Matemática (cinco);
  • Atualidades do Mercado Financeiro (cinco);
  • Probabilidade e Estatística (20);
  • Conhecimentos Bancários (cinco);
  • Informática (25); e 
  • Redação.

Se o programa da seleção de 2018 for mantido para o novo concurso, o ponto positivo, comparado à seleção de 2015, é a redução do número de disciplinas a serem estudadas: caiu de nove para sete.

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!

Sobre o concurso

Previsto

Banco do Brasil - 2020 - Escriturário

Nacional
Não informado
Fund...
Não informado